Colunistas

Comendo ginga com tapioca no bar mais antigo de Natal

Por Nenel Neto

Natal é a cidade onde o sol brilha 300 dias no ano. Capital do Rio Grande do Norte, é conhecida pelas suas lindas praias, por suas extensas dunas de areia e pelos seus deliciosos pratos que levam camarão, castanha de caju e carne de sol.

Mas, além do camarão, existe um outro clássico do litoral potiguar: a ginga com tapioca!

Gingas são peixinhos que chegam agarrados às redes de pesca de peixes grandes. Antigamente, eles eram desperdiçados pelos pescadores.

A mais famosa ginga com tapioca é encontrada no boteco mais antigo em atividade em Natal, o Bar do Pernambuco.

Senhor Pernambuco é uma daquelas figuras folclóricas, adorado por todos na cidade.

Ele tem 95 anos, 21 filhos e 80 netos. O segredo da longevidade e da energia vem justamente de sua dieta. Seu Pernambuco afirma que, há décadas, só come peixe, tapioca e pirão de ovas.

Sujeito adorável, ele ainda está à frente do bar, que fica no Canto do Mangue, na região portuária de Natal.

Os carros-chefes da casa são justamente a ginga com tapioca e o delicioso pirão de ovas de cioba, que seu Pernambuco jura de pés juntos que não leva farinha na receita.

Basta tirar as gingas empanadas dos espetos e saboreá-las dentro da tapioca, que leva um pouco de coco fresco em seu interior.

Uma visita ao Bar do Pernambuco é obrigatória para conhecer a verdadeira Natal. O local é simples, ao ar livre e o atendimento é amigável.

O cardápio ainda oferece camarão e várias outras delícias do mar.

BAR DO PERNAMBUCO
Endereço: Praça Eng. José Gonçalves, 21 – Ribeira.
Experimente: Ginga com tapioca e pirão de ovas.