Lugares para conhecer

O que fazer na Chapada Diamantina

Um dos destinos mais cobiçados pelos amantes da natureza é a Chapada Diamantina, no coração da Bahia. Cachoeiras, rios, grutas, serras, mirantes e uma extensa mata preservada são alguns dos atrativos da região, que não decepciona seus visitantes. Quer saber quais são os melhores pontos turísticos? Venha com a 123Milhas e descubra o que fazer na Chapada Diamantina

Morro do Pai Inácio

O cartão-postal da Chapada é o Morro do Pai Inácio, que chega a 1150 metros de altitude! A vista é fascinante, principalmente durante o pôr-do-sol. Parada obrigatória durante a viagem!

A vista do Morro do Pai Inácio é uma das mais bonitas.

Para chegar até o topo é necessário fazer uma caminhada de esforço moderado. A trilha não é muito longa, tem apenas 500 metros, mas é bastante íngreme. Prepare o fôlego mas não se preocupe, pois vale muito a pena! 

As visitas ao mirante acontecem todos os dias, das 9h às 17h, e a entrada é de R$ 12 por pessoa. 

Serra da Santana

A Serra da Santana também oferece uma vista panorâmica muito bonita. A trilha tem 3 km e demora cerca de três horas para ser realizada. O maior movimento é durante a Semana Santa, quando fiéis sobem em direção à Capela do Senhor do Bonfim para pagar promessas, rezar ou praticar outra atividade religiosa. O trajeto até o templo tem 1 km, mas as pessoas costumam ir até o topo para curtir a paisagem. 

Fazenda Pratinha

Um dos locais mais visitados na Chapada Diamantina é a Fazenda Pratinha, um verdadeiro paraíso para quem gosta de esportes aquáticos. Nas águas cristalinas do rio Pratinha você pode andar de caiaque e pedalinho, flutuar na gruta, descer de tirolesa e outras atividades surpreendentes. 

Visite a Gruta da Pratinha na Chapada Diamantina.

A entrada custa R$ 60, mas algumas atrações são pagas separadamente. A tirolesa, por exemplo, custa R$ 20. Idosos têm direito a meia-entrada e crianças até 9 anos não pagam. 

A Fazenda fica no município de Iraquara e abre diariamente, das 8h às 16h. Para mais informações, acesse o site.

Gruta da Paixão

Não deixe de visitar a Gruta da Paixão no município de Andaraí. O interior tem mais de 3 km de extensão e vários corredores que levam a um salão central, um verdadeiro labirinto!

As formações em calcário são o grande diferencial e tornam essa caverna muito interessante de visitar.

O interior da Gruta da Paixão tem diversas formações em calcário.

O passeio é gratuito e acontece diariamente, das 8h às 17h. 

Marimbus

Inclua no seu roteiro o pantanal da Bahia! O Marimbus é um passeio bem diferente na Chapada pois, além de ter outra vegetação, o trajeto é feito em canoas ou caiaques. Algumas pessoas mais aventureiras aproveitam para atravessar o rio com stand up paddle. Um bom desafio! 

O passeio por Marimbus é feito de barco.

Durante mais de duas horas, você vai remar cercado por vitórias-régias e libélulas e desfrutar um ambiente completamente novo. A atividade requer certo esforço físico, mas não precisa ser um atleta para completar o passeio. 

O aluguel do barco custa aproximadamente R$ 50 por pessoa.

Piscinas do Rio Roncador

Refresque e relaxe nas piscinas naturais do rio Roncador! Pelo curso do rio, algumas piscinas funcionam como hidromassagens. É incrível! A trilha para chegar até lá é tranquila e pode ser feita em aproximadamente 20 minutos. 

Nadar nas piscinas do rio Roncador é um passeio imperdível.

Geralmente os turistas aproveitam para almoçar no Casarão, uma antiga residência da época do garimpo. A comida, preparada no fogão a lenha, tem aquele gostinho de caseira. Delícia! 

Cachoeira do Sossego

Há belas cachoeiras na Chapada Diamantina e é até difícil escolher quais delas visitar. Para quem gosta de combinar trilhas com bons mergulhos, uma das indicações é a do Sossego, na cidade de Lençóis.

O percurso tem 8 km e dura cerca de 2h30 para ser feito. Não é indicado para pessoas sedentárias, pois algumas subidas exigem esforço físico. É muito importante usar sapatos confortáveis e roupas leves, viu?! 

A Cachoeira do Sossego fica em um cânion.

Boa parte do rio fica dentro de um cânion e esse é o diferencial da Cachoeira do Sossego. O visual é muito bonito e impactante, vale a pena fazer a trilha!

Arte local

Conhecer a arte e os produtores locais também é uma atividade para colocar no roteiro. Em Lençóis, há a tradicional “Chapada em Retalhos”, um grupo de mulheres que bordam os pontos turísticos da região. Você pode encontrar as peças no centro histórico da cidade e, além de comprar lembrancinhas, é uma boa oportunidade para conhecer a cultura local. 

Os bordados retratam cenários da região.
Créditos: Guia Chapada Diamantina

Para comprar artesanatos diversos como objetos decorativos, joias e artefatos em pedras e cristais da região, a dica é ir à Toca do Morcego. Esse pequeno centro de compras fica no município de Andaraí e tem uma vista lindíssima. Vale a pena conhecer o espaço. A Toca abre de terça a sábado, das 8h às 16h, e aos domingos das 8h às 14h. 

Deu vontade de viajar, né? Apaixone-se ainda mais pela região descobrindo tudo sobre a culinária da Chapada Diamantina!