Blog 123

Curtindo o carnaval do Rio com as crianças

Carnaval é um feriado democrático, em que as fantasias, danças, serpentinas e brilhos enfeitam as ruas dos principais pólos carnavalescos do Brasil, e é justamente nesses dias que muita gente permite que sua criança interior saia para brincar. Apesar de no geral o carnaval ser uma festa adulta, isso não quer dizer que os pequenos não possam se tornar foliões mirins com a família e amiguinhos, não é? Por isso preparamos esse guia para curtir com as crianças no carnaval do Rio de Janeiro!

Para onde ir?

O Rio sempre traz vários blocos de rua infantis para a criançada. O Bloco Boi Dormir mistura o folclore brasileiro com o carnaval, fazendo da festa uma verdadeira experiência da cultura popular brasileira. Em 2016 foram mais de 800 crianças brincando e dançando junto com o cortejo, e neste ano o bloco sai às 15h do dia 26 de fevereiro, no Méier.

A Banda de Ipanema Infantil já é um clássico dos carnavais e sai no dia 27, na Praça General Osório, em Ipanema. O Bloco Largo do Machadinho…Mas Não Largo do Suquinho é também no dia 27, mas às 9h, e costuma reunir várias famílias na Barra da Tijuca. Você pode conferir mais algumas dicas de blocos infantis aqui e aqui, mas já adiantamos que não falta para onde ir, viu?

O que levar?

Os maiores problemas na hora de sair com os pequenos para uma festa ao ar livre são o sol e desidratação, por isso não economize no protetor solar, leve água e várias frutas já descascadas e picadas. Uma troca de roupa também pode ser uma grande ajuda, já que a criança pode se molhar e correr o risco de adoecer.

Além de levar os lanchinhos, é importante fazer uma boa refeição antes de sair, já que as comidas das barraquinhas de carnaval podem não ser a escolha mais saudável para os pequenos, além do risco de intoxicação alimentar.

Com o que tomar cuidado?

Os adultos adoram ficar perto da bateria e das caixas de som, mas os ouvidos das crianças são muito mais sensíveis, por isso é importante que os pais fiquem atentos ao barulho e som alto. No caso dos bebês de menos de dois anos, o cuidado deve ser redobrado, mas as crianças um pouco mais velhas já podem curtir a música mais de perto.

As espumas, tintas em pó e em lata também podem fazer mal para a saúde dos pequenos, pois podem conter álcool ou causarem alergia, então sempre confira as embalagens antes de deixar a criança brincar com esses produtos. Na hora de pintar o rosto, dê preferência para tintas hipoalergênicas e atóxicas, como o guache, e escolha fantasias leves e confortáveis para os pequenos foliões.

Viu como é possível levar as crianças para o carnaval sem preocupações? Agora é só curtir a folia!

Gostou? Compartilhe:

Comentários