Blog 123

COMO MONTAR PACOTES INTERNACIONAIS BARATOS

Viajar é uma delícia, mas planejar a viagem é uma tarefa que não agrada a todos – ainda que exista muita gente que acredite que “o melhor da festa é esperar por ela”. Há viajantes que curtem pensar em cada detalhe, enquanto outros torcem para que alguém resolva tudo e só lhe diga o quanto deve ser pago. É por isso, inclusive, que as agências de viagem fazem tanto sucesso, fechando roteiros específicos em pacotes, sobretudo para destinos internacionais.

E é justamente ser internacional que torna o processo de planejamento ainda mais desafiador para quem resolve programar o passo a passo da aventura por conta própria.

Se você está querendo fechar um pacote de viagens, saiba que essa opção geralmente inclui passagens e traslados, hospedagem, passeios, alimentação e até guias. Tudo isso fica sob a responsabilidade da agência de viagens e, por isso, há quem goste de ressaltar que essa comodidade tem seu preço.

Porém, a ampla oferta de pacotes permite que você contrate um serviço adequado às suas preferências, apesar de essa adequação nunca ser, realmente, personalizada ao seu bolso.

A boa notícia, que nos fez parar, pensar e pesquisar o assunto desse post, é que é possível aproveitar os benefícios da agência montando um pacote internacional que não pese no seu orçamento de viagem. Dessa forma, você pode planejar conhecer muito mais lugares, mesmo se tiver que apertar um pouquinho em cada um deles.

Às vezes, o planejamento é tão bom que essa preocupação (com apertar para caber tudo) nem procede. Quer saber como isso é possível? Continue a leitura e confira dicas que vão fazer a diferença na sua viagem!

Dica #1: Pesquise, pesquise e pesquise

 

Essa dica deve ser entendida como uma regra para o sucesso de qualquer viagem: pesquisar é quase que obrigatório para um bom roteiro final.

Já te contamos da ampla oferta de pacotes que são disponibilizadas em formatos e valores diferentes por várias agências de viagem. Para fazer a melhor escolha, busque recomendações de amigos que já contrataram esse tipo de serviço, faça pesquisas por conta própria e confira a reputação das agências que chamarem a sua atenção.

Você pode inclusive consultar o Cadastur, serviço do Governo que oferece informações sobre prestadores de serviços de turismo.

Reúna informações para se certificar de que o barato não saia caro e que você, de fato, encontre o serviço que se adeque tanto ao seu bolso quanto aos seus interesses para a viagem.

Young worker looking holiday webs Young worker looking holiday webs

Dica #2: Análise os serviços ofertados

 

Diferentes agências de turismo oferecem diferentes pacotes de viagem internacional para um mesmo destino. E cada pacote tem suas especificidades, podendo ter propostas diferentes quanto aos serviços ofertados.

Nesse sentido, vale verificar se o valor cobrado para cada pacote realmente é condizente com aquilo que ele promete. E, ainda, analisar os serviços para garantir que você escolha o que seja mais econômico dentro das suas possibilidades.

Por exemplo, a agência pode ter pacotes similares sendo um com alimentação all inclusive e outro apenas com o café da manhã. Pode, ainda, ter um pacote que inclua o traslado entre aeroportos ou deixe em aberto a opção para que o contratante arque separadamente com os custos de táxi.

A atenção a esses detalhes é crucial para que você avalie aquilo que melhor te atende e monte um pacote mais econômico, de acordo com suas possibilidades e interesses.

Dica #3: Viaje fora de temporada

 

Essa dica é bastante conhecida daqueles que estão sempre atentos a formas de economizar em viagens – e serve tanto para quem vai fechar com agência quanto quem vai roteirizar por conta própria. Passeando por aí, é bem provável que você já tenha sentido no bolso a diferença de preços da alta para a baixa temporada.

É possível encontrar variações em diversos “produtos turísticos”, desde a água de coco na praia ao valor do ingresso diário em algum dos parques da Disney. Portanto, é claro que a época do ano escolhida para a sua viagem também influencia no quanto você vai gastar para montar um pacote da sua viagem internacional.

Nesse sentido, é importante ter atenção ao seu destino. Vale lembrar, por exemplo, que as férias escolares no Brasil não coincidem com as férias escolares em outros países, principalmente em outros continentes. E, com isso, o que parece baixa temporada aqui pode ser alta temporada por lá!

Shot of a group of friends planning their round-the-world trip Shot of a group of friends planning their round-the-world trip

Dica #4: Faça planos com antecedência

 

Outro fator relevante para que você consiga montar um pacote de viagem internacional barato é planejar e contratar os serviços com antecedência. É difícil escapar do fato de que, quanto mais em cima da hora, maiores as chances de se pagar mais caro – inclusive nas passagens aéreas.

No caso de viagens para fora do país é preciso considerar, também, a oscilação do valor do Real perante as outras moedas. Isso pode influenciar os custos das operadoras de viagem e, consequentemente, refletir no valor dos pacotes oferecidos pelas agências.

Além disso, ter tempo para acompanhar as opções de pacote abre a possibilidade de que você se depare com outras ofertas promocionais e contrate o serviço por valores ainda mais baixos.

Ficou animado para montar seu pacote ou contratar uma agência, mas não faz a menor ideia de para onde ir? Dê uma olhadinha na nossa lista de 10 viagens que combinam com cada signo. Se anda indeciso, deixe que os astros decidam! Você pode se surpreender – e querer planejar novos destinos internacionais rapidinho!

Gostou? Compartilhe:

Comentários