Lugares para conhecer

Férias de janeiro: bate e volta saindo do Rio de Janeiro

Ah, o Rio de Janeiro! Conhecida por ser um dos principais destinos turísticos do Brasil e do mundo, a Cidade Maravilhosa é de tirar o fôlego. Calçadão de Ipanema, pôr do sol entre montanhas e mar e água de coco formam uma excelente combinação para as férias de janeiro.

Procurando um programa diferente para dar uma escapadinha dos pontos mais “batidos” da metrópole? O Conexão123 separou alguns passeios incríveis de bate e volta do Rio de Janeiro para quem quer curtir as belezas da região sem sair do estado. Partiu?

Você vai ler sobre

Bate e volta saindo do Rio de Janeiro: Maricá 

Maricá é um paraíso natural, com 46 km de praias, próximas de lagoas, rios e montanhas com cachoeiras. Isso faz da cidade o cenário perfeito para quem procura beleza natural e muito sol.

A distância entre a cidade do Rio de Janeiro e Maricá é de 59 km, indo pela Rodovia Amaral Peixoto (Ponte Rio – Niterói). O tempo do percurso é de aproximadamente 1h.

Vamos conhecer alguns pontos turísticos de Maricá?

Maricá: Cachoeira do Espraiado 

A Cachoeira do Espraiado é uma ótima opção para visitar com a família e passar um dia relaxante. Situada próxima ao centro de Maricá, a atração é formada por uma pequena queda d’água, de cerca de 3 metros de altura, originada pelo represamento artificial de parte do córrego que banha o local.

A água é limpa e refrescante, ótima para dar um mergulho em dias de calor! Ao redor, é possível encontrar um bar que vende petiscos e bebidas. Mas verifique se o local estará funcionando no dia em que cogita ir. 

Maricá: Orla da Lagoa das Amendoeiras 

A revitalização da orla da Lagoa das Amendoeiras foi finalizada em dezembro de 2018. Ao longo de quase 1 km, o trajeto conta com quadras de vôlei de praia e futevôlei, aparelhos de ginástica, ciclovia e parquinho infantil. 

Na lagoa ainda é possível passear de pedalinho. Dá para passar uma tarde bem agradável por lá!

Maricá: Ecomuseu Bertha Luz 

Criado em 2016 e vinculado à Secretaria de Cidade Sustentável, o Ecomuseu Bertha Luz é uma área natural protegida. Ele possui uma coleção permanente de animais taxidermizados, peças arqueológicas e acervo de fauna e flora do bioma da mata atlântica. 

Um dos objetivos da criação do museu é promover a interdisciplinaridade baseada na ecologia, com a participação da comunidade. 

O espaço também dispõe de aquários de água doce, contendo espécies da ictiofauna brasileira. Um ótimo passeio para fazer com a criançada! 

As melhores praias de Maricá 

Além das atrações que já mostramos, listamos algumas praias de Maricá que você pode conhecer durante esse bate e volta! 

  • Praia de Itaipuaçu: é extensa e tem uma areia fofa e branquinha, perfeita para crianças e práticas esportivas. 
Bate e volta saindo do Rio de Janeiro: Maricá | praia de Itaipuaçu | Conexão123

Localizada em Itaipuaçú, distrito de Maricá, esta é uma das maiores praias da região | Foto: Divulgação

  • Praia da Barra de Maricá: localizada entre a Praia de Aeronáutica e a Praia de Guaratiba. É um point badalado da cidade, especialmente durante o verão e feriados ensolarados. Há muitas casas de veraneio e uma grande variedade de quiosques. 
  • Praia de Guaratiba: essa praia é considerada boa para pescar, pois tem uma água muito limpa. Ótima para ir com os amigos ou com a família. 

Rancho Guarany 

Um ótimo lugar para quem estiver viajando com os pimpolhos. O Rancho Guarany oferece:

  • Cavalgadas ecológicas nas montanhas de Maricá
  • Prática de esportes radicais: escalada em parede, tirolesa, rapel, trekking e caminhadas na mata atlântica. Possui instrutores próprios.

Bate e volta saindo do Rio de Janeiro: Ilha de Paquetá 

Ilha dos Amores, Pérola da Guanabara e Jardim dos Namorados. Esses são alguns apelidos da Ilha de Paquetá, um bairro cinematográfico do Rio de Janeiro.

Por lá o cenário é diferente, parece até locação de novela de época. As ruas são de saibro, não há prédios e nem cerros, o meio de transporte mais comum é a bicicleta, embora haja também carrinhos elétricos que não poluem e não fazem barulho. 

Bate e volta saindo do Rio de Janeiro: Ilha de Paquetá  | Ilha de Paquetá  | Conexão123

Um lugar para caminhar ou pedalar sem rumo sabendo que não vai se perder e sem se preocupar com engarrafamentos

A viagem a Paquetá é feita por barcas que saem diretamente da Praça XV. Para chegar até a praça, você pode ir de carro ou pegar o metrô até a estação Carioca e depois caminhar mais uns 10 minutos até o porto.

A passagem custa R$ 7,70, e a duração do percurso é 1h10 aproximadamente. Ah, e a embarcação é climatizada, tem assentos confortáveis, banheiros limpos e ambulantes que vendem comidas e bebidas. 

Vamos conhecer alguns pontos turísticos da Ilha de Paquetá?

Praia José Bonifácio 

A praia José Bonifácio, também chamada de Praia da Guarda, tem esse nome porque é justamente nela que se encontra a antiga casa de José Bonifácio, local que serviu como prisão domiciliar do estadista. Como a propriedade é privada, não é possível visitá-la, mas sempre rola uma foto da área externa!  

Ah, vale o aviso: essa praia é ótima para um passeio em família ou a dois, mas não é recomendado o banho de mar, combinado? Entretanto, você pode alugar pedalinhos e caiaques para se divertir no oceano!

Bate e volta saindo do Rio de Janeiro: Ilha de Paquetá  | Praia José Bonifácio | Conexão123

A Praia José Bonifácio é a mais fácil de identificar, pois é lá que ficam os famosos pedalinhos coloridos

É nessa mesma praia que se encontra a Ponte da Saudade. Ela recebe esse nome por causa de João Saudade, um homem escravizado, que diariamente ia ao local rezar para rever sua família que ficou na África. 

Ao lado da ponte encontra-se a “pedra dos namorados”. Segundo a crença local, se você atirar três pedrinhas de costas em direção ao topo da pedra, e pelo menos uma não cair sobre a rocha, você vai ter um amor correspondido.

Casa de Artes Paquetá 

O mais importante centro cultural da região, onde regularmente acontecem recitais e saraus, é a Casa de Artes Paquetá. Seu acervo fixo conta com biblioteca e obras de arte que compõem o Centro de Memória da Ilha, disponíveis para consultas e pesquisas. 

Horário de funcionamento: todos os dias, das 10h às 17h. Ligue antes para confirmar se está aberta para visitação.

Parque Natural Municipal Darke Mattos

Um dos mais emblemáticos pontos turísticos de Paquetá, o Parque Natural Municipal Darke Mattos abriga numerosas árvores do tempo em que o Brasil ainda era colônia de Portugal. 

Ele situa-se ao fim da Praia José Bonifácio, do lado esquerdo de quem olha para o mar. No caminho, há a Praça Pintor Augusto Silva, que tem amplas áreas gramadas, árvores, coqueiros e playground.

No parque há escorregadores, balanços e demais brinquedos para as crianças se divertirem! De lá é possível avistar o mar, a Baía de Guanabara e as grandes serras que a circundam. 

E de cima da Baía de Guanabara é possível ver a cidade de Niterói, a serra de Teresópolis e dois ícones do Rio de Janeiro: o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor, bem de longe. 

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 17h.

Bate e volta saindo do Rio de Janeiro: Barra de Guaratiba 

Barra de Guaratiba é um bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, ainda pouco explorado turisticamente, mas perfeito para quem gosta de natureza, praia e aventura. Essa é uma ótima opção para quem quer aproveitar as férias de janeiro além das praias cariocas mais conhecidas. 

Para quem sai do centro do Rio, de carro, a melhor opção é percorrer a Linha Amarela. E para quem estiver saindo da Zona Sul é só ir pela Autoestrada Lagoa Barra (Autoestrada Eng. Fernando Mac Dowell). Já saindo da Barra da Tijuca, basta seguir beirando a orla sentido Recreio dos Bandeirantes. O tempo estimado da viagem é de 2h. 

Vamos conferir o que fazer na Barra Guaratiba?

Rapel na Pedra da Tartaruga

Que tal se aventurar em um rapel na Pedra da Tartaruga? Além de experimentar uma atividade superdiferente, você pode aproveitar o visual incrível das Praias Selvagens. Então, prepare o protetor solar, o tênis, uma garrafa d’água e um lanche para levar, porque o passeio vale muito a pena!

Esse rapel é para quem ama uma adrenalina! Você fica completamente pendurado na corda, no topo da rocha, e precisa descer devagar.

Preço: R$ 130 por pessoa 

Pedra do Telégrafo 

Famosa pela foto “arriscada” à beira do penhasco, a Pedra do Telégrafo é quase um passeio obrigatório em Barra de Guaratiba, além de um dos lugares mais instagramáveis do Rio de Janeiro

Para chegar a esse mirante, é preciso percorrer uma trilha de cerca de meia hora. De lá, o visual é uma verdadeira imensidão de azul, verde e montanhas!

Bate e volta saindo do Rio de Janeiro: Barra de Guaratiba  | Pedra do Telégrafo | Conexão123

Na Pedra do Telégrafo é possível ver a Restinga da Marambaia e os manguezais, as Praias Selvagens, a Praia de Grumari e a Pedra da Gávea

A trilha é considerada de nível fácil e, apesar da subida íngreme, pode ser percorrida em cerca de 50 minutos. Vale a pena o esforço porque o visual é realmente incrível. Não deixe de fazer o clique icônico, posando sobre a rocha que projeta-se acima da cidade, dando a impressão de estar à beira do precipício. Na verdade, ela está bem próxima do chão, e dá pra fazer a foto com total segurança.

Clubinho SUP Marambaia 

Como o nome sugere, o Clubinho Sup Marambaia é um local para praticar stand up paddle, mas não necessariamente no mar. Eles oferecem aulas de SUP em pleno mangue da Restinga de Marambaia. 

No local, funciona também um bar e restaurante bem agradável, com mesas e cadeiras ao ar livre, com ótima vista da vegetação e do bairro. 

  • Aluguel de SUP: R$ 50 pessoa / hora
  • Aluguel de caiaque duplo: R$ 80 / hora
  • Passeio de barco na restinga: R$ 50 / pessoa 

Praias selvagens

As praias selvagens do Rio de Janeiro são paradisíacas. As mais tranquilas de Barra de Guaratiba, RJ, são perfeitas para você se desconectar.

Para chegar, é necessário fazer uma trilha, com cerca de 3,5 km, que começa na Praia da Barra de Guaratiba (na Rua Parlon Siqueira, quase em frente a Praia do Centro).

Ao subir a rua, você vai encontrar o caminho do Perigoso, trilha de acesso às praias. Depois de cerca de 40 minutos de caminhada, há uma bifurcação que dá acesso às praias do Perigoso e Búzios, para a direita, e para as praias Funda, do Meio e do Inferno, para a esquerda.

Mas não se preocupe, as trilhas são de nível intermediário e não há grandes dificuldades. Existem, sim, alguns trechos com pedras que você terá que ultrapassar, mas, na maior parte do trajeto, há apenas mato e areia.

Outra dica legal é o Restaurante do Bira, com uma vista incrível para a Restinga de Marambaia. Experimente o pastel de camarão! 

Endereço: Estr. da Vendinha, 68 – Barra de Guaratiba

Horário de funcionamento: De quinta a domingo, das 12h às 17h

Quais desses destinos você escolhe para um bate e volta?

Para fazer com que as suas férias de janeiro sejam ainda mais incríveis, conte com a 123milhas! Acreditamos que viajar é para todos e tem por missão oferecer a seus clientes os melhores preços para hotéis, pacotes de viagem, passagens e aluguel de carros. Vamos?