Todos

Pisa – Torre e algo mais

Por Raphael Ursino

Quem nunca teve vontade de tirar aquela clássica foto “segurando” a famosa Torre de Pisa? E foi justamente pensando em ter uma foto dessas no meu álbum é que decidi conhecer essa pequena cidade localizada na região da Toscana, na Itália, onde nasceu o famoso físico e astrônomo Galileu Galilei.

Pisa fica a pouco mais de 330 km de distância da capital Roma, de onde peguei o trem. A viagem durou cerca de duas horas e meia, antes do desembarque na Estação Central de Pisa.

O meu hotel ficava a uns 15 minutos da Piazza dei Miracoli, a principal de Pisa. Apesar da ansiedade de conhecer logo o mais cobiçado atrativo turístico da cidade, aproveitei a minha caminhada até lá para descobrir o que mais o lugar oferecia. Atravessei uma ponte sobre o Rio Arno, que possui 241 km de extensão, passando também pela cidade de Florença. Tirei algumas fotos e segui andando.

Rio Arno

Rio Arno

 

Caminhei mais um pouco e, de repente, ainda de longe, pude avistar a tão famosa torre branca de mármore, com seus 60 metros de altura e 5,5 graus de inclinação, a Torre de Pisa. Criada para ser a Torre Campanária da Catedral, onde ficam os sinos da igreja, só ficou famosa por um erro de projeto, o que fez com que ela começasse a se inclinar antes mesmo de finalizada, quando ainda tinha apenas três, dos oito andares planejados.

Torre de Pisa

Torre de Pisa

 

Diferentemente do que muitos falam, o lugar não estava tão lotado de turistas disputando o melhor ângulo para a foto perfeita na torre. Por isso, consegui fazer belos cliques. Eu não subi os quase 300 degraus da escada que leva até o topo, mas dizem que a vista compensa o esforço. Realmente, essa construção é lindíssima e só ela já vale a viagem.

Entrada da Torre de Pisa

Entrada da Torre de Pisa

 

Durante a noite, a Torre de Pisa fica iluminada

Durante a noite, a Torre de Pisa fica iluminada

 

Piazza dei Miracoli

A cidade de Pisa possui uma riqueza arquitetônica imensa, que vai muito além da torre que, na verdade, faz parte de um belo complexo na Piazza dei Miracoli (Praça dos Milagres), que tem também as seguintes atrações:

Duomo de Pisa (Catedral de Pisa)

Enquanto muitos tentam a foto perfeita na torre, bem ao lado dela fica uma bela e imponente igreja de mármore dedicada à Virgem Maria, a Catedral de Pisa. O seu interior é fantástico. Dizem que foi observando a luminária desta igreja Galileu iniciou seus estudos sobre o movimento do pêndulo. Será?

 

Piazza dei Miracoli

Piazza dei Miracoli – Catedral de Pisa e Torre de Pisa

 

Luminária de Galileu - Catedral de Pisa

Luminária de Galileu – Catedral de Pisa

 

Batistério de Pisa

Mais à frente, fica o Batistério, um monumento superinteressante, também de mármore, construído em homenagem a São João Batista.

 

Batistério de Pisa

Batistério de Pisa

Cemitério Monumental (Camposanto)

Ainda na praça, avistei um enorme muro branco de mármore que, na verdade, é um cemitério. Ele já foi considerado o primeiro museu ao ar livre da Itália, por suas diversas pinturas e esculturas espalhadas pelo local. O cemitério também abriga muitos sarcófagos romanos. Vale muito a visita.

Pátio interior do Campo Santo

Pátio interior do Campo Santo

 

Todas essas atrações da Praça dos Milagres ficam na parte interna dos muros construídos para proteger o centro religioso da cidade. Este complexo arquitetônico é tão bonito e importante, que em 1987 se tornou Patrimônio Mundial da UNESCO. Valeu muito a pena conhecer Pisa!

Muralha de Pisa

Muralha de Pisa