Luxemburgo - Um cenário de conto de fadas - Dicas de Viagem e Turismo - Conexão123
Luxemburgo – Um cenário de conto de fadas

Luxemburgo – Um cenário de conto de fadas

25 de abril de 2022

Por Raphael Ursino

Durante as minhas viagens pela Europa, resolvi conhecer um país que não está na rota daqueles lugares mais famosos que todo turista tem que conhecer. E, olha, me surpreendi demais com o que eu vi por Luxemburgo – um cenário de conto de fadas. Para você entender o que quero dizer, aperte o play e confira: 

Imagina um lugar cercado por penhascos, ruas de pedra, construções medievais, palácios e pontes pra lá de magníficas? Para quem ama locais com esse perfil, é um prato cheio. Não é à toa que o seu centro histórico é Patrimônio Mundial da Unesco. Estou falando da cidade de Luxemburgo, a capital do país de mesmo nome. 

Localizado na Europa, este incrível destino faz fronteira com a Bélgica, França e Alemanha. Ou seja, se você estiver viajando por algum desses três países, não custa nada dar uma passadinha por Luxemburgo, que tal? Aliás, pode ser uma visita rápida mesmo, pois a cidade é bem pequena e dá pra visitar as principais atrações em um único dia. 

Luxemburgo - Um cenário de conto de fadas

Luxemburgo possui vários túneis

E foi justamente o que eu fiz. Peguei um trem em Bruxelas e, três horas depois, desembarquei na cidade, que é dividida entre a parte alta e a baixa. Andando pela parte alta, podemos ver paisagens que são verdadeiros cenários de filmes, sem exagero nenhum. Pequenas florestas, rios e vales se mostram como colírios para os olhos de qualquer visitante. O bairro Grund que o diga. 

Além de todo o charme, Luxemburgo é bastante limpa, segura e muito organizada.

Começamos o passeio pelo centro histórico, cercado de prédios e monumentos antigos e construções da era medieval. Você também vai ver diversas lojas, confeitarias, bares e restaurantes. Veja alguns pontos turísticos interessantes que tive a oportunidade de conhecer: 

Praça da Constituição 

Nesta praça fica o Monumento da Recordação, um obelisco de granito com a figura da deusa Nike no topo segurando uma coroa, simbolizando a liberdade e resistência da população de Luxemburgo. O monumento é uma homenagear os combatentes da Primeira Guerra Mundial. 

Deusa Nike segurando uma coroa no topo do obelisco do Monumento da Recordação. Uma homenagem aos combatentes da Primeira Guerra Mundial

Deusa Nike segurando uma coroa no topo do obelisco do Monumento da Recordação. Uma homenagem aos combatentes da Primeira Guerra Mundial

Catedral de Notre Dame 

No centro histórico de Luxemburgo fica a Catedral de Notre Dame, construída pelos jesuítas, no estilo gótico, entre 1613 e 1621. As colunas e os vitrais da parte interior são belíssimos.

Luxemburgo - Um cenário de conto de fadas

A Catedral de Notre Dame foi construída pelos jesuítas, no estilo gótico, entre 1613 e 1621

 

O altar e os vitrais da Catedral de Notre Dame são uma atração a parte

Praça Guilherme II 

Nesta simpática pracinha tem um prédio chamado Hotel de Ville, onde, antigamente, funcionava um convento franciscano. Atualmente é a sede da prefeitura da cidade.

O Hotel de Ville é a sede da prefeitura de Luxemburgo

O Hotel de Ville é a sede da prefeitura de Luxemburgo

Palácio dos Duques 

Próximo à prefeitura fica o Palácio dos Duques, residência oficial do grão-duque de Luxemburgo. A fachada não é tão imponente como manda o figurino de um palácio, mas é um belo prédio histórico. Em frente ao palácio acontece a troca da guarda. 

Praça Clairefontaine 

Outra importante praça é a Clairefontaine, com uma estátua de bronze em homenagem a Grã-Duquesa Charlotte, que reinou a nação entre 1919 e 1964, se destacando como uma das mulheres mais poderosas do país. 

Praça Clairefontaine com a estátua de bronze em homenagem à Grã-Duquesa Charlotte

Praça Clairefontaine com a estátua de bronze em homenagem à Grã-Duquesa Charlotte

Casamatas de Petrusse e Bock 

A título de curiosidade, casamatas são túneis subterrâneos que servem como sistema de defesa contra a ofensiva de invasores. As Casamatas de Petrusse e Bock são as principais atrações de Luxemburgo e serviram para proteger a população durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial.

Luxemburgo - Um cenário de conto de fadas

Casamatas de Petrusse

A varanda mais bonita do mundo 

Sem sombra de dúvida, a Chemim de la Corniche (Estrada da Corniche), uma rua que margeia a antiga muralha de Luxemburgo, é o local mais privilegiado de toda a cidade.  

E não é para menos. O lugar é tão bonito que o escritor luxemburguês Batty Weber o definiu como “A varanda mais bonita do mundo”. E sabe de uma coisa? Eu concordo plenamente com ele, pois qualquer foto tirada de lá vira um cartão postal! A paisagem é realmente de tirar o fôlego. 

De lá, vemos toda a região de Grund (cidade baixa), com as Casamatas, diversas pontes, muita área verde, o rio Alzette, casinhas coloridas, enfim. Só essa vista já vale a pena a viagem. 

Luxemburgo - Um cenário de conto de fadas

A vista da Chemim de la Corniche é um verdadeiro cartão-postal

Imponência em forma de ponte 

A ponte mais importante e imponente da cidade é a Ponte Adolphe, com 153 metros de comprimento e quase 50 metros de altura. Ela representa a independência de Luxemburgo e o seu nome é em homenagem ao Grão-Duque Adolphe, que reinou em Luxemburgo entre 1890 e 1905. Construída entre 1900 e 1903, é uma das maiores pontes de pedra do mundo. 

Luxemburgo - Um cenário de conto de fadas

A Ponte Adolphe representa a independência de Luxemburgo e o seu nome é em homenagem ao Grão-Duque Adolphe

Um lugar pra lá de surpreendente 

Andar por Luxemburgo é muito mais do que se surpreender a cada passo pelas ruazinhas de pedra com paredões milenares, portais e túneis preservados. É revisitar a história e sentir a sensação de como era a vida nas antigas comunidades da Idade Média. É contemplar a combinação perfeita entre a natureza, com seus penhascos, rios e vales, com as emblemáticas construções humanas. Um cenário de conto de fadas. Com certeza, essa foi uma das viagens mais surpreendentes que eu já fiz!

Raphael Ursino
Raphael Ursino
Jornalista, roteirista e produtor de conteúdo na 123Milhas. Apaixonado por viagens, morou durante três anos em Londres e colecionou experiências e histórias por diversos países de cinco continentes.
Drones

inscreva-se para receber ofertas exclusivas!

inscreva-se para receber ofertas exclusivas!