Colunistas

Kyoto, a cidade dos templos e das Gueixas

Por Raphael Ursino

Para fazer uma imersão na cultura tradicional do Japão, é preciso ir para Kyoto, a cidade dos templos e das Gueixas.

Localizada a 470 km de Tokyo, Kyoto já foi a capital do Japão. Por lá, podemos observar uma linda arquitetura tradicional, diversas áreas verdes e muita história.

Para chegar, a melhor forma é de trem bala, que no Japão se chama Shinkansen. A viagem, partindo de Tokyo, dura cerca de duas horas e os trens atingem uma velocidade média de 320 km/h.

Para saber como foi a minha aventura por lá, aperte o play e confira!

Templo Chion-in

O Templo de Chion-in é dedicado ao budismo Jodo, um dos mais populares do Japão. A principal entrada é feita pelo Portão Sanmon, construído nos anos 1.600, com 24 metros de altura e 50 metros de largura. É o maior portão de templo de madeira do Japão.

O Portão Sanmon do Templo Chion-in é o maior portão de templo de madeira do Japão.

O templo possui uma estátua do fundador da seita Jodo, o sacerdote Honen e uma do Buda Amida, considerado o mais importante da seita.

Kyoto, a cidade dos templos e das Gueixas

Buda Amida, considerado o mais importante da seita Jodo

Kinkaku-ji (Templo do Ouro)

De todos os maravilhosos templos que visitei em Kyoto, o Kinkaku-Ji é, de longe, o mais espetacular. Não bastasse o lago e os lindos jardins em volta, ele é todo revestido em ouro. Por isso também é conhecido como “Templo do Pavilhão de Ouro”. A beleza do lugar é impressionante.

O Kinkaku-ji foi construído para ser a residência do Xógun Ashikaga Yoshimitsu, que governou o Japão entre 1368 e 1394. Em 1994, o templo entrou para a lista de Patrimônios da Humanidade da Unesco.

Kyoto, a cidade dos templos e das Gueixas

O Templo do Ouro possui um lago e lindos jardins em volta

Gueixas em Gion

Uma das regiões mais tradicionais de Kyoto é Gion, com ruas antigas, construções históricas e lindas luminárias vermelhas. É lá que podemos ver as famosas Gueixas.

Gueixa e Samurai, dois ícones da cultura e história do Japão

Muitas pessoas pensam que elas são prostitutas, mas esta ideia é totalmente errada. As Gueixas são mulheres que, desde muito jovens, se dedicam a estudar música, dança, canto e outras artes com o intuito de oferecer entretenimento e cultura às pessoas da alta sociedade. Nos dias de hoje, elas são grandes responsáveis por manter vivas as tradições japonesas.

Ainda em Gion, vale a pena conhecer também o tradicionalíssimo Santuário de Gion ou Yasaka Jinja, com mais de 1.350 anos.

Entrada do Santuário Yasaka Jinja

Torre de Kyoto

Construída em 1964 e medindo 131 metros de altura, a Torre de Kyoto fica bem no centro, sendo um dos destaques da paisagem. Ela oferece uma linda vista panorâmica da cidade.

Kyoto, a cidade dos templos e das Gueixas

A Torre de Kyoto possui 131 metros de altura

Museu dos Super-Heróis da Toei

Apesar de Kyoto ser uma cidade com destaque para os templos budistas e toda a riqueza histórica e cultural que ela carrega, devo confessar que um lugar, em particular, me emocionou demais. Estou falando do Museu dos Super-Heróis da Toei.

Para quem não sabe, a Toei é um estúdio onde foram produzidos os famosos Tokusatsus, nome japonês para as séries live-action com atores reais.

Kyoto, a cidade dos templos e das Gueixas

Super-heróis da Toei

Quem foi criança entre as décadas de 1980 e 1990, como eu, vai se lembrar de Jaspion, Changeman, Kamen Rider, dentre outros. Imagina poder ver de pertinho as armaduras usadas nas filmagens, além de fotos, pôsteres, maquetes… foi um banho de nostalgia.

Kamen Rider e Thundersaurus Megazord (Power Rangers)

Impossível viajar para o Japão sem dar, pelo menos uma passadinha em Kyoto, a terra dos templos e das gueixas. Esta é uma viagem que eu recomendo muito.