Colunistas

Bares temáticos em Buenos Aires te transportam para outros lugares

Por Marcello Oliveira

Na semana passada mostrei aqui na coluna alguns exemplos dos autênticos speakeasy’s, os bares secretos de Nova York que surgiram nos anos 1920 no período proibitivo. A fama desses locais correu o mundo e ainda hoje inspira outros lugares, como Buenos Aires, capital da Argentina. Hoje, portanto, vou te mostrar dois bares imperdíveis de lá. Descubra, então, por que esses bares temáticos em Buenos Aires te transportam para outros lugares.

The Hole

Bares temáticos em Buenos Aires te transportam para outros lugares

Com uma carta de drinks e coquetéis premium elaborados por renomados bartenders, o The Hole é um dos bares speakeasy fantásticos de Buenos Aires.

Ir ao The Hole é voltar à São Francisco dos anos 1930 e viver a experiência de Alcatraz, a emblemática prisão de segurança máxima localizada em uma ilha próxima à cidade e por onde passaram lendários prisioneiros como Al Capone, Robert Franklin Stroud, Bumpy Johnson e Alvin Karpis.

Para entrar é preciso esperar que o guarda da “penitenciária” abra a porta de metal.  Uma vez lá dentro, a porta se fecha e os “presos” são conduzidos por um policial até o salão principal.  No caminho, surge uma cela em tamanho real, onde todos tiram fotos e, já no pátio, estacionado o típico telefone antigo usado pelos presidiários, cartazes de “Procura-se” e um Cadillac original da época, estilo Al Capone.

Bares temáticos em Buenos Aires te transportam para outros lugares

Com pouca iluminação, garçons vestidos de guarda e bartenders com os famosos macacões laranja, o The Hole é um lugar um tanto sombrio com celas espalhadas por seus dois andares e um grande bar que possui infinitas garrafas com as quais são feitos drinks exóticos e originais. 

Bares temáticos em Buenos Aires te transportam para outros lugares
Alguns dos ingredientes mais cativantes são os bitters de café e chocolate para fazer Martinis. O cardápio oferece opções para todos os gostos, com coquetéis doces e clássicos e outros mais tropicais e secos. Os pratos e todos os petiscos (hambúrguer com batata, sushi ou batata com cheddar) são servidos em bandejas de metal no melhor estilo presídio.

Uptown

Este bar temático do metrô de Nova York chamado Uptown leva a construção de conceitos a um novo nível. Há um corredor decorado com ladrilhos de estação de metrô, grafites, anúncios e até um vagão inteiro, embora consideravelmente bem mais limpo do que os encontrados em Manhattan.

Como seria de esperar, os coquetéis têm como tema o mapa do metrô, mas por trás da narrativa há um ótimo bar subterrâneo clássico. Os drinks são bem feitos, independentemente da linha a que estejam vinculados, e o espaço vai do refrigerado ao cavernoso clima de festa, tudo em poucos goles.

Bares temáticos em Buenos Aires te transportam para outros lugares

O lugar, assim como o bar penitenciária, é altamente instagramável e as fotos, muitas vezes, podem mesmo confundir e seus amigos pensarão que, em alguns passos, você deixou Buenos Aires e pousou em Nova York, ou até mesmo que foi preso na Argentina.

Os preços são bem atraentes considerando a atual situação econômica da Argentina, o que te permite fazer boas trocas de moedas, como nós já abordamos em outra ocasião aqui na coluna. Diante disso, uma garrafa de um bom vinho nesses locais sai por cerca de R$ 40 a R$ 50.

É altamente recomendável planejar uma ida a esses dois lugares, afinal, os bares temáticos em Buenos Aires te transportam para outros lugares. Mas quando digo planejar, não é só pegar a carteira e ir. Nesses bares as filas costumam ser enormes e, nos dias mais disputados, quem chegar muito tarde pode não entrar. Há possibilidade de fazer contato com as casas para colocar o nome na lista de clientes e, assim, evitar o constrangimento de ter que voltar sem entrar no bar. Os dois bares ficam no badalado bairro de Palermo.