Blog 123

COMO LIDAR COM O MEDO DE VIAJAR DE AVIÃO?

Um dos assuntos mais recorrentes aqui no blog da 123Milhas é como perder o medo de voar de avião. Afinal, por mais que seja um transporte muito seguro, a ideia de flutuar dentro de uma cabine de metal com asas não agrada muito a quem gosta de ter os pés bem firmes no chão.

Pelo menos nesse lugar a sensação de controle (muitas vezes ilusória) é mais palpável do que dentro do avião, onde somos espectadores passivos em uma viagem: não há nada que possamos fazer em situações de emergência ou de desconforto, como turbulências.

O medo de avião, no entanto, não pode ser a desculpa para que você não viaje o mundo, conheça novos lugares e realize os mais variados sonhos. E a primeira razão para isso é, justamente, a segurança do voo: as regras da aviação são tão rígidas – e seguidas à risca por todas as companhias – que qualquer problema com uma aeronave, por menor que seja, é uma rara ocorrência.

Para se ter uma ideia, o último acidente com avião comercial no Brasil foi em 2007, há mais de dez anos, enquanto acidentes nas estradas acontecem com uma frequência infinitamente maior – e, mesmo assim, não deixamos de viajar de carro, não é mesmo?

Dicas para perder o medo de avião

Sabemos, também, que falar é mais fácil do que fazer, e que bater na tecla de que o avião é um dos meios de transporte mais seguros do mundo não vai adiantar nada se o medo ainda pulsar forte na mente enquanto você compra as suas passagens.

Por isso, separamos aqui algumas dicas para que você perca o medo de avião ao mesmo tempo que o enfrenta e, assim, não perde nada das boas aventuras da vida. Podemos te garantir que, com o tempo, voar será algo tão tranquilo e seguro para você quanto… escovar os dentes. 😉

Escolha bem o assento

Por ser um meio de transporte longo, o avião tem várias zonas de gravidade que podem ser de interesse de quem tem medo de voar. Sentar-se na frente, por exemplo, é uma boa opção para quem sabe que não vai suportar turbulências, já que ali fica o centro de gravidade do avião. Isso significa que, por mais que a turbulência exista em toda a extensão da máquina, você não vai sentir tanto as chacoalhadas quanto se estiver sentado lá atrás.

Outra forma de driblar o medo é não escolher as janelas, e sim os corredores: quanto menos olhadelas na altura da aeronave em relação ao solo, mais fácil fica esquecer que se está tão alto. Além disso, nos corredores tem-se a facilidade de se deslocar para ir ao banheiro sempre que preciso, inclusive em casos de enjoo, sem precisar pedir licença a ninguém.

Adorable little girl traveling by an airplane. Child sitting by aircraft window and looking outside.

Não tome álcool antes do voo

Se você acredita que estar “alegre” antes do voo é uma boa forma de superar os medos, repense: quando temos álcool no sangue, nosso organismo tende a ficar mais sensível. Imagine, então, ter medo e enjoo ao mesmo tempo, durante uma turbulência? Muito mais problemático, não é mesmo?

Quando o medo é muito alto e isso realmente atrapalha sua viagem, uma boa saída é se consultar com seu médico de confiança e perguntar se ele pode te receitar algum medicamento ansiolítico ou relaxante para o momento de voo.

woman drinking alcohol on dark background. Focus on wine glass

Distraia-se!

Se você estiver viajando sozinho e não tiver alguém para conversar durante o voo, ou se ele é muito longo e conversas não são o suficiente, leve algo para se distrair nas horas em que está dentro da aeronave.

Uma boa playlist ou um livro são boas opções. Em voos internacionais, muitas aeronaves disponibilizam um bom cardápio de filmes para as horas passarem mais rápido.

caucasian woman passenger in airplane using mobile  smart device  with headphones

Tente não se estressar com turbulências

Um dos momentos mais críticos do voo é a turbulência, em que o avião balança tanto que faz parecer que despencar do céu é só uma questão de tempo.

Mas pode ficar tranquilo no seu voo, porque, se você está morrendo de medo… os pilotos estão tranquilos! Como te contamos em detalhes nesse post, a turbulência nada mais é do que uma reação normal da aeronave às correntes de ar externas. Aliás, muitas turbulências acontecem durante todo o voo, mas só sentimos as que são um pouquinho mais fortes.

Para estar são e salvo durante esse momento você só precisa manter o cinto de segurança afivelado, já que a gravidade dentro da cabine pode fazer com que, durante a turbulência, uma pessoa seja jogada para cima – e não para baixo.

Mesmo assim, não se assuste: turbulências são tão normais e previsíveis que a equipe de bordo vai te avisar para afivelar os cintos antes de passar por uma zona mais “chacoalhante”.

E você, tem alguma dica a mais para pessoas que querem perder o medo de avião? Deixe sua sugestão nos comentários ou nas nossas redes sociais!

Gostou? Compartilhe:

Comentários