Lifestyle

Restaurantes veganos e vegetarianos pelo mundo

Você sabe o que é o Dia Mundial Sem Carne? A data é celebrada em 20 de março e foi criada em 1985, nos Estados Unidos, pela ONG FARM. Foi criado para conscientizar as pessoas sobre os impactos do consumo de carnes e os benefícios de comer mais frutas, verduras e vegetais. Para comemorar, a 123milhas selecionou os melhores restaurantes veganos e vegetarianos pelo mundo! Que tal planejar uma viagem para conhecer?

Segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira, ao deixar de consumir carne por um dia, você poupa 24 metros quadrados de terra, deixa de emitir 11kg de CO2 e economiza 60 litros de água. No Dia Mundial Sem Carne, diversos restaurantes fazem promoções ou campanhas especiais para atrair mais clientes e divulgar seus pratos.

Vegano vs. vegetariano: qual é a diferença?

Muitas pessoas se perguntam qual é a diferença entre veganos e vegetarianos, e nem imaginam que existem outras classificações. Antes de tudo, é importante estabelecer que o veganismo é um estilo de vida, que vai muito além da alimentação. Pessoas veganas não comem ou usam nada de origem ou testado em animais, incluindo roupas, cosméticos, produtos de higiene e limpeza, mel, etc.

O vegetariano estrito deixa de fora do prato tudo o que vem dos animais: carne, frango, peixe, ovo e leite. Dentro desse grupo, há os ovolactovegetarianos (que consomem ovo e leite), os lactovegetarianos (apenas leite) e os ovovegetarianos (apenas ovo). Como são termos parecidos, é mais usual se identificar como vegano ou vegetariano.

“Mas nem peixe?” é uma pergunta que todo vegetariano já ouviu. A dieta vegetariana exclui todos os tipos de carne, incluindo peixes e frutos do mar. No caso de quem come apenas os pescados, também há um nome: pescetarianismo.

Quem não consome leite pode usar os de origem vegetal, geralmente feitos de castanhas

Quem não consome leite pode usar os de origem vegetal, geralmente feitos de castanhas

 

Países mais vegetarianos do mundo

Os países com mais vegetarianos no mundo são:

1º lugar: Índia, com 38% da população
2º lugar: Israel, com 13% da população
3º lugar: Taiwan, com 12% da população
4º lugar: Itália, com 10% da população
5º lugar: Áustria, com 9% da população

De acordo com o Google Trends, os países que mais tiverem interesse no estilo de vida vegano nos últimos anos foram:

1º lugar: Reino Unido
2º lugar: Austrália
3º lugar: Nova Zelândia
4º lugar: Canadá
5º lugar: Irlanda

Diversos restaurantes vegetarianos priorizam ingredientes da época para montar o cardápio

 

Melhores destinos para veganos e vegetarianos

Quem tem alguma restrição alimentar sabe como pode ser difícil encontrar bons restaurantes em outras cidades, principalmente quando você não conhece bem o local. Por sorte, diversos destinos estão se adaptando e oferecendo mais opções para os que não consomem alimentos de origem animal e conseguem comer bem e por valores acessíveis. Veja quais são os melhores lugares para veganos e vegetarianos viajarem.

 

Londres (Inglaterra)

Londres é um paraíso para pessoas veganas. Segundo a plataforma HappyCow, que conta com um guia de estabelecimentos para aqueles que seguem uma dieta plant based (em tradução livre para “baseada em plantas”), a capital britânica ultrapassou a marca de 100 restaurantes veganos em 2017. O veganismo por lá é bastante popular: cerca de 5% da população do Reino Unido é vegana, segundo o The Vegan Society.

Foi em Londres que surgiu a primeira loja exclusiva para queijo sem origem animal, a La Fauxmagerie.

A primeira loja só de queijos veganos surgiu em Londres

A primeira loja só de queijos veganos surgiu em Londres

 

Bangkok (Tailândia)

O consumo de frutas, verduras e vegetais é muito grande em Bangkok, na Tailândia, e, por isso, é fácil achar opções sem carne. Devido ao budismo, várias pessoas evitam ou não consomem produtos de origem animal. Porém, é importante se certificar de que o prato não é feito com caldo de peixe, um ingrediente bem comum por lá e que nem sempre é especificado no cardápio.

Há cerca de 67 restaurantes vegetarianos e 42 veganos na cidade.

 

Tel Aviv (Israel)

Israel também é ótima para quem não come carne. É o país com mais veganos no mundo, com cerca de 5% a 8% da população adepta, e boa parte mora na capital Tel Aviv. A estimativa é que existam 36 restaurantes que não usam nada de origem animal, com opções de culinária isralense, mediterrânea e do Oriente Médio.

 

Nova York (Estados Unidos)

Nova York é uma cidade com grande variedade gastronômica, você dificilmente não encontrará algum tipo de comida por lá. Existem cerca de 110 restaurantes veganos, que se destacam pelos preparos criativos e pratos saborosos. Há estabelecimentos especializados em massas, de culinária asiática, cafeterias, junk food, etc.

Existem diversas pizzas veganas

Existem diversas pizzas veganas

 

Berlim (Alemanha)

A capital alemã também é um ótimo destino para veganos e vegetarianos. Há quase 400 restaurantes que não usam ingredientes de origem animal e, mesmo os que servem, costumam ter um cardápio inclusivo. É bem comum ver a palavra “vegan” escrita na porta dos estabelecimentos, evitando surpresas desagradáveis. Para quem gosta de explorar, há algumas opções voltadas para a gastronomia alemã, além de locais que servem pizza, hambúrgueres, comidas gourmet, etc.

 

Melhores restaurantes veganos e vegetarianos do mundo

Culina Hortus (Lyon, França)

O restaurante Culina Hortus em Lyon, na França, tem o cardápio vegetariano e o compromisso com uma gastronomia sustentável. As práticas incluem elaborar um cardápio com ingredientes da estação, comprar mercadorias de produtores locais e fazer compostagem. A culinária criativa e com pratos bem apresentados também são características do estabelecimento.

O menu degustação custa € 70 (aproximadamente R$ 389,80) e oferece dez pratos, incluindo entrada e sobremesa. Fica aberto terça a sábado, das 12h às 15h e das 19h às 23h.

O restaurante Culina Hortus tem pratos sofisticados e bem elaborados

O restaurante Culina Hortus tem pratos sofisticados e bem elaborados

 

Camaradería Gastrobar (Belo Horizonte)

O Camaradería Gastrobar fica em Belo Horizonte e tem um cardápio exclusivamente vegano, com pratos principais, petiscos e sanduíches. Que tal experimentar um cachorro-quente vegano? Os drinks são caprichados e variados, com os clássicos Sex on the Beach e Margarita, e algumas criações da casa. As refeições custam a partir de R$ 36.

Confira o horário de funcionamento:

  • Segunda a quinta: das 11h às 15h;
  • Sexta e sábado: das 11h às 22h;
  • Domingo: das 11h às 16h30.
O Camaradería Gastrobar serve feijoada vegana

O Camaradería Gastrobar serve feijoada vegana

 

Banana Verde Gourmet (São Paulo)

O cardápio do Banana Verde Gourmet, em São Paulo, tem opções veganas e vegetarianas e prioriza ingredientes frescos, naturais e de cultivo responsável. O estabelecimento oferece entradas, massas, saladas, risotos, etc. Há um menu executivo de segunda a sexta, das 12h às 15h30 por R$ 49. Cada dia da semana tem um prato diferente e inclui salada ou sopa. Confira as opções.

Confira os horários:

  • Segunda a sexta: das 12h às 15h;
  • Quinta a sábado: das 19h às 22h30;
  • Sábado e domingo: das 19h às 22h30.

 

King’s Joy (Pequim, China)

O restaurante King’s Joy fica em Pequim, na China, e oferece pratos vegetarianos com ingredientes orgânicos – a maioria de produtores locais. A culinária é internacional e chama atenção principalmente pelo preparo de cogumelos. O preço médio das refeições é de US$ 70 (aproximadamente R$ 353,84). Chá verde e vinho são disponibilizados aos clientes. Abre diariamente, das 11h às 22h. O King’s Joy possui três estrelas Michelin.

O King's Joy é voltado para culinária internacional

O King’s Joy é voltado para culinária internacional

 

Seven Swans (Frankfurt, Alemanha)

O Seven Swans fica em Frankfurt, na Alemanha, e tem um menu vegano, com ingredientes regionais, sazonais, orgânicos e vindos do comércio local. Tem uma estrela Michelin e Michelin Verde (de sustentabilidade). Há um menu degustação de sete pratos, que é excelente para experimentar tudo o que o restaurante tem a oferecer. As refeições custam, em média, € 129 (R$ 719,69) por pessoa. Abre apenas para jantar, de terça a sábado, das 18h30 às 00h.

 

Vegan Junk Food Bar (Amsterdam, Holanda)

O Vegan Junk Food Bar fica em Amsterdam, na Holanda, e oferece um ambiente descolado e moderno. Como o próprio nome sugere, é de culinária vegana e estilo junk food, com direito a hambúrgueres, batatas fritas, nachos e pizza. Os pratos custam entre € 8,50 e € 18,95 (aproximadamente entre R$ 47,41 e R$ 105,69).

Abre de domingo a quinta, das 12h às 23h, e às sextas e sábados, das 12h às 00h.

O Vegan Junk Food Bar segue um estilo descolado e moderno

O Vegan Junk Food Bar segue um estilo descolado e moderno

 

Loving Hut (Londres, Inglaterra)

O Loving Hut fica em Londres, na Inglaterra, e faz parte de uma rede internacional de restaurantes veganos. A culinária tem inspiração chinesa e traz versões veganas dos pratos asiáticos. Confira o menu. O estabelecimento abre de terça a domingo, das 17h30 às 22h. Os pratos custam a partir de £ 7,90 (aproximadamente R$ 52,58).

A Loving Hut tem unidades em vários países do mundo, incluindo no Brasil, em São Paulo e Goiânia.

Loving Hut é de culinária chinesa

Loving Hut é de culinária chinesa

 

Shandal’s Vegetarian Cafe (Bridgeport, Estados Unidos)

O Shandal’s Vegetarian Cafe é uma cafeteria casual e especializada em comida Jamaicana. São cerca de 12 opções e você pode escolher de quatro a seis. As receitas são do proprietário, que cuida de todo o preparo. Além de refeições vegetarianas, também são sem glúten. O prato custa US$ 12 (aproximadamente R$ 60,13).

Fica em Bridgeport, nos Estados Unidos, e abre de terça a sexta, das 13h às 21h, e aos sábados, das 13h às 20h30.

 

Funky Pies (Sydney, Austrália)

O Funky Pies fica em Sydney, na Austrália, é especializado em tortas, pães e bolos veganos. Há sabores com “bacon”, “salsicha” e “frango” veganos. Também há versões sem glúten. As tortas custam a partir de AUD 6,95 (aproximadamente R$ 25,77). Confira o menu. Abre de segunda a sexta, das 8h30 às 20h30, e aos finais de semana, das 10h às 20h30.

O Funky Pies faz tortas veganas e sem glúten

O Funky Pies faz tortas veganas e sem glúten

 

Cadence (Nova York, Estados Unidos)

Um ótimo restaurante vegano é o Cadence, localizado em Nova York, nos Estados Unidos. Todos os pratos são com ingredientes orgânicos e baseados na culinária soul food, tipicamente africana. As opções incluem salada de batatas, lasanha frita, panquecas de feijão-fradinho, etc. As refeições custam entre US$ 13 e US$ 25 (aproximadamente R$ 65,42 e R$ 125,82) . O Cadence entrou para a lista dos 12 melhores restaurantes de Nova York em 2021 da revista TimeOut. Abre de quarta a domingo, das 17h às 22h.

Deu vontade de viajar? Aproveite para conhecer restaurantes em São Paulo com estrelas Michelin e descubra mais pratos deliciosos!