Blog 123

VISITE A MINHA CIDADE – UM RELATO DE NATIVOS DA 123MILHAS

Dicas de viagens no Brasil

Existe uma diferença entre ser turista e viajante.

O turista é a pessoa que, geralmente, fecha pacotes para conhecer os pontos turísticos e os lugares mais visitados da cidade que escolhe como destino. Já o viajante é aquela pessoa que explora, sem muitos pontos definidos no mapa, o que o lugar tem de melhor, e acaba tendo uma experiência diferente de tudo o que já viu nos guias de viagem.

Pra nós, toda forma de amor, ou melhor, de viajar, vale a pena! E, pensando nos turistas e viajantes que leem nosso blog, resolvemos pedir dicas de viagem para pessoas muito especiais espalhadas por vários estados brasileiros: os nativos.

Com as dicas de passeio dadas pelas pessoas que moram nas cidades que você quer visitar vai ficar mais fácil dosar o lado seguro e o lado explorador de cada viagem, aproveitando ao máximo o que cada nova aventura pode te proporcionar.

Antes de comprar suas passagens pela 123Milhas, dê uma olhadinha no que os amigos desse post tem a te dizer sobre as terras onde moram:

 

#1 Rio de Janeiro, por Graziella Menini

A melhor coisa do Rio são as pessoas, que sobrevivem todos os dias entre o caos e as maravilhas dessa linda cidade! O povo carioca é animado e cheio de dicas bacanas para o turista.

Eu deixo aqui a minha: visite a Prainha, um reduto lindo e pequenininho que mistura mar e montanhas! É point de quem gosta de surfar e sai do circuito tradicional. Fica na zona Oeste, depois da Barra e do Recreio, no caminho de quem vai pra Costa Verde, com um parque florestal junto com a praia. De noite, visite o Samba da Luzia, ao lado do aeroporto Santos Dumont, ou o Samba da Laje, que tem a mais bela vista da Baía de Guanabara. Quem gosta mais de balada pode curtir uma bem carioca no Baile Charme, debaixo do viaduto de Madureira.

Gosta de jazz? Então sua noite vai ser no Jazz na Laje, no The Maze, um bar e restaurante que fica no alto do morro do Catete e está entre os cinco melhores bares de jazz do mundo.

Pra jantar, a opção é o Aprazível Restaurante, que fica em Santa Thereza e tem uma linda vista. A comida lá é excelente, e indico principalmente pra quem quer ter encontros românticos. O preço é um pouco mais caro, mas compensa demais, pois o lugar é especial e muito lindo, tanto de dia quanto de noite.

 

Rio de Janeiro Vista do Aprazível
Foto: arquivo pessoal de Graziella Menini

 

Para chegar no Rio: aeroportos Santos Dumont (SDU) e Galeão (GIG).

 

#2 Brasília, por Pedro Ramos

Não sei se você sabe, mas Brasília tem o formato de um avião – e quem passeia pelo plano Piloto acaba esbarrando com quadras planejadas por Oscar Niemeyer, com os jardins de Burle Marx e manifestações artísticas mais recentes.

Temos uma pegada de turismo para negócios, mas tem turismo cívico também. A cidade é repleta de obras de arte e monumentos, além de ser conhecida como uma “cidade parque”, cheia de verde. Temos um grande parque urbano que vale a sua visita.

Aliás, hoje em dia, Brasília é considerada o terceiro polo gastronômico nacional, então venha de barriga vazia! A Pizzaria Dom Bosco é tradicional para os brasilienses, com um único sabor: a pizza de mussarela. A gente costuma comer com mate, que é muito bom e uma experiência muito local.

Antes conhecida nacionalmente pelas festas, Brasília tem passado, hoje, por uma onda de ressignificação de espaços, com o fechamento de lugares privados com esse fim e a ocupação de lugares públicos para divertimento. Nesse sentido, indico muito o PicNik e o Buraco do Jazz, dois lugares que vão mexer com suas vibrações.

 

Brasília Burle
Foto: @re_ayla

 

Para chegar em Brasília: aeroporto Presidente JK (BSB).

 

#3 Embu Guaçu, por Aline Quadros

Gosto muito de morar em Embu Guaçu, uma cidade afastada, com ares de interior, muitos sítios para alugar por fim de semana. Aqui, a diversão é garantida, principalmente em duas frentes: comer bem e ser nerd.

Para comer, temos restaurantes incríveis e bistrôs, principalmente nos restaurantes “pesqueiros”, com opções bem espaçosas.

Para ser nerd, bem vindo a Embu Guaçu! O lugar que mais gosto nesse sentido é a Meeple Store, uma loja que privilegia a interação entre as pessoas, sem itens eletrônicos e sem wifi. Por lá nos reunimos para jogar RPG, Magic e outros card e board games. É, pra mim, o lugar mais gostoso da cidade.

Mas tem também a parte da natureza, que não deixa nada a desejar: nossa cidade tem a Capivari Monos, uma reserva linda, onde dá até pra gente ver o mar. Embu Guaçu fica pertinho de São Paulo (a uma hora do centro da capital paulista), mas conserva esse link com a natureza, com a interação entre as pessoas e com as coisas boas do interior. Aliás, visite no meio do ano, quando temos casamento caipira e quermesses. 🙂

 

EmbuGuaçu Sítios
Foto: aquivo pessoal de Aline Quadros

 

Para chegar em Embu Guaçu: desça no aeroporto de Congonhas (CGH).

 

#4 Florianópolis, por Alice Verdade

Floripa é tudo de bom!

São mais de 40 praias, cada uma com seu encanto e suas particularidades. Algumas com água quente, outras com água muuuuito fria, com onda, parecendo piscina, de águas cristalinas, lembrando o Caribe, movimentados como Miami ou calmos como o céu.

Aqui se encontra de tudo, para todos os gostos: família, casal, curtição, crianças, paqueras…

No Mercado Público tem cerveja bem gelada, pastel de berbigão e qualquer outra coisa relacionada a frutos do mar, que é o chamariz gastronômico da ilha. No sul você encontra restaurantes que tem como “estrela principal” as ostras, enquanto, no norte, o camarão é o rei.

Prepare-se para conhecer uma cultura rica que tem boi de mamão, artesanato açoriano, renda de bilro e muitos museus. Já o sotaque é algo inusitado. “Mofas cá pomba na balaia” é um ditado muito utilizado aqui, apesar de nem parecer português. Ele é utilizado quando acham que alguém não vai conseguir algo, e surgiu de uma senhora que vendia frango a passarinho em uma cesta na praia, mas com um valor muito alto; então, diziam que o frango (pomba, por ser pequenos pedaços) ia apodrecer na cesta.

Mando uma foto de um dos meus lugares preferidos, bem visitado por turistas, que é a Ponte Hercílio Luz. E te espero aqui em Floripa para a melhor viagem da sua vida!

 

Florianópolis Ponte Hercilio
Foto: arquivo pessoal de Alice Verdade

 

Para chegar em Florianópolis: aeroporto Hercílio Luz (FLN).

 

#5 Manaus, por Gláucia Piazzi

Ah, Manaus! Lugar quente que vai fazer você amar estar no ar condicionado. 😉

Mas não se intimide por isso, porque é uma das cidades mais lindas que você vai ver em toda sua vida. Como eu gosto muito de cultura, indico o principal ponto turístico da cidade, que você não pode deixar de visitar: o Teatro Amazonas. A entrada é 10 reais, 5 para estudante, e tem visita guiada em todos os andares.

Dentro dele você vai descobrir um presente que veio lá da Dinamarca: a fábrica dos brinquedos Lego montou uma réplica do nosso teatro com as pecinhas coloridas, e é a coisa mais linda do universo! Não é só criança que vai amar esse mimo, exposto em um dos salões do grande teatro.

O Mercado Municipal tem um cenário que é, literalmente, capa de livro: chamado Adolpho Lisboa, ilustra uma das edições da obra Dois Irmãos, de Milton Hatoum.

Quando em Manaus, olhe para o sol. A hora que ele se põe vai se tornar, rapidamente, seu momento preferido do mundo, em um dos lugares mais lindos da Terra. <3

 

Manaus-Por-do-Sol
Foto: arquivo pessoal de Gláucia Piazzi

 

Para chegar em Manaus: aeroporto Eduardo Gomes (MAO)

 

E aí, gostou das dicas?

Queremos saber: quais são as suas dicas, para a sua cidade, aos leitores da 123Milhas? Deixe nos comentários para que possamos, com sua participação, aumentar cada vez mais esse artigo!

Gostou? Compartilhe:

Comentários