Lugares para conhecer

O que fazer em Chapada dos Veadeiros: pontos turísticos e passeios

O interior do estado de Goiás abriga uma região que já foi nomeada Patrimônio Mundial da UNESCO pela sua biodiversidade tão única e rica para a humanidade.

Estamos falando dos mais de 240 mil hectares de cerrado que abrangem o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Dividido entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Nova Roma e São João d’Aliança, o local é um belíssimo destino para o ecoturismo.

Por isso o Conexão123 vai te mostrar como aproveitar esse lugar! Confira o que fazer na Chapada dos Veadeiros!

 

Você vai ler sobre 

 

Passeios na Chapada dos Veadeiros 

Se você ama curtir a natureza, seja para uma boa aventura ou momentos de descanso e lazer, o passeio na Chapada dos Veadeiros é o destino perfeito para uma viagem inesquecível.

Trilhas espetaculares em meio ao cerrado do Centro-Oeste brasileiro e deliciosos mergulhos em cachoeiras e piscinas naturais de águas termais na Chapada dos Veadeiros aguardam os visitantes da reserva. Um encantador nascer do sol no mirante completa a experiência e conquista qualquer bom apreciador da natureza.

Tudo isso sem contar o clima pacato do interior e os deliciosos pratos típicos da região, como uma boa galinhada com angu de milho verde ou um refrescante sorvete de pequi para aliviar o calor!

Sentiu água na boca? Aproveite e confira o que o Conexão123 preparou para você sobre onde comer na Chapada dos Veadeiros!

Cachoeiras e trilhas na Chapada dos Veadeiros

Os maiores atrativos da reserva natural são as belíssimas cachoeiras da Chapada dos Veadeiros, que ficam espalhadas pela região e alcançam até mesmo outras cidades próximas à área preservada.

 

IMAGEM 1

 

A mais famosa delas é a Cachoeira Santa Bárbara, no povoado de Kalunga, situado na cidade de Cavalcante e parte dos principais roteiros turísticos da região. Porém, existem várias outras atrações tão belas quanto.

Algumas com mais de 100 m de altura, outras com poços que lembram as águas azuis do Caribe ou as que promovem um belo espetáculo de queda d’água. O fato é que a reserva oferece tantas cachoeiras, que é impossível conhecer todas.

Por isso, vamos mostrar como montar um roteiro com o qual você possa aproveitar o passeio por toda essa beleza natural da melhor forma possível! Inclusive, com base neste guia, você já pode escolher uma boa pousada na Chapada dos Veadeiros para curtir ainda mais sua viagem.

 

Alto Paraíso de Goiás – Cachoeiras e trilhas do Parque Chapada dos Veadeiros

No interior de Goiás, a 230 km de Brasília, Alto Paraíso é a cidade mais agitada entre as que compõem o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, pois oferece mais opções de qualidade em hospedagem, alimentação e comércio.

Se você deseja saber como encontrar os melhores restaurantes e desfrutar da culinária goiana, veja a matéria do Conexão123 sobre lugares para comer na Chapada dos Veadeiros.

Outra característica que  atrai muitos viajantes é o turismo esotérico, pois a cidade é conhecida no meio holístico como um local propício para observação de óvnis.

Entre as opções do que fazer na Chapada dos Veadeiros partindo de Alto Paraíso, a principal delas é a Catarata dos Couros, que possui uma belíssima queda d’água e poços para os visitantes se refrescarem.

Muitos pontos turísticos podem ser visitados a partir do município. Alguns deles também fazem parte da rota da Vila São Jorge, que você vai conhecer mais para frente. Mas confira agora outras cachoeiras da cidade que também são muito visitadas:

A Cachoeira dos Cristais é excelente para passeios em família. As trilhas são consideradas com baixo nível de dificuldade e uma atração à parte, pois possuem diversas quedas d’água.

Algumas formam piscinas naturais ao longo do caminho, outras, piscinas térmicas em meio à vegetação fechada do cerrado, um cenário que encanta a todos.

IMAGEM 3

 

Já o poço da cachoeira é raso, perfeito para as crianças se divertirem ou mesmo para os adultos que não sabem nadar. O local também conta com um restaurante, loja de souvenir, banheiros, mesas e alguns decks de madeira para relaxar ou contemplar o sol se pôr na cachoeira.

Para chegar à cachoeira, basta seguir a sinalização por 8 km até o local, onde os visitantes encontram um estacionamento. Graças ao fácil acesso, não é necessária a contratação de guia turístico.

O ingresso custa R$ 20 por pessoa e, além da Cachoeira dos Cristais, o visitante pode explorar as belezas naturais próximas.

A Cachoeira Loquinhas está localizada na Fazenda Loquinhas. Este é outro ponto muito frequentado por famílias que têm crianças. No local é possível ingressar em trilhas para visitar outras 18 cachoeiras na região.

Além de também contar com fácil acesso, a queda d’água oferece diversas opções de banho e ainda abriga os famosos macaquinhos, que embora selvagens, estão adaptados à presença de turistas e até posam para as fotos!

O trajeto possui três trilhas com 2,2 km de extensão e várias paradas para curtir as piscinas naturais que se formam no caminho. As cachoeiras que compõem o complexo podem ser melhor exploradas nos períodos de chuva, quando todos os poços ficam cheios.

As trilhas são tranquilas e bem sinalizadas. Para chegar à entrada da cachoeira, basta percorrer o caminho do centro de Alto Paraíso por 4,4 km de estrada até  o portal da fazenda, que possui estacionamento.

O ingresso para curtir a atração custa R$ 30 por pessoa, mas crianças até 12 anos não pagam. Apesar da boa infraestrutura, a  propriedade não possui restaurante. Porém, é possível voltar ao centro da cidade para realizar refeições.

A Cachoeira Poço Encantado conta com queda d’água de 38 m e uma piscina de águas cristalinas que forma o Poço Encantado. Ela fica entre Alto Paraíso e Cavalcante, as duas cidades base que compõem o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

Com boa estrutura, o local oferece restaurante, lanchonete, banheiros, hospedagem e até aluguel de pranchas para a prática de stand up paddle, atraindo muitas famílias e turistas interessados na atividade.

A cachoeira ainda forma uma prainha de areais brancas, mais rasa, onde as crianças costumam brincar à sombra das árvores.

O Poço Encantado fica a caminho da cidade de Cavalcante, a 52 km de Alto Paraíso pela estrada GO-118. Ao chegar à propriedade, a cachoeira está a 5 minutos da sede, com acesso muito fácil.

Há apenas uma lanchonete aberta todos os dias e um restaurante que só abre nos dias de muito movimento. A visita dispensa o acompanhamento de um guia e o ingresso custa R$ 20 por pessoa.

Essas são as melhores e mais visitadas cachoeiras da Chapada dos Veadeiros, uma vez que possuem acessos mais tranquilos e infraestrutura para quem deseja passar o dia curtindo o local.

Já para os mais aventureiros, a dica é adentrar a Chapada pelas trilhas, também sinalizadas, que levarão às Cachoeiras Macaquinhos, Cachoeiras Anjos e Arcanjos e à Trilha da Cachoeira Sertão Zen.

 

Vila de São Jorge – Trilhas e cachoeiras na Chapada dos Guimarães

A rústica Vila São Jorge fica a apenas 37 km de Alto Paraíso. Em meio a suas ruas de terra e clima sossegado está a entrada oficial do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

A vila não possui uma infraestrutura tão boa quanto é possível encontrar em Alto Paraíso. Por isso, os turistas preferem se hospedar na cidade e percorrer em média 36 minutos para chegar às atrações do Parque, que fica no município.

Entre as preferidas estão:

Com uma das paisagens mais belas e visitadas do parque, o Vale da Lua possui corredeiras entre as pedras lapidadas pelo Rio São Miguel, perfeitas para mergulho no período de seca, quando as águas mais rasas não oferecem perigo.

O ingresso para curtir a atração custa R$ 20 e não é necessário ser acompanhado por guia turístico.

A Trilha e Cachoeira Carrossel é deliciosa para um banho refrescante nas águas geladas para aliviar o clima quente. A caminhada até o salto é de 4,5 km e passa por belas paisagens do cerrado, com mirantes de contemplação ao longo do trajeto. O ingresso para a trilha e a cachoeira custa R$ 18 por pessoa.

A Trilha dos Cânions com passagem para a Cachoeira da Carioca totaliza 12 km de ida e volta. O percurso é considerado tranquilo e inclui uma parada para um banho refrescante. O ingresso custa R$ 18 por pessoa.

 

IMAGEM 2

 

A Travessia das Sete Quedas possui nível médio de dificuldade e 23 km de percurso. A trilha é feita em 2 dias, por isso é destinada aos viajantes que têm a possibilidade de pernoitar num acampamento dentro do parque.

Sendo assim, é necessário agendar a passagem pela travessia, pois o camping só comporta 30 pessoas. O valor para curtir a aventura é R$ 30 por pessoa e o agendamento é feito no próprio parque.

Por ser um local rico em ouro, a Trilha da Cachoeira do Segredo esteve durante anos escondida por garimpeiros. Hoje a cachoeira é uma das mais belas atrações turísticas da reserva, com trilhas bem sinalizadas, repletas de piscinas naturais e decks para mergulho e banho de sol.

Ao chegar à cachoeira, a paisagem consegue ser ainda mais deslumbrante, graças à queda d’água de quase 100 m que molda o cânion coberto pela vegetação verdinha.

Os visitantes também podem aproveitar o banho na Cachoeira do Segredo, que costuma ter água límpida e gelada. Os ingressos para a visitação custam entre R$ 35 e R$ 40 e os percursos não necessitam de guia.

As Cachoeiras Almécegas I, II e São Bento estão nas lista das mais visitadas pelos turistas. Encontram-se na Fazenda São Bento e podem ser percorridas em apenas um dia.

Apesar da pouca distância entre elas, cada uma possui características únicas e vale muito a pena conhecer. A trilha para Almécegas I é de nível médio, mas chegando no mirante – que oferece uma bela visão da queda d’água de 45 m – a descida fica um pouco mais difícil.

Porém, subir de volta é uma tarefa ainda mais árdua, por isso o ideal é ter um bom preparo físico e seguir em frente. O poço da cachoeira é bem profundo, mesmo assim, os mais seguros arriscam um mergulho!

Já a trilha para a Almécegas II é mais fácil. São apenas 300 m para chegar à cachoeira que possui 8 m de altura e, por ser mais baixa, permite tomar um pouco de sol nas pedras.

Ambas as cachoeiras têm trilhas sinalizadas, com bancos para descanso e são autoguiadas, por isso dispensam a ajuda de um guia. A taxa de visitação é de R$ 40 por pessoa.

A Fazenda São Bento fica a 8 km de Alto Paraíso, rumo à Vila de São Jorge pela GO-239, onde há uma entrada à esquerda que leva à portaria da propriedade.

Para chegar à Cachoeira Almécegas I, serão mais 3 km de estrada de terra e 1 km de trilha (ida). Já para a Cachoeira Almécegas II serão mais 5 km de estrada de terra e apenas 300 m de trilha (ida) do estacionamento.

O Mirante da Janela é formado por pedras no alto de uma montanha que oferecem uma vista espetacular. Ao longo da trilha, é possível avistar a Cachoeira do Abismo, que no período de chuva cria uma paisagem toda especial de piscinas naturais observadas de cima.

A trilha possui 8 km e o nível de dificuldade pode variar entre médio e difícil, tendo a vista como maior recompensa para os visitantes.

O ingresso para a aventura custa R$ 18 por pessoa.

As minas de águas termais na Chapada dos Veadeiros proporcionam piscinas naturais com temperaturas entre 28ºC e 30ºC, em que os turistas podem relaxar bastante.

Por estarem em uma propriedade privada a 10 minutos da Vila São Jorge, os visitantes precisam pagar uma taxa de R$ 25 por pessoa para permanência de 2 horas.

​As piscinas termais estão disponíveis para o público diariamente das 9h às 19h, sem necessidade de realizar reserva.

 

Jardim de Maytrea

Entre Alto Paraíso e São Jorge existe um campo cerrado com uma paisagem icônica que representa muito bem a Chapada dos Veadeiros. Trata-se do Jardim de Maytrea.

Cercado por um belíssimo cenário de morros e montanhas, o jardim faz parte do Parque Nacional e preserva campos floridos de chuveirinho e buritis, vegetação típica do cerrado.

 

IMAGEM 4

 

O acesso ao interior não é permitido aos visitantes, uma vez que o local abriga  espécies centenárias. Porém, mesmo de fora, os carros formam filas quilométricas para contemplar o esplendor do jardim ao pôr do sol, e claro, fazer um registro fotográfico bem especial. 

O Jardim de Maytrea fica às margens da GO-239, entre Alto Paraíso e Vila São Jorge. Ao avistar o Morro da Baleia, fique atento a uma discreta placa informando o local exato.

Serão em média 20 km de percurso vindo de Alto Paraíso e 16 km vindo de São Jorge.

 

Cavalcante – Cachoeiras e trilhas do Parque Chapada dos Veadeiros

A cidade conta com algumas das mais belas cachoeiras da Chapada dos Veadeiros, porém não possui uma infraestrutura tão completa para o turismo quando comparada à cidade vizinha, Alto Paraíso.

Lá é possível encontrar uma das mais incríveis atrações do parque, a Cachoeira Santa Bárbara, famosa por render lindas fotos nas águas azuis-piscina desse paraíso.

Outras quedas d’água também despertam a atenção dos turistas que se dispõem a explorar mais atentamente a cidade, entre elas estão: a Cachoeira Candaru, Cachoeira da Capivara, Cachoeiras do Complexo do Prata, Cachoeira Santa Maria, Cachoeira São Bartolomeu e Cachoeira Veredas.

 

Como chegar ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Como já citamos, a entrada oficial do parque fica na Vila São Jorge, a 37 km de Alto Paraíso, cidade em que a maioria dos turistas prefere ficar hospedada por conta de sua boa infraestrutura.

Se você deseja saber mais sobre onde ficar durante sua visita ao parque para aproveitar os melhores locais da região, confira as dicas do Conexão123 sobre pousada na Chapada dos Veadeiros.

Uma vez na Vila São Jorge, são mais 1.000 m de percurso numa estrada de terra até a entrada do complexo, onde é possível estacionar mediante o pagamento de uma taxa de R$ 15 por veículo.

Você também pode deixar o carro no centro da vila e seguir a pé até a entrada. Uma vez na portaria, os visitantes contam com um Centro de Atendimento aos Turistas que reúne todas as informações sobre o parque.

A partir daí, basta seguir o trajeto de cor vermelha e começar a exploração pelo caminho que leva até a Trilha dos Cânions. Por conta do investimento em percursos autoguiados, não é mais obrigatória a contratação de um guia.

Assim, os turistas podem curtir as trilhas por conta própria. O acesso a todas elas tem um custo de R$ 18 por pessoa.

 

O que fazer à noite na Chapada dos Veadeiros

Como já informamos, a cidade que comporta boa parte do Parque Nacional e possui melhor infraestrutura para hospedagem, alimentação e comércio é Alto Paraíso de Goiás.

 

IMAGEM 5

 

Lá é possível curtir um clima de interior e conhecer as lojinhas de artesanato na Praça do Artesão ou saborear as delícias da culinária do Centro-Oeste brasileiro nos bares e restaurantes.

Na Vila São Jorge existem também algumas opções de restaurantes.

 

Como montar um roteiro de viagem para a Chapada dos Veadeiros

Em uma viagem de poucos dias, é possível conhecer as principais trilhas e cachoeiras da Chapada dos Veadeiros. Porém explorar toda a extensão do parque levaria muito mais tempo.

Por isso, a nossa dica é listar os lugares que lhe chamaram mais atenção e combinam mais com seu estilo de viagem: aventureiro, pacato ou familiar.

E associando essas dicas com as matérias que preparamos para você saber onde comer e se hospedar na Chapada dos Veadeiros, fica fácil montar um roteiro completo, prático e exclusivo para sua viagem!

 

 

Respostas123

1: O que fazer na Chapada dos Veadeiros em quatro dias?

  • Dia 1: Cachoeiras Almécegas I, II e São Bento
  • Dia 2: Mirante da Janela
  • Dia 3: Cachoeira Santa Bárbara
  • Dia 4: Vale da Lua

2: O que fazer na Chapada dos Veadeiros gastando pouco?

  • Planeje sua viagem com antecedência;
  • Prefira pacotes de viagem com passagem mais hospedagem, para economizar;
  • Dê preferência aos passeios mais baratos e mais próximos à seu alojamento;
  • Evite trilhas e cachoeiras que necessitem de guias, assim você elimina esse custo;
  • Leve lanches na mochila.

3: Qual a melhor cidade para se hospedar na Chapada dos Veadeiros?

  • Alto Paraíso: possui a melhor infraestrutura em comércio, pousadas, bares e restaurantes;
  • São Jorge: uma vila rústica a 37 km de Alto do Paraíso, onde fica a entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros;
  • Cavalcante: menos turística, sua principal atração é a Cachoeira de Santa Bárbara.