Colunistas

Boracay, o paraíso na Ásia

Por Raphael Ursino

Na hora de planejar o mochilão pela Ásia, decidimos colocar no roteiro destinos com praia. Queríamos um lugar tranquilo, pé na areia, sombra e água fresca, onde pudéssemos esquecer os passaportes e a mochila por alguns dias para descansar um pouco daquela maratona de tira e coloca mochila nas costas toda hora.

 

Contemplando as belezas naturais de Boracay

Contemplando as belezas naturais de Boracay

Depois de muito pesquisar e montar as rotas, descobrimos a ilha de Boracay, considerada uma das praias mais bonitas da Ásia. É o principal destino turístico do arquipélago das Filipinas, formado por mais de 7 mil ilhas.

Ao ver as fotos e as informações sobre o local, não tivemos dúvida de que lá seria a melhor escolha para uma pausa antes de seguir na jornada de três meses pela Ásia e Oceania. 

Sombra, água fresca e uma paisagem natural de tirar o fôlego são apenas algumas das promessas desse lugar que fica a pouco mais de 300 km da capital, Manila. Então prepare o seu mochilão e venha com a gente para mais esta aventura.

Cenário paradisíaco

Cenário paradisíaco

A chegada 

Para chegar a Boracay, tivemos que pegar um voo de 1h saindo de Manila para o aeroporto de Caticlan. O avião era bem pequeno, com capacidade para cerca de 70 passageiros. Depois, mais 30 minutos de barco antes de finalmente colocarmos os pés na ilha, debaixo de um sol escaldante e uma temperatura que beirava os 35 graus. 

Vila de Boracay

Vila de Boracay

A primeira impressão que se tem é de estar no cenário do filme Lagoa Azul. Uma natureza exuberante, com muitos coqueiros, areia branca e um mar de águas cristalinas. 

White Beach, a principal praia de Boracay

White Beach, a principal praia de Boracay

Boracay vive basicamente do turismo o ano inteiro, mas a demanda é maior durante a alta temporada, entre os meses de novembro e abril. A principal praia é a White Beach, que é dividida em três regiões: 

Station 1: muito procurada por casais em lua de mel e também por aqueles que querem mais sossego, esta é a parte mais nobre e paradisíaca da ilha. Existem muitos resorts próximos à areia.

Station 2: se você está a fim de noites agitadas e muita festa, este é o local ideal da praia, com seus diversos bares e boates que prometem muita música e diversão a noite inteira. 

Station 3: Para ficar um pouco mais isolado, mas ainda perto da praia, o local é o mais apropriado, sem falar das acomodações bem mais econômicas. Foi nesta região que ficamos hospedados.

Do outro lado da ilha, fica a praia de Bolabog, bastante procurada pelos amantes do kitesurfe e windsurfe. Vale a pena dar uma conferida, ao menos para assistir às manobras radicais dos especialistas no assunto. Ficamos alguns minutos ali contemplando o mar antes de desbravar outras partes de Boracay. 

Vida noturna com muita música 

O cair da noite de Boracay é um convite para aquele happy hour. Nessa hora, os restaurantes da orla se transformam em bares com música ao vivo para todos os gostos. Ao andar pelo “calçadão” de areia, pudemos ver várias bandas de rock, reggae e música regional tocando nos diversos bares.  

As boates também são atrativos para quem quer esticar um pouco mais madrugada adentro. Uma das mais famosas é a Summer Place, onde nativos e turistas de todo o mundo lotam a pista de dança ao som dos sucessos radiofônicos do momento. 

Mas antes de curtir a noite, decidimos procurar um local para jantar. Acabamos encontrando um restaurante na areia, todo enfeitado com tochas e com um cardápio self-service recheado de frutos do mar e demais iguarias regionais. Ficamos por ali mesmo.  

Boracay de um outro ângulo  

Que tal conhecer as profundezas do mar das Filipinas? E não é preciso ser mergulhador profissional para isso. Ao longo da praia várias empresas do ramo oferecem o batismo de mergulho, voltado aos que vão se aventurar pela primeira vez, como era o nosso caso. 

Batismo de mergulho

Batismo de mergulho

Os preços estavam bastante camaradas e não tivemos como resistir. E quer saber? Sem dúvida, foi uma das melhores experiências da minha vida. É, realmente, imperdível! A vista do fundo do mar na ilha não tem preço. Se quiser saber como foi esta experiência, é só assistir ao vídeo logo acima. 

Natureza sem igual, comida boa e farta, preços acessíveis e noites pra lá de animadas. É assim que podemos descrever este pedacinho do paraíso na terra, chamado Boracay. Deixou saudades!