Blog 123

10 Destinations Wedding para a Cerimônia Perfeita

Foi-se o tempo em que era preciso o combo igreja barroca + salão nobre para um casamento de abalar. Aliás, faz tanto tempo que essa combinação já não é a primeira requisição dos casais que a gíria “abalar” nem é mais utilizada. Para casar feliz e ter uma celebração bombante (aí sim, a gíria certa) basta fazer o que você quiser, do jeito que você quiser, onde você quiser.

E se você quiser se casar bem longe da sua cidade – ou do seu país –, naqueles cenários dignos de filme?

Ficamos felizes em te contar que também foi-se o tempo em que isso era um problema. 😉

Hoje muitos casais optam pelo que está sendo chamado por aí de “destination wedding”, ou casamento com destino certo… e não estamos falando do bairro mais próximo. Nele, poucas pessoas são convidadas e todos os gastos são feitos de acordo com os custos da cidade de destino. E não é só a paisagem que faz cair o queijo nos DN, não: muitas vezes o orçamento para um casamento mais longe sai bem mais barato do que se você se casar perto de casa, tendo que convidar um montão de pessoas.

Tocou o sininho do interesse por aí? Para plantar ainda mais a semente do “viajar é preciso – e queremos muito”, elencamos para você os top destinos desse tal destination wedding. A partir daqui, fica por sua conta escolher o lugar, fazer as malas e começar logo o felizes para sempre.

  • Trancoso (Bahia)

O litoral baiano é, com certeza, o top destination wedding do Brasil. Além de ter praias afastadas e paisagens lindas, Trancoso ainda conta com pousadas e restaurantes cada vez mais especializados em casamentos desse estilo, que podem ter a cerimônia na praia ou na charmosa Igreja do Quadrado.

  • Florença (Itália)

Uma das cidades mais lindas da Itália anda recebendo casamentos de todo o mundo, e é só ver as fotos das celebrações florentinas para entender o porque. A Florença que respira o renascentismo e a inovação, mesclando o moderno com o clássico, é boa pedida para o casamento dos sonhos. E está coladinha com cidades super românticas para o after-party, como Siena, Lucca, Pisa…

  • Santorini (Grécia)

Já imaginou ter um casamento grego? Hoje não é preciso ter um cônjuge do país ou quebrar pratos na festa para sentir o gostinho de viver um dia de Afrodite: basta escolher uma das ilhas da Grécia para realizar essa vontade. E tem cenário melhor do que Santorini para a tarefa? Os casamentos ao pôr-do-sol no Egeu rendem fotos lindas, além de momentos inesquecíveis.

  • Las Vegas (EUA)

Esqueça a despedida de solteiro em Vegas e pule direto para a cerimônia, que pode – ou não – ter um celebrante vestido de Elvis Presley. Você escolhe. O mais legal é que existem inúmeras opções não só para celebrar como, também, para curtir o pós-festa na cidade. Seus convidados irão adorar um tour pelos cassinos e lojas que fazem sucesso nos programas de TV.

  • Saint Barth (América do Norte)

São 21 quilômetros quadrados de uma ilha que recebe celebridades o ano todo. Esse pedacinho de França no meio das Américas proporciona uma bela cerimônia, uma festa incrível e dias memoráveis de descanso para os convidados, tudo isso embalado na possibilidade de dar de cara com a Kate Middleton enquanto você sai do altar. Saint Barthélemy, sim ou sim?

  • Paris (França)

Por falar em França, o que dizer desse destino de casamento que a gente super conhece e considera pacas desde que nascemos? Casar em Paris é um sonho que, com a onda dos destination wedding, pode se realizar muito rapidamente. Dá para fazer cerimônia nos jardins, nos museus ou – por que não? – na belíssima Catedral de Notre Dame. Final feliz garantido pela Disney incluído no pacote.

  • Ibiza (Espanha)

Nem só de balada vive esse destino espanhol: cada vez mais pessoas buscam Ibiza e seus arredores para selar seus votos de amor na frente das pessoas mais queridas. É claro que a festa na sequência tem tudo para ser uma das mais animadas do mundo. A dica? Casar de manhã, pra aproveitar a luz natural incrível e ter energia de sobra pra varar o dia, a noite, o dia seguinte… festejando muito.

  • Koh Samui (Tailândia)

Não existe país melhor do que a Tailândia para juntar com perfeição o que há de mais romântico com o que existe de mais exótico, sem estragar nenhuma das duas coisas. E a ilha de Koh Samui ganha pontos na excentricidade pelas paisagens, pelas hospedagens e, principalmente, pelas fotos. Se houvesse um concurso de pores do sol maravilhosos ao redor do mundo, o desse pequeno pedaço de paraíso com certeza assumiria lugar no pódio.

  • Mendoza (Argentina)

Em Mendoza você não precisa se preocupar com as bebidas da festa: a cidade é, simplesmente, a maior produtora de vinhos da América do Sul. Se você é dessas pessoas que se apaixona fácil por um Malbec, que tal escolher uma vinícola para realizar o matrimônio? Opções não faltam nessa cidade argentina que tem saída fácil para vários destinos sensacionais de lua de mel (alô, Chile!).

  • Punta del Este (Uruguai)

O balneário sul-americano mais cotado por 11 em cada 10 brasileiros é recheado de boas opções para os noivos de todos os estilos, do clássico colonial à arte contemporânea. Punta del Este é pertinho de Montevidéu, a menos de duas horas de distância de carro, o que facilita a chegada dos convidados. A melhor notícia é que a cidade já tem vários hotéis disponíveis para cenário de casamento – sendo um deles o brasileiro Fasano, primeiro da rede fora do Brasil.

Como organizar um Destination Wedding?

Essa parte fica por conta dos cerimoniais especializados em realizar casamentos longe de casa, cujas opções são crescentes em um país cada vez mais adepto do “viajar para casar”. O importante é olhar todos os detalhes com bastante antecedência, principalmente se os noivos e convidados forem estilo mais low cost do que orçamento ilimitado. Isso porque, mesmo que o orçamento fique até mais barato do que algumas opções mais tradicionais, existem destinos com restrições de visto ou cerimônias em alguma época do ano.

Vale a pena começar a olhar seu destination wedding com pelo menos um ano e meio de antecedência, lembrando que, além dos custos da cerimônia, ainda existem os custos de passagem e hospedagem. E não se esqueça de sinalizar aos convidados sobre o estilo do casamento com a mesma antecedência. Afinal, você pode muito bem se casar sem ninguém estar lá pra ver – mas desde que essa seja sua vontade. Se quiser ter as pessoas queridas por perto, dá-las o direito de se planejar, inclusive financeiramente, faz parte da etiqueta do bom viajante.

Gostou? Compartilhe:

Comentários