Blog 123

SALVADOR, A CAPITAL DA ALEGRIA DO BRASIL!

Salvador, a capital da alegria do Brasil!

Há quem não saiba que Salvador foi a primeira capital do Brasil. Sim, a cidade sustentou esse título durante 214 anos, entre 1549 e 1763. E, mesmo já não sendo mais o centro administrativo do país há mais de dois séculos, há quem diga que a principal cidade baiana ainda merece o título de capital do espírito brasileiro. Afinal, Salvador reúne tudo o que melhor representa a brasilidade: clima tropical, natureza exuberante, miscigenação, carnaval, pluralidade de cultos religiosos, história, arte, cultura e muito axé! Bem-vindo(a) a Salvador, a capital da alegria do Brasil! 

Em nosso roteirão, você vai (re)descobrir Salvador como um destino totalmente eclético. Se você é do tipo que gosta de passar o dia em frente ao mar, lá você encontra as mais belas praias. Já se você é do tipo que gosta de respirar arte, a capital baiana te apresenta muita história, sendo um verdadeiro museu a céu aberto. Bora desbravar o melhor de Salvador? Vem com a gente!

Pelourinho

O primeiro e mais famoso bairro de Salvador é mundialmente conhecido por suas ladeiras, casarões coloridos, igrejas e museus. Na época do Brasil colônia, o Pelourinho era habitado por famílias ricas e destinado ao comércio e administração da cidade. Hoje, é um verdadeiro centro cultural a céu aberto.

As históricas e coloridas construções do bairro Pelourinho, o famoso “Pelô”

A restauração dos casarões e sobrados realizada a partir de 1990 fez com que eles ganhassem cores vivas e estrutura confiável, transformando-se em bares, hotéis, lojas e restaurantes. Também a limpeza e segurança das ruas e becos ganhou atenção especial, fortalecendo e valorizando o turismo. Você verá que não é à toa que o “Pelô” é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Entre as atrações, atente-se para a casa em que Michael Jackson aparece no clipe They Don’t Care About Us, gravado em 1995. O local é sinalizado com uma placa e atrai turistas em busca do clique perfeito.

Fundação Casa de Jorge Amado

Este é um passeio imperdível e deve ser feito quando se estiver caminhando pelo Pelourinho. A Fundação Casa de Jorge Amado chama a atenção logo de cara por sua inconfundível cor azul.

Fundação Casa de Jorge Amado

O espaço conta com uma exposição permanente de documentos, fotografias, livros, apropriações populares, adaptações e objetos de Jorge Amado. Também estão expostos prêmios recebidos pelo escritor e fotos tiradas por sua esposa, Zélia Gattai, documentando o dia a dia do autor.

Elevador Lacerda

Um dos pontos turísticos mais visitados de Salvador, inicialmente tinha a função ligar as cidades Alta e Baixa. Sua construção começou em 1869, por meio da iniciativa de Antônio de Lacerda, e passou a funcionar em 1873.

O Elevador Lacerda está situado na rocha da montanha que separa os 72 metros entre Cidade Alta e Cidade Baixa, às margens da Baía de Todos os Santos, proporcionando uma das mais maravilhosas vistas de Salvador.

O elevador Lacerda

Igreja Nosso Senhor do Bonfim

Nosso Senhor do Bonfim é o padroeiro da Bahia. Por esse motivo, a igreja mais famosa de Salvador está sempre cheia de devotos e turistas. Além de sua charmosa fachada, um dos destaques é o portão da igreja, onde estão amarradas milhares de fitinhas coloridas do Senhor do Bonfim.

É lá também que acontece a tradicional “lavagem do Bonfim”, uma festa do sincretismo religioso, que atrai fiéis e visitantes no mês de janeiro.

Fachada da igreja Nosso Senhor do Bonfim

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

Esta é uma das igrejas que são o charme de Salvador. O templo foi construído por escravos e levou quase um século para ficar pronto. Você pode apreciar a magnífica construção por fora, que mistura os estilos colonial e rococó, e pagar uma taxa para conhecer a igreja por dentro.

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

Farol da Barra

Desde o descobrimento do Brasil, a Barra teve importância estratégica para a defesa da colônia pelos portugueses. Em 1536, no local onde hoje está o Farol, foi erguido o Forte de Santo Antônio da Barra, que defendeu a cidade de inúmeras invasões estrangeiras.

Porém, com a ocorrência de um naufrágio próximo ao Forte no século XVII, se iniciou a construção de um Farol para orientação aos navegantes, que mantém essa função até hoje. Ao longo do tempo, foi se tornando um marco para Salvador, podendo ser visitado internamente.

Farol da Barra

Mercado Modelo

É hoje o maior centro de artesanato da América Latina, onde se pode encontrar peças típicas da cultura baiana, como as famosas fitinhas do Senhor do Bonfim, patuás, figas, berimbaus e outros instrumentos musicais, bordados e rendas, além de todo tipo de pimenta e temperos.

Mercado Modelo

Igreja e Convento de São Francisco

Dentre as muitas igrejas de Salvador, a Igreja e Convento de São Francisco é uma das mais belas e admiradas pelos visitantes. É uma rica expressão do barroco brasileiro e uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo.

Você vai ficar de queixo caído ao adentrar a construção. Seu interior impressiona pela riqueza de detalhes. O destaque é sua ornamentação feita em ouro que, segundo a lenda, tem mais de uma tonelada!

Dica: caminhe lentamente e repare nos painéis, que contam a história de São Francisco, retratam paisagens bíblicas e contam muita história.

Igreja e Convento de São Francisco

As praias 

Há mais de uma dezena de praias lindas em Salvador. A paisagem é inesquecível e a água costuma ser muito quentinha em todas elas. Vamos conhecer algumas?

Uma das mais visitadas é a praia do Porto da Barra. Pequena e cercada por fortes e diversas igrejas, possui águas claras e calmas, ótimas para o banho. Proporciona uma visão para a Baía de Todos os Santos, sendo o local ideal para assistir ao pôr-do-sol, tomando uma água de coco.

Praia Porto da Barra

Semelhantemente, a praia do Farol da Barra oferece diversas opções naturais de diversão. Os arrecifes próximos ao farol são ótimos para o mergulho. Já as piscinas naturais que se formam na maré baixa por toda a extensão da praia são convidativas ao banho. O calçadão possui uma excelente estrutura ao turista, contando com inúmeros hotéis, bares e restaurantes.

Praia do Farol da Barra

Ondina é uma das praias mais frequentadas de Salvador. Seus recifes formam piscinas naturais, deixando o mar bem calmo, ideal para o nado ou mergulho. Possui muitas opções de hotéis e barracas de praia e o calçadão conta com quadras esportivas, sendo também um bom local para caminhadas.

Já a praia do Rio Vermelho funciona como atracadouro para os pescadores locais. Formada por pedras, é dividida em outras pequenas praias. No dia 2 de fevereiro é de onde partem os barcos cheios de oferendas em homenagem a Iemanjá. Possui uma agitada vida noturna, sendo um ótimo local para degustar os acarajés nos diversos quiosques das baianas.

Praia do Rio Vermelho

Por sua vez, Stella Maris é uma das praias mais movimentadas e badaladas. Tem ondas fortes e recifes, sendo muito visitada pelos praticantes do surf e bodyboard, mas também possui trechos protegidos por pedras que, na maré baixa, formam piscinas naturais. Suas dunas atraem os adeptos do sandboard. Conta com uma grande estrutura de barracas que à noite promovem festas, reunindo moradores de Salvador e da região Metropolitana.

Praia Stella Maris

Por fim, Itapuã, a mais famosa praia de Salvador, realmente é dona de uma paisagem belíssima. Tem águas verdes, pedras, coqueiros, piscinas naturais e areias claras, além do farol. Possui também pescadores e jangadas, sendo procurada para a prática de windsurf. Conta também com diversas barracas que servem petiscos da comida típica baiana e batidas de frutas da região.

Praia Itapuã

A gastronomia 

A comida da Bahia é um atrativo à parte! Não deixe de comer o famoso acarajé, aquele bolinho feito com feijão fradinho e muito tempero, bem frito no azeite de dendê. Tem barracas vendendo acarajé em toda esquina de Salvador, opção não vai faltar. 

O emblemático acarajé, prato típico da culinária baiana

Tem também o abará, outro bolinho feito com a mesma massa do acarajé, porém cozido e enrolado em folha de bananeira. Experimente um peixe vermelho frito em alguma barraca na Praia do Forte e não vá embora sem antes provar uma moqueca baiana, o vatapá, o sururu e a lambreta, iguarias muito comuns nos bares de Salvador.

O carnaval

Salvador tem um dos maiores carnavais do Brasil, e há quem diga que nenhum outro chega aos pés da energia baiana. A folia arrasta multidões atrás dos famosos trios elétricos que tocam de tudo, especialmente o típico axé. São oito dias de folia inesquecível!

E aí? Bateu aquela vontade incontrolável de curtir os sons, aromas e sabores que só Salvador tem? Então garanta já o seu voo, com até 50% de desconto, aqui na 123Milhas!

Gostou? Compartilhe:

Comentários