Quito: a cidade que divide o mundo - Dicas de Viagem e Turismo - Conexão123
Quito: a cidade que divide o mundo

Quito: a cidade que divide o mundo

04 de maio de 2022

Por Marcello Oliveira 

A minha experiência em Quito: a cidade que divide o mundo, foi um tanto quanto exótica. Cheguei à capital do Equador às vésperas de uma greve geral, com protestos violentos e que, infelizmente, terminou em algumas mortes.

Eu estava em Miami, nos Estados Unidos, quando decidi ir para o Equador. Eu estava viajando já há mais de cinco meses e ali era a reta final para voltar ao Brasil. Eu não sabia dos problemas políticos que o Equador atravessava naquele momento e, sem saber da iminência da greve, planejei, em poucos dias, uma viagem que contemplaria além da capital, Quito, a cidade de Guayaquil e a fascinante ilha de Galápagos. Já em território equatoriano, me dei conta da cilada em que estava através da imprensa local, na TV do hotel e também conversando com os funcionários de lá.

No dia seguinte à minha chegada, os principais serviços públicos foram interrompidos e o espaço aéreo fechado (era aberto apenas durante a madrugada e para alguns voos militares e de repatriação de estrangeiros). Não foi dessa vez que conheci Galápagos e suas tartarugas gigantes, mas aproveitei para bater perna por Quito, numa experiência que conto a partir de agora. 

Quito foge por completo do que conhecemos de uma viagem ao Equador, que geralmente explora as praias, a ilha de Galápagos e a parte equatoriana da Amazônia. Mas Quito invade as mentes dos viajantes sul-americanos de uma forma diferente. São tantas atrações culturais para fazer em Quito, que os viajantes geralmente ficam mais tempo do que o previsto originalmente. 

Quito é bastante singular. Fica a uma altitude de 2.800 metros. La Paz, na Bolívia, é a única capital mais alta. Quito também é cercada por vários vulcões. Cotopaxi, o segundo maior vulcão ativo do mundo, pode ser facilmente visto em um dia claro de vários lugares. 

Enumerei alguns dos destaques do que fazer em Quito: 

1. Explore a Cidade Velha de Quito

O centro histórico de Quito foi nomeado Patrimônio Cultural da UNESCO por causa de suas praças coloniais relativamente inalteradas, lojas locais, restaurantes e arquitetura colorida ao longo das ruas de paralelepípedos montanhosas.

Comece na Plaza Grande, onde você também encontrará o Palácio Presidencial. Esta praça central é perfeita para os visitantes explorarem a pé. De lá, faça uma caminhada guiada (oferecida por alguns hotéis e hostels) ou use o ônibus hop-on-hop-off para descobrir os museus, igrejas e principais pontos turísticos de Quito. Esse ônibus, inclusive, é uma dica de ouro em qualquer cidade que tenha esse serviço mas onde o viajante não teria nenhuma chance de gastar mais tempo em pontos de interesse. 

2.  Igrejas de Quito

Várias igrejas históricas estão dentro da cidade velha, cada uma com seu próprio estilo distinto. Da Plaza Grande, vá até a La Compania de Jesus, do século XVII. A igreja é completamente coberta de ouro e um dos principais pontos turísticos do centro histórico de Quito.

Na Plaza de San Francisco fica a Igreja de São Francisco do século XVI, que abriga a Virgem de Quito e muitas outras obras de arte da Escola de Arte de Quito.

Do lado de fora, você verá uma das vistas mais bonitas da cidade velha de Quito. Sem mencionar que você também estará em um dos pontos mais antigos da cidade.

3. Teleférico 

Pegue o teleférico de Quito, que te leva a até 4.000 metros de altura e a uma vista incomparável da cidade de Quito. Em um dia claro, você pode ver Cotopaxi e vários outros vulcões que cercam a cidade.

Quito: a cidade que divide o mundo

Teleférico proporciona uma das vistas mais bonitas da cidade

Mesmo que esteja quente em Quito, vá preparado com uma blusa ou jaqueta que vai te proteger dos ventos.

A melhor ideia é pegar um táxi ou carro de aplicativo até o teleférico e voltar de lá do mesmo modo.

O colunista na frente do painel de grafite na estação de embarque do teleférico

4. Caminhe por Quito La Ronda

A Calle de la Ronda é mais do que apenas um lugar bonito para tirar belas fotos. Esta rua de paralelepípedos no centro histórico é repleta de lojas de artesanato, cafés e galerias de arte. É mais animado à medida que o dia passa e recebe eventos culturais e patrimoniais ao longo do ano.

5. Visite a Virgem no topo de Quito El Panecillo

Quito tem tudo a ver com lugares altos. E aqui vai mais um! Perto da cidade velha, El Panecillo é uma grande colina arredondada com uma imagem da Virgem Maria alada. A virgem pode ser vista de vários pontos da cidade.

Não é apenas um mirante popular com vista para Quito, mas também um símbolo da cidade. Embora você possa subir a colina com um grupo, a maneira mais segura de chegar ao topo é de táxi. Definitivamente, não ande sozinho e fique atento aos seus pertences (apenas repassando a mesma dica que tive de funcionários do hotel e de restaurantes). 

6. Caminhe no meio do mundo

Mitad del Mundo é um monumento e museu que marca a divisão hemisférica. Você pode até ter seu passaporte carimbado mostrando que você esteve na linha do equador. Sim, é algo bem “turistão” mesmo, mas imperdível.

Quito: a cidade que divide o mundo

Uma faixa divide os dois hemisférios. Impossível sair de lá sem fazer a brincadeira de ir de um lado a outro do planeta em apenas um passo. Então, aproveite!

Quito: a cidade que divide o mundo

Não deixe de fazer a clássica foto onde você coloca um pé no hemisfério norte e outro no hemisfério sul do planeta

7. Vá a um mercado de Quito

Quito tem vários mercados onde os moradores fazem compras e comem. O Mercado Central fica perto da cidade velha e é um lugar fantástico para compras. Você encontrará comidas locais baratas e deliciosas e terá um vislumbre da vida cotidiana de Quito.

8. Faça um passeio a pé

Esta é sempre uma ótima maneira de visitar uma nova cidade, especialmente para ajudá-lo a se orientar depois de chegar. Provavelmente você já leu essa dica em outras colunas, pois essa é uma dica que se enquadra em qualquer lugar do mundo. Ou melhor, em quase todos, pois em alguns lugares ela pode ser dispensável, como no Saara, por exemplo. 

Mas um passeio a pé liderado por um guia local pode contar mais sobre a história de Quito e a cultura da cidade. Visite os principais pontos turísticos da cidade velha para saber o que fazer durante a sua estada. Além disso, obtenha sugestões locais de onde comer e fazer compras. Alguns hotéis e hostels oferecem esse serviço de forma gratuita. 

9. Assista à troca da guarda em Quito

Todas as segundas-feiras de manhã, na Plaza Grande, nos arredores do Palácio Presidencial de Quito é realizada uma cerimônia formal para marcar a troca da guarda.

A praça fica muito cheia (cuidado com os batedores de carteira!), mas é uma ótima demonstração de patriotismo. Há cavalos, uma banda marcial e até o próprio presidente assiste, supervisionando os eventos da sacada do Palácio Presidencial.

10. Planeje uma viagem fora de Quito

Quito é o ponto de partida perfeito para explorar o Equador continental ou se aventurar em uma viagem a Galápagos. Há boas opções de roteiros para se aventurar pela Amazônia equatoriana também. 

Descubra o 2º Parque Nacional mais popular do Equador, Cotopaxi. Suba e desça o vulcão de bicicleta ou a cavalo ao redor do parque. Esta é certamente uma das melhores coisas para fazer perto de Quito e que você precisará de apenas um dia. 

Onde ficar em Quito?

Quito: a cidade que divide o mundo é cheia de charme e autenticidade, mas pode ser muito calma à noite, sem muitas opções. La Mariscal ou a cidade nova é definitivamente mais turística com uma vida noturna ativa, cheia de bares e restaurantes. Muito mais animada. Foi a minha escolha.

Marcello Oliveira
Jornalista da Rede 98. Morou durante 4 anos na Austrália e já rodou por mais de 40 países com uma mochila nas costas.
Drones

inscreva-se para receber ofertas exclusivas!

inscreva-se para receber ofertas exclusivas!