Onde comer em Porto de Galinhas: experimente as delícias típicas da culinária pernambucana - Blog 123Milhas
Onde comer em Porto de Galinhas: experimente as delícias típicas da culinária pernambucana

Onde comer em Porto de Galinhas: experimente as delícias típicas da culinária pernambucana

08 de janeiro de 2022

Sim: Porto de Galinhas é um destino para pessoas que procuram praias paradisíacas e águas cristalinas. Mas também a gastronomia de Pernambuco é riquíssima, e a cidade oferece diversas opções para você conhecer e apreciar o que há de melhor na cozinha local.

Da famosa buchada ao bolo de rolo, passando por sarapatel, frutos do mar, carne-seca e a tradicional cajuína, comer bem em Porto de Galinhas é tarefa fácil e diversificada. 

 

O que comer em Porto de Galinhas 

 

Baião-de-dois

Prato encontrado em todo restaurante típico da região, o baião-de-dois é um prato tradicional feito com arroz, feijão-de-corda, carne-seca e queijo coalho. Em Pernambuco, também é conhecido como Rubacão, que pode ser feito com feijão branco ou mulatinho.

 

Buchada

Talvez seja a mais emblemática das comidas pernambucanas e possa parecer “exótica demais” para muita gente. O prato  feito com o bucho (estômago do bode ou carneiro) recheado com os rins, fígado e vísceras tem sabor muito intenso e marcante. Seu paladar merece dar uma chance pra essa iguaria. 

 

Carne de sol 

Típica do Nordeste, a carne de sol tem esse nome porque, antigamente, era desidratada exposta ao sol para secar e se conservar por mais tempo. Hoje em dia, o preparo envolve acrescentar uma camada fina de sal ao corte bovino e deixar secar em um local coberto e bem ventilado. Assim o tempo de cura é mais rápido. Isso resulta numa carne mais úmida, macia e com menos sal do que a carne-seca. A carne de sol é ótima para ser desfiada e utilizada no baião de dois.  

 

Feijão-de-corda

O feijão do coração dos nordestinos é o feijão-de-corda. Também conhecido como feijão-caupi, feijão-fradinho e vários outros nomes, o feijão-de-corda é a base de muitas receitas regionais, como o tradicionalíssimo baião de dois. É menor que o feijão carioca, mais comum no Sudeste, e é mais firme. 

O baião de dois, feito com feijão-de-corda, carne de sol, queijo coalho e arroz, é um dos pratos típicos mais conhecidos de Pernambuco.

 

Onde comer em Porto de Galinhas

 

Peixe na telha 

Se a sua intenção é sentar de frente para o mar e com o pé na areia, pedir ao garçom uma cerveja gelada e  comer uma deliciosa refeição,  uma boa pedida é o Peixe na Telha. Fundado em 1991, o restaurante é um dos mais procurados da região. 

O cardápio é bem diversificado. O Arrumadão, por exemplo, é uma opção que conta com carne de sol desfiada acebolada, linguiça matuta, farofa de banana, vinagrete e arroz branco. Serve bem de duas a três pessoas e custa R$104. A casa também conta com entradas, petiscos para acompanhar a cerveja e opções vegetarianas. 

O restaurante Peixe na Telha é especializado em vários tipos de peixes grelhados.

O restaurante fica na avenida Beira Mar, 40-B Porto de Galinhas, Porto de Galinhas, Ipojuca. Abre todos os dias das 8h às 22h. 

 

Farofa Fina

Se procura um ambiente familiar, amplo, com um forró pé de serra ao vivo, boa caipirinha e comida regional, o Restaurante Farofa Fina preenche todos os requisitos. Com refeições e petiscos a partir de R$29, a casa oferece uma grande variedade de opções. 

A Bexiga Lisa, uma buchada de bode acompanhada de farofa e vinagrete, custa R$49 e serve uma pessoa. Outra pedida é o Lua Branca – baião de carne de sol cozido no leite com arroz, queijo coalho em cubos e feijão. Custa R$90 e serve duas pessoas.

Buchada de bode, muita pizza  e forró pé-de-serra são os atrativos do supercolorido restaurante Farofa Fina

O Farofa Fina funciona das 7h às 9h30 e das 11h às 22h e fica na Rua dos Navegantes, 26 – Porto de Galinhas, Ipojuca. 

 

Cabidela da Natália

Outra opção para quem está interessado na gastronomia local é o restaurante Cabidela da Natália. Com mais de 25 anos de tradição e uma receita guardada a sete chaves, o prato que batiza a casa, uma galinha com molho à base de sangue (criadas e abatidas pelos próprios donos) custa R$76. 

Em outras regiões do país, a “galinha à cabidela” é conhecida como “galinha ao molho pardo”. Para quem não quer experimentar o prato típico, há também opção de pratos com diversos frutos do mar. 

O Cabidela da Natália fica aberto das 12h às 22h. O acesso é pelo km 5,5 da PE-009, Merepe II, km 4 – Praia do Cupe

Porto de Galinhas serve muito bem quando o assunto é gastronomia. E quando falamos de praia também: veja aquelas que você tem que ir em Porto de Galinhas para conhecer as belezas dessa pérola do nordeste. 

Drones

inscreva-se para receber ofertas exclusivas!

inscreva-se para receber ofertas exclusivas!