Colunistas

Festas, gastronomia e história: esta é Hvar, na Croácia

Por Marcello Oliveira

Festas, gastronomia e história: esta é Hvar, na Croácia. Uma ilha paradisíaca, no meio do Mar Adriático e cercada por um mar verde. O lugar é considerado o mais ensolarado de todo o continente europeu e este é só mais um dos motivos que faz a ilha atrair milhares de turistas todos os anos.

Seus 11 mil habitantes vivem em uma área total de 300 km², mas os visitantes fazem esse número dobrar com facilidade, principalmente nos meses de verão, quando as altas temperaturas fazem um convite para curtir as praias e festas ao ar livre.

Patrimônio da UNESCO, Hvar tem mais de 2400 anos, é uma das cidades mais antigas de toda a Europa e é nessa cidade onde fica o teatro público mais antigo do velho continente.

Como chegar

Atualmente o único meio possível para se chegar na ilha croata é através de balsas. O caminho mais fácil e rápido é a partir da cidade de Split. Quando desembarquei no aeroporto da cidade ainda havia a opção de ir de hidroavião, operado pela empresa croata European Coastal Airlines, que fazia o trajeto Split-Hvar regularmente e em alguns minutos. Sem dúvidas seria a opção com o melhor visual possível, uma atração à parte. Mas a empresa entrou em falência e encerrou suas atividades. Mesmo assim, na ocasião eu optei por alugar um carro e seguir com ele na balsa.

A travessia dura pouco mais de duas horas e custa cerca de 35 Euros. Se não levar carro, a passagem por pessoa custa 6 Euros, podendo variar de acordo com a época.

Fila de carros para embarcar na balsa de volta ao continente: são apenas dois horários por dia para Split e o embarque é por ordem de chegada, se planeje

O que fazer?

Três dias em Hvar é pouco. Se você quer aproveitar tudo, reserve pelo menos cinco dias, especialmente se você chegar numa época de sol, o que em comparação com o restante da Europa, é até comum. São em média 280 dias completamente ensolarados por ano em Hvar, bem acima da média europeia. Além das praias, que iremos abordar mais à frente, a história é um grande chamariz.

Festas, gastronomia e história: esta é Hvar, na Croácia

Construções medievais no centro da ilha

Para os amantes de arte, cultura e história, há pelo menos dois castelos que valem a pena conhecer. Não deixe a ilha sem conhecer o convento Beneditino e o trabalho artesanal das freiras na fabricação de rendas de ágava, um trabalho sem interrupção há mais de 100 anos. A praça principal de Hvar, que fica perto do porto é a São Estevão, que abriga a igreja de mesmo nome, o padroeiro da cidade. A praça é revestida em mármore, o que dá um ar clássico e ao mesmo tempo original ao local. A catedral que lá fica foi construída em estilo renascentista e conta com uma imponente torre gótica.

Praias

Tudo bem que o centro histórico é um grande convite para conhecer a ilha de Hvar, mas convenhamos que ninguém chega apenas por causa das belezas arquitetônicas. As praias dessa cidade medieval trazem uma refrescante opção de lazer irresistível até mesmo aos historiadores mais aficionados com a arquitetura local.

Basta circular pela ilha e escolher onde parar para aproveitar o dia. Cada canto é mais bonito que o outro então ir para um local agradável não será tarefa difícil. Mas como as praias são de pedras que podem incomodar os pés, minha dica, caso você seja praieiro, é comprar um par de sapatilhas para caminhar na orla sem preocupação.

Festas, gastronomia e história: esta é Hvar, na Croácia

Pedras soltas na praia pode ser um inconveniente, mas uma sapatilha apropriada resolve o problema

Os calçados especiais, inclusive, são vendidos em minimercados da região. Para desfrutar de cada canto da ilha, um carro é muito importante para explorar tudo aproveitando bem o dia, daí minha opção em alugar um veículo em Split e seguir com ele na balsa até a ilha.

Esportes

Uma ilha com tantos atrativos naturais também pede boas opções de práticas esportivas, que acabam se traduzindo em muito prazer e diversão. O Mar Adriático é um dos mais limpos do mundo e suas águas cristalinas em um lindo tom azul já despertam o desejo de cair na água, seja apenas como banhista e saltando de uma das plataformas instaladas nas praias ou seja mergulhando. E não importa se você é um mergulhador experiente ou apenas um novato no esporte: a atividade é bem democrática. Instrutores da ilha oferecem passeios alternativos para todo tipo de mergulhador.

Praias possuem plataformas na água para entreter crianças e adultos

Mas com 98 km de estradas pavimentadas, 68 km de comprimento, 10 km de largura e 50 km de estrada de terra, o cicloturismo, que já era famoso na Croácia continental, acabou virando febre também em Hvar. A rotas disponíveis para pedalar podem ser pesquisadas junto ao staff dos hoteis, que irá te indicar a melhor rota para você de acordo com sua idade e preparo físico.

Vida noturna

Hvar ganhou fama de ser a Ibiza da Croácia. E o melhor: com preços muito mais convidativos do que os da ilha espanhola. Hvar hoje tem festas e baladas no mesmo nível das de Ibiza, com artistas convidados de diversas partes do mundo.

Festas famosas fazem Hvar ser conhecida como a Ibiza do Mar Adriático

Algumas pequenas ilhas em volta de Hvar acabam virando uma grande balada ao ar livre e que vira a noite toda, especialmente no verão. Os organizadores que vendem os convites das festas também providenciam o transporte por lancha até a ilha vizinha para a festa, além do “pré-party”.

Festas, gastronomia e história: esta é Hvar, na Croácia

Imponentes iates ancorados na marina no centro de Hvar servem como “esquenta” antes da festas que agitam a ilha

Também são comuns em Hvar as festas que acontecem durante o dia na beira da praia como a “Hula Hula Beach Club”, uma das mais badaladas de Hvar.

Hula- Hula: uma das baladas de praia da ilha

E sabe qual é a grande vantagem dela sobre as festas de Ibiza? É que essa festa não cobra absolutamente nada de entrada, apenas a consumação, enquanto uma festa similar em Ibiza custaria, apenas para entrar, algo em torno de 60 Euros.

Gastronomia

A gastronomia adriática é uma das mais saborosas do mundo. Rica em mariscos e frutos do mar, as opções são várias e sempre muito frescas.

Pescados do dia vão do barco direto para as cozinhas dos restaurantes da ilha: pratos sempre frescos

Do barco dos pescadores, os camarões e lagostas vão direto para os restaurantes da ilha instantes antes do preparo para almoço e jantar. E o melhor: sem receber uma conta assustadora ao fim da refeição.

Festas, gastronomia e história: isto é Hvar, na Croácia

Rica gastronomia adriática é a base de mariscos

Não tem como fugir de frutos do mar no almoço, no jantar ou na praia como tira-gosto

Onde ficar

O cardápio de locais para se hospedar em Hvar é tão amplo quanto o dos restaurantes. Os valores são bem atrativos quando comparado com outras regiões da Europa. A Kuna, moeda local (a Croácia está fora da zona do Euro) está desvalorizada. Atualmente, 1 Euro vale quase 8 Kunas, então o nosso dinheiro acaba rendendo mais em Hvar do que em Paris, por exemplo. O site 123milhas filtra pra você as melhores opões e você paga tudo em real. Uma excelente dica para quem não quer arriscar a procurar um local para dormir somente quando chegar na ilha. Há opção de hotel 4 estrelas por R$ 315 a diária. Valor muito mais em conta do que uma noite em Barcelona ou em Londres. Para os mochileiros ou aqueles que querem uma boa interação com os outros viajantes e gastando pouco, a ilha oferece boas opções de hostel a preços populares.

Hvar é um local que sempre está na minha lista de lugares para “revisitar”, mesmo depois de ter conhecido Ibiza, a tradicional ilha das melhores festas do mundo, que inclusive falarei em outra coluna.