Lugares para conhecer

Descubra os pontos turísticos de Cuiabá

A capital do Mato Grosso é uma ótima opção de destino e atrai muitos apaixonados pelo ecoturismo em visita à Chapada dos Guimarães e também ao Pantanal. Além disso, a cidade oferece diversos atrativos históricos e culturais. Descubra os pontos turísticos de Cuiabá e embarque com a 123milhas para essa viagem. Partiu?! 

 

Ponte Sérgio Motta

A Ponte Sérgio Motta é um dos cartões-postais da cidade. Ela liga Cuiabá a Várzea Grande, dois grandes polos urbanos do Mato Grosso. Você provavelmente passará por ela no trajeto do aeroporto até o hotel. 

A vista é muito bonita, principalmente à noite ou durante o pôr do sol. Vale a pena incluir no roteiro um passeio por ela. 

A Ponte Sérgio Motta é uma construção de modelo estaiada

 

Parque Tia Nair

Um dos lugares mais bonitos de Cuiabá é o Parque Tia Nair, localizado no bairro Jardim Itália. É uma área verde de 200 mil metros quadrados com uma grande lagoa e vários pedalinhos. Um parquinho infantil, tirolesa e pista de caminhada complementam o lazer.

O pedalinho faz sucesso no Parque Tia Nair

O parque tem praça de alimentação, banheiros acessíveis e estacionamento. Excelente infraestrutura! Animais de estimação são permitidos; então seu pet também pode aproveitar o passeio. 

O Tia Nair abre diariamente, das 5h à 0h. A entrada é gratuita. 

 

Orla do Porto 

A Orla do Porto tem 1.350 metros de extensão e fica às margens do Rio Cuiabá. Lá você encontra casarões coloniais coloridos, ótimos para tirar fotos! A região é bem animada, com vários bares e restaurantes. Tire um dia para caminhar pela orla e conhecer todos os cantinhos. 

O trecho de sobrados coloridos se chama Vila Cuiabana

Lá você também encontra o Mercado do Porto, um centro comercial com alimentos e produtos regionais. Não deixe de visitar para comprar lembrancinhas e as frutas do Cerrado como buriti, mangaba, caju e manga. 

 

Antigo Arsenal de Guerra

O Antigo Arsenal de Guerra de Cuiabá, inaugurado em 1832, foi ressignificado pela comunidade, e hoje é o Sesc Arsenal, instituição destinada à cultura e à gastronomia local. O espaço conta com praça de alimentação, teatro, cinema, galeria de arte, biblioteca, feira de artesanato, recreação infantil, dentre outras estruturas de lazer. 

Confira o horário de funcionamento:

  • Praça de Alimentação, Biblioteca e Recreação Infantil: terça a sábado, das 14h às 21h
  • Cinema: quinta a sábado, das 17h às 21h
  • Galeria de Arte: terça a sábado, das 14h às 21h; domingos e feriados, das 15h às 21h
  • Feira de Artesanato: terça a sábado, das 14h às 18h

Aproveite a visita para comer pratos típicos, comprar lembrancinhas e conhecer artistas locais. 

O Arsenal segue o estilo arquitetônico neoclássico, similar às construções no Rio de Janeiro, durante o período imperial

 

Santuário de Nossa Senhora do Bom Despacho

O Santuário de Nossa Senhora do Bom Despacho foi construído no século XVIII e é um dos locais religiosos de maior importância na cidade. As características neogóticas foram inspiradas na Igreja de Notre Dame, em Paris. A concepção surgiu depois de uma conversa entre dois franceses, o frei Ignácio Gau e o engenheiro Georges Mousnier (responsável pela construção de outros templos da América do Sul). 

Muitos turistas aproveitam o passeio para assistir a uma missa. Confira os horários:

  • Segunda a quinta: 7h e 18h
  • Sexta e sábado: 7h
  • Domingo: 7h, 9h, 17h e 19h


O Santuário de Nossa Senhora do Bom Despacho está localizado no alto do Morro do Seminário

 

Museu de Arte Sacra

Ao lado da Igreja de Nossa Senhora do Bom Despacho está o Museu de Arte Sacra, que tem um vasto acervo sobre a história, a religião e a cultura da cidade. A exposição conta com documentos, fotos, móveis, obras de arte, objetos litúrgicos, instrumentos musicais, etc. Há uma parte dedicada à visita do Papa João Paulo II a Cuiabá, em 1991. 

O Museu abre de quarta a domingo, das 9h às 17h. O ingresso custa R$ 10, com opção de meia-entrada para estudantes, professores e pessoas com deficiência. 

O acervo do Museu de Arte Sacra conta com obras de arte e objetos litúrgicos

 

Museu de História Natural de Mato Grosso 

 A visita ao Museu de História Natural de Mato Grosso é um passeio imperdível, especialmente para quem viaja com crianças. A exposição retrata temas históricos e pré-históricos, voltados principalmente à biodiversidade mato-grossense, às populações originárias e à diversidade cultural dos povos indígenas. Há diversos fósseis e réplicas de esqueletos – um deles até mesmo de um dinossauro que habitava a Chapada dos Guimarães, durante o período Cretáceo. 

O Museu conta com fósseis e réplicas de esqueletos

O Museu de História Natural abre, de quarta a domingo, das 8h às 18h. O ingresso custa R$ 12. 

 

Chapada dos Guimarães

A Chapada dos Guimarães é um destino muito procurado pelo ecoturismo. O parque tem 32.630 hectares de área preservada, com diversas cachoeiras e rios, além da fauna e flora do Cerrado. Já foram catalogadas 659 espécies de vegetação! Fica a apenas 70 km de Cuiabá e você pode fazer um “bate e volta” ou se hospedar por lá. 

O acesso ao parque é gratuito, mas é obrigatória a contratação de um guia credenciado quando for visitar algumas atrações (Morro de São Jerônimo, Cidade de Pedra e Vale do Rio Claro). Confira aqui a lista dos condutores licenciados. O valor não é tabelado, mas a média do serviço é de R$ 80 por pessoa. 

A Cachoeira Véu da Noiva é a mais famosa

A Cachoeira Véu da Noiva é o cartão-postal da Chapada. A queda tem cerca de 86 metros de altura e pode ser contemplada de um mirante, onde você também pode observar várias araras-vermelhas voando. Não é permitido entrar na água. A trilha é bem tranquila, com apenas 600 metros. Pessoas que não estão acostumadas com atividades físicas conseguem fazer com tranquilidade. 

O Circuito das Cachoeiras também chama a atenção. As quedas d’água são: 7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência (nesta última, não é permitido entrar). O percurso tem cerca de 6 km e não apresenta grandes dificuldades além da distância. É preciso ter um bom preparo físico para fazer todo o trajeto. 

Há várias cachoeiras no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

Outro lugar famoso é o Morro de São Jerônimo, com mais de 800 metros de altitude. A subida requer uma caminhada de aproximadamente 5 horas, que inclui aclives, declives e uma pequena escalada. Portanto, o passeio deve ser feito por pessoas acostumadas com esse tipo de atividade. 

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães abre, diariamente, das 9h às 17h. É necessário fazer um agendamento prévio a fim de garantir a entrada, já que há limite de acessos. Clique aqui para agendar. 

O acesso ao parque é gratuito

Use roupas leves, confortáveis e adequadas para fazer trilhas. Não há comércio na maior parte do local; então coloque lanche e água na mochila. E atenção: lembre-se de levar o lixo de volta com você para que o ambiente continue preservado. 

 

Pantanal 

Não deixe o Pantanal de fora do seu roteiro a Cuiabá. Esse bioma é dividido em duas partes: norte, localizada no Mato Grosso; e sul, no Mato Grosso do Sul. Portanto, será uma oportunidade para conhecer a região Norte. 

Jacarés são comuns no Rio Cuiabá

O tour pelo Pantanal começa no município de Poconé, a 100 km da capital do estado. Você pode fazer um “bate e volta” ou se hospedar por lá. Também fazem parte as cidades de Barão de Melgaço e Cáceres

As opções de turismo nesse ecossistema incluem:

  • passeios de barco, que podem ser feitos em qualquer horário do dia, inclusive à noite, para ver animais de hábito noturno;
  • safári fotográfico, ideal para quem quer ver animais como cervo, jacaré, tuiuiú, tamanduá e até a onça-pintada! Mas lembre-se de que ver o felino é uma questão de sorte, já que ele está em extinção;
  • trilhas;
  • focagem noturna.

Faça um safári fotográfico pelo Pantanal e, quem sabe, tenha a sorte de ver uma onça-pintada

Deu vontade de viajar? Fique mais por dentro da cidade e saiba quais são as comidas típicas e os melhores restaurantes de Cuiabá

Vale a pena incrementar o roteiro para o Mato Grosso com opções de turismo diferentes e que proporcionem momentos únicos. Se você gosta de adrenalina, confira mais sobre o turismo de aventura.

Quer fazer uma viagem que é a sua cara? Descubra quais destinos combinam com cada signo do zodíaco!