Lifestyle

Festivais de cinema pelo mundo

A sétima arte é homenageada em vários festivais de cinema pelo mundo. O Oscar é o mais conhecido, mas há diversos eventos que acontecem anualmente e oferecem experiências únicas para os espectadores.

Na Europa, os mais famosos são o trio de Cannes, Berlim e Veneza. As edições desses lançaram muitos filmes de sucesso e ter uma obra exibida nesses dá grande prestígio. Saiba tudo sobre esses festivais de cinema e as opções de turismo que cada cidade oferece. 

 

Festival de Cannes (França)

O Festival International du film (Festival Internacional de Cinema) ficou mundialmente conhecido como Festival de Cannes. O evento promove as premiações da sétima arte de maior notoriedade no mundo. Desde quando foi criado em 1946, acontece todo mês de maio na cidade de Cannes, na França

São 12 dias de intensa exibição de trabalhos do mundo inteiro. A cada edição, cerca de 50 longas e 30 curtas-metragens concorrem à Palma de Ouro. O prêmio mais concorrido do evento foi inspirado na folha que compõe o brasão de Cannes. 

O Grande Prêmio e o Prêmio do Júri são outras categorias de grande prestígio. Num formato parecido com o do Oscar, atores, atrizes, diretores e roteiristas também sonham com as condecorações dessas categorias. 

Cannes é conhecida pelo festival de cinema e pela sua sofisticação

Os filmes do Festival de Cannes se dividem em três categorias de exibição: Mostra Competitiva (na disputa da Palma de Ouro), Um Certo Olhar (experimentais) e Cinéfondation (produções de estudantes de cinema). 

A Palma de Ouro foi inspirada no brasão de Cannes

Ao longo das edições, duas produções brasileiras ganharam a Palma de Ouro: Orfeu Negro (1959), dirigido por Marcel Camus e O Pagador de Promessas (1926), de Alselmo Duarte. O Prêmio do Júri foi conquistado por Bacurau (2019), de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles.  

 

O que fazer em Cannes

Cannes é banhada pelo Meditarrâneo e fica no Sul da França. A região é conhecida como Costa Azul e Riviera Francesa – considerada como uma das mais luxuosas do mundo. Cidades como Nice, Saint-Tropez e Antibes compõem a zona sofisticada.

Cannes fica na Costa Azul – uma das regiões mais luxuosas do mundo

Além de sediar o segundo mais longevo festival de cinema de todos os tempos, Cannes chama a atenção pelas belas praias e construções antigas. O centro histórico Le Suquet fica na parte mais alta da cidade. Então guarde o fôlego para chegar lá. Depois se prepare para perdê-lo diante da riqueza artística e histórica do Castellum Marcellini construído por monges no século XI e o Le Musée des Explorations du Monde

Esses espaços expõem objetos, pinturas e instrumentos musicais de diversas épocas e origens. Os sarcófagos egípcios feitos de cerâmicas pré-colombianas e imagens de marfim dos povos inuítes são somente alguns desses trabalhos. A entrada custa € 6 (cerca de R$ 37). 

O horário de funcionamento varia ao longo do ano. Confira aqui a agenda de cada mês. 

Veja artefatos históricos no Le Musée des Explorations du Monde

A avenida principal é a Promenade de la Croisette. Ela percorre a orla do Mediterrâneo. Lá estão lojas de grifes famosas e o Palais des Festivals, a sede do Festival de Cinema e de outros eventos da cidade. 

As principais programações do Festival de Cannes acontecem no Palais des Festivals

Existem praias públicas e privadas em Cannes. As particulares pertencem a hotéis. Se você não estiver hospedado, tem de pagar a entrada. As de acesso gratuito mais famosas são a Plage de la Bocca e a Palm Beach – ideal para a prática de kitesurf. 

Não deixe de visitar as praias de Cannes

 

Como chegar em Cannes 

Cannes não tem aeroporto. Mas nem precisa. O de Nice está bem mais perto do que o acesso a muitos aeroportos internacionais do Brasil: são só 26 km. E você pode escolher fazer o trajeto de ônibus ou de trem. 

Outra opção é desembarcar em Paris. Só que aí a distância passa para 690 km. Se estiver a passeio, compensa incluir esse trajeto no roteiro. Você vai de trem. O percurso dura cinco horas e meia, mas você viaja vendo paisagens tão lindas que nem percebe o tempo passar. 

 

Festival de Berlim (Alemanha)

O Festival Internacional de Cinema de Berlim, mais conhecido como Berlinale, foi criado em 1951. O prestígio também é enorme. Dura dez dias e acontece no mês de fevereiro. 

O prêmio mais cobiçado é o Urso de Ouro, dado para o melhor filme. O urso virou esse mascote por ser o símbolo da capital alemã. O cinema brasileiro conquistou o prêmio máximo duas vezes: com Central do Brasil (1998), dirigido por Walter Salles, e Tropa de Elite (2008), de José Padilha. 

O urso é o símbolo de Berlim

O Urso de Prata tem várias categorias: direção, roteiro e o chamado Grande Prêmio do Júri, que qualifica o segundo melhor filme. Três produções brasileiras levaram esse troféu: Os Fuzis (1964), de Ruy Guerra, Brasil Ano 2000 (1969), de Walter Lima Júnior, e A Queda (1978), de Ruy Guerra e Nelson Xavier. 

O festival acontece no complexo de lazer Potsdamer Platz

O Berlinale é a premiação com maior público e mais popular. São cerca de 20 mil profissionais (sendo 4,2 mil jornalistas) de 120 países e 488 mil espectadores. São exibidas cerca de 400 obras. 

Os principais eventos da premiação acontecem na praça Potsdamer Platz.

 

O que fazer em Berlim

A capital da Alemanha tem diversos pontos turísticos para você visitar. A avenida principal de Berlim é a Unter den Linden. E muita coisa por lá precisa entrar no seu roteiro! 

O Portão de Brandemburgo é o cartão-postal e uma das entradas mais antigas do município. A construção segue o estilo neoclássico e tem 26 metros de altura. Para quem gosta de tirar fotos, a dica é ir ao anoitecer. O visual é lindo!  

A dica é tirar fotos do Portão de Brandemburgo ao anoitecer

Importantes universidades fazem parte das construções históricas na Europa. E valem a visita. Em Berlim tem a Universidade Humboldt, fundada em 1809. Personalidades que deram valiosas contribuições para a humanidade estudaram na instituição. Dentre elas estão Albert Einstein, Arthur Schopenhauer e Karl Marx

Vá também à Berliner Fernsehturm, a Torre de TV. Além de funcionar como um transmissor de sinal, é um ponto turístico interessantíssimo. O observatório fica a 203 metros de altura e garante uma visão panorâmica da região. Se o tempo estiver limpo, é possível enxergar até a 40 km de distância.  

Veja toda a cidade da Berliner Fernsehturm

A entrada custa € 21,50 para adultos (cerca de R$ 130). Estudantes e crianças pagam menos. Menores de 3 anos não pagam. É bom comprar o ticket com antecedência no site oficial. A Torre de TV abre das 10h às 22h. 

Ir ao Palácio do Reichstag é um passeio pra lá de interessante. Primeiro porque tem uma rica história. A inauguração data de 1894. Depois porque o acesso é gratuito. Ao longo da sua existência, o prédio da sede do parlamento alemão passou por sérias ameaças. Um incêndio criminoso em 1933 pôs a sua estrutura em xeque. Depois foi bombardeado durante a Segunda Guerra Mundial. O palácio era muito visado… E continuou sendo! Passou a ser alvo de intervenções da instituição que cuida do patrimônio histórico alemão (equivalente ao Iphan no Brasil) para reformas, adaptações e sua merecida conservação. 

A última restauração foi em 1999. Além de ficar “novinho”, o palácio ganhou uma bela cúpula que voltou a deixá-lo em evidência. O novo espaço é justamente o mais visitado pelos turistas. Parece que esse símbolo de resistência e luta alemã pela democracia é um dos exemplos mais vivos da resiliência concreta. E o Reichstag atravessou séculos e sobreviveu para te contar como tudo aconteceu. Então inscreva-se no site com antecedência e garanta o seu acesso.

A visita ao Palácio do Reichstag é gratuita

O Muro de Berlim dividiu a cidade por 28 anos durante o período da Guerra Fria. Ele foi derrubado em 1989, mas algumas partes de sua estrutura são mantidas como uma espécie de relíquia histórica. Vale a pena visitar um trecho chamado East Side Gallery, que tem várias pinturas de artistas sobre temas políticos relacionados ao monumento. Fica na rua Mühlenstraße, às margens do rio Spree, e é considerada a maior e mais duradoura galeria de arte ao ar livre com 1316 metros de comprimento. 

 

Como chegar a Berlim 

O principal aeroporto da cidade é o Berlim-Brandemburgo Willy Brandt (BER). Fica a 18 km da área central da cidade. Você pode chegar lá de trem ou de táxi. 

No caso do transporte ferroviário, é importante verificar em qual terminal (1, 2 ou 5) você vai embarcar e desembarcar. A estação fica no trecho dos terminais 1 e 2. Se estiver na 5, existe um trem gratuito que leva os passageiros até a parada do transporte público. 

 

Festival de Veneza (Itália)

O Festival Internacional de Cinema de Veneza acontece desde 1932. É a premiação mais antiga da sétima arte. A programação é anual, entre agosto e setembro, e faz parte da Bienal de Veneza, que engloba a Exposição Internacional de Arte, o Festival Internacional de Música Contemporânea, o Festival Internacional de Teatro, a Exposição Internacional de Arquitetura, o Festival Internacional de Dança Contemporânea e o Carnaval Internacional das Crianças. Diferentemente do Festival de Veneza, esses eventos acontecem a cada dois anos. 

O Leão de Ouro é o prêmio mais importante

O principal prêmio é o Leão de Ouro, concedido ao melhor filme. O animal representa o Leão de Marcos, presente na bandeira da antiga República de Veneza. O Grande Prêmio do Júri é dado ao segundo melhor filme do evento. O brasileiro Eles Não Usam Black-Tie (1981), de Gianfrancesco Guarnieri, conquistou essa premiação. Também há láureas para os melhores atores, atrizes, roteiro e outras categorias. 

São cerca de dez dias de evento. A maior parte da programação acontece no Palazzo del Cinema, localizado em Lido di Venezia – uma ilha que passa pela laguna de Veneza

 

O que fazer em Veneza

Veneza é formada por rios e canais

Lido di Venezia tem cerca de 12 km de praia. Então se prepare para mergulhar no mar morno e tranquilo e relaxar na areia. A estrutura para turistas é boa, com aluguel de cadeiras e guarda-sóis e quiosques de alimentação.

Em Veneza, a parte mais movimentada é a Piazza San Marcos (Praça de São Marcos). Lá está o Palazzo Ducale, que serviu como a sede do governo e a residência dos doges (dirigente máximo da República de Veneza). A construção foi entre 1309 e 1424 e segue o estilo gótico veneziano. É imperdível para os amantes de arquitetura! Você pode fazer o tour pelo palácio para conhecer os principais cômodos e até algumas passagens secretas. A visita é guiada e tem opções em italiano, inglês e francês. Cada visita ocorre duas vezes por dia. O passeio custa € 28 (cerca de R$ 170) e é preciso marcar com antecedência no site.

Outro passeio é a Torre dell’Orologio (Torre do Relógio), construída em 1499. Esse relógio também mostra os signos do zodíaco e as fases da lua. Você pode visitar o interior do prédio. O tour em italiano acontece às sextas e sábados, às 14h e às 15h. Na quinta, às 14h, o passeio é em francês. O das 15h, em inglês. O ingresso custa € 12 (cerca de R$ 70) e deve ser comprado com antecedência. 

Há várias pontes em Veneza devido aos canais de água. A mais famosa é a Rialto, localizada no Grande Canal. Conheça e atravesse pelo menos uma vez. Bem pertinho está o Mercato di Rialto (Mercado de Rialto) com deliciosas frutas e especiarias. É um dos centros comerciais mais importantes da cidade e atrai turistas e moradores. O mercado abre de segunda a sábado, das 7h30 às 13h30. 

A Ponte Rialto é a mais famosa da cidade

 

Como chegar a Veneza

Você pode desembarcar em Veneza no Aeroporto Internacional Marco Polo. Para chegar até a cidade, as opções incluem táxi aquático (ideal para grupos, pois acomoda até dez pessoas), ônibus aquático (clique aqui para obter informações) ou ônibus tradicional. Alguns turistas optam por contratar o serviço de transfer com o próprio hotel. Geralmente é a forma mais cara de ir, mas a comodidade compensa. 

Para chegar à Lido di Venezia, você deve pegar a linha 1 do ônibus aquático chamado vaporetto. A passagem custa € 7,50 (cerca de R$ 40). 

Vaporettos percorrem toda a cidade

Quais desses festivais chamam mais sua atenção e qual cidade você tem mais vontade de conhecer? Que tal programar uma viagem com a 123milhas e ver de perto esses lugares maravilhosos e vivenciar estes eventos tão importantes para o cinema mundial? 

Aproveite para conhecer um pouco dos Festivais Nacionais de Cinema e descobrir os incríveis eventos da sétima arte no Brasil.