Blog 123

Festa junina no Nordeste: as melhores opções

Festa junina no Nordeste
Foto: Prefeitura de São Luís

Chegou aquela época do ano em que todo mundo espera, basicamente, as mesmas coisas: canjica, quentão, frio e muitos convites para pular fogueira.

A Festa Junina é uma tradição brasileira que tem sua origem datada do século XVII e, conforme o tempo passa, cai mais e mais no gosto das pessoas que curtem comida boa, roupas típicas, balões decorativos e uma fogueirinha para aquecer os corações livres ou apaixonados. Aliás, é na festa junina que muito romance acaba, literalmente, em casamentos bem confusos!

Mas essa é só uma das brincadeiras da época, que guarda surpresas e variações incríveis de norte a sul do Brasil. O país todo tem seus pontos turísticos onde os festejos de São João carregam significados locais, inclusive folclóricos. E, nesse quesito, o Nordeste brasileiro arrasa: é de lá que vem a maior quantidade de festanças inacabáveis, incríveis e capazes de formar várias lembranças boas a quem se dispõe a viver um friozinho diferente.

Mesmo porque, em se tratando de inverno, o frio é algo que escapa um pouco ao clima típico da região. Mas isso não tira nem um pouquinho o charme que as quadrilhas, as barraquinhas e bandeiras já conquistaram por todos os cantos do país.

Se você quer viver uma junho bem diferente esse ano, dê uma olhadinha nesses quatro destinos que separamos. Eles promovem festas juninas tão maravilhosas que, se você chegar lá no mês seguinte, em julho, ainda pega uma boa parte das celebrações em boa parte deles…

 

Campina Grande (Paraíba)

Já imaginou a comilança e alegria do São João se estendendo por, sei lá, um mês, ao invés de ter tudo isso só por um sábado? Pois é exatamente isso que Campina Grande, na Paraíba, faz: ela coloca o povo para pular quadrilha e curtir os festejos por um mês inteirinho.

A cidade se denomina, inclusive, como a detentora da maior festa de São João do mundo, e tem sede no Parque do Povo, um espaço imenso que recebe o evento desde os idos de 1983. Além de quadrilhas e comidas típicas, a festa paraibana também tem shows de forró, música folclórica e local, em palcos e trios elétricos.

Estima-se que, anualmente, cem mil pessoas participem desse São João. Em questão de público e de duração, difícil mesmo competir com Campina Grande pelo maior São João do planeta…

 

Caruaru (Pernambuco)

… mas, é claro, tem cidade que acompanha de perto esse páreo e faz de tudo para roubar o centro das atenções para o que seria o maior São João do mundo. conheça, então, a cidade de Caruaru, em Pernambuco, que já tem um título próprio dela: a cidade do forró.

Durante cerca de quinze dias Caruaru vive um intenso clima de festa com cerca de 500 shows pelo município e quadrilhas que reúnem até quatro mil pessoas! Os pernambucanos também capricham nos desfiles temáticos e enfeitam as ruas com bandeirinhas, bonecos gigantes e balões por todos os lados.

E se o principal diferencial de uma boa festa junina pra você é o cardápio da estação, prepare-se: Caruaru tem nada menos do que um festival de comidas gigantes. Sim, comidas típicas, gigantes, para que você não pule o São João de barriga vazia. Tem como não se apaixonar? Com certeza vai ter gente torcendo por aí pelo #timeCaruaru na disputa de maior festejo junino do mundo.

 

São Luís (Maranhão)

A capital-ilha traz turistas a seus encantos em cada mês de junho por sua mais tradicional festa folclórica: o Bumba-Meu-Boi. Ela começa a partir do dia de Santo Antônio, em 13 de junho, indo até o último dia do mês com muita animação, dezenas de apresentações de grupos folclóricos, comida e trajes típicos e estórias para levar na mala.

A mais marcante delas é a que dá nome à atração dos bois, contando as peripécias da escrava Catirina e seu marido que precisam ressuscitar um boi que haviam matado acidentalmente. A apresentação ocorre ao redor de dois bois coloridos, ao som de ritmos locais e danças folclóricas.

Prepare-se para voltar pra casa com o coração tomado de paixão pelos personagens da cultura local, como o Boi da Fé em Deus, que tem sotaque de zabumba, o Boi Brilho do Sol Nascente, com sotaque de orquestra, e o Boi de Maracanã, trazendo sotaque de matraca. A melhor recordação para levar pra casa será, mesmo, a lembrança dessa festa inesquecível.

 

Bahia

Podemos falar de Salvador, que sempre oferece centenas de shows gratuitos no Pelourinho e no Subúrbio Rodoviário nessa época do ano, que enfeita a cidade toda com balões e bandeirinhas inspirados na cultura popular do estado, que oferece arraiás por onde tiver gente…

… ou podemos falar que Salvador é só o começo de uma das festas juninas mais animadas do mundo, que toma todo o estado baiano e dura para lá de julho em boa parte de suas festividades.

Porque na Bahia é assim: tem festa o ano todo. Os ritmos são diferentes de fevereiro pra junho, mas isso não é nenhum motivo para não conhecer o solo baiano fora do circuito carnavalesco. Pelo contrário, é um grande incentivo.

Dá só uma olhada no que é que a baiana junina tem:

  • Forró do Bosque, na segunda quinzena de junho, que em 2017 vai contar com shows de nomes de peso da música brasileira, como Ivete Sangalo e Henrique e Juliano, na cidade de Cruz das Almas;
  • Forró do Bongo, que rola em Catu no inicinho de julho e vai receber Luan Santana, Harmonia do Samba e Léo Santana, dentre muitos outros artistas legais;
  • Forró do Sfrega, em Senhor do Bonfim, que é uma das celebrações juninas mais tradicionais da Bahia e dura dois dias em uma fazenda. Esse ano tem apresentação de Maiara e Maraísa e Marília Mendonça;
  • Forró do Piu-Piu, que incendeia a cidadezinha de Amargosa e, em 2017, vai contar com a presença do baianíssimo Durval Lelys (do Asa de Águia) e Wesley  Safadão;
  • Brega Night, em Ibicuí, com Aviões do Forró, Bell Marques (Chiclete com Banana) e Gusttavo Lima na última semana de junho.

Para a Bahia é bom, sempre, reservar os ingressos das festas com antecedência, já que lá não existe, pelo visto, baixa temporada.

Agora é só escolher seu próximo destino e viver um São João dos Sonhos, seja com comidas típicas da celebração brasileira, seja com manifestações folclóricas bem locais ou em shows de música bastante animados que combinam com o ano todo. Aproveite também para escolher a passagem de avião no nosso site!

Depois conta pra gente qual foi o veredito, aqui nos comentários!

Gostou? Compartilhe:

Comentários