Notícias

Pesquisa mostra que 46% dos brasileiros pretendem viajar no primeiro semestre de 2022

De acordo com a pesquisa “Turismo Pós-Pandemia: o que esperar para o setor”, da Globo e disponível na Plataforma Gente, 46% dos brasileiros estão planejando viajar no primeiro semestre de 2022.

Com menos restrições à Covid-19, as pessoas têm economizado para realizar suas viagens, mesmo no cenário econômico complicado que encontra-se o país. Inclusive, 68% dos entrevistados pretendem manter ou mesmo investir mais nas próximas viagens. 24% respondeu que está nos planos o gasto entre R$ 1.001 a R$ 2.000, com viagens nacionais, e R$ 2.001 a R$ 4.000, com as internacionais. Portanto, viajar está no topo da lista e é uma das prioridades para os brasileiros!

Oito a cada dez pessoas pretendem viajar, especialmente no verão. Se ano passado o número foi de 30% de quem viajou nesse período, o estimado para este ano é de que suba para 76%. Os meses de maior preferência são dezembro, janeiro, fevereiro, março e também julho.

E 53% dos entrevistados revelaram também que planejam as viagens por conta própria. Os outros 47% procuram uma agência de viagens devido aos produtos (passagem, hotel e seguro-viagem), passando mais confiança e suporte, principalmente para quem vai para o exterior.

 

Razão da viagem

A maioria (83%) tem como motivo principal o lazer. Em contrapartida, o estudo revelou que as viagens a negócios não devem voltar aos números como no período pré-pandêmico. Já uma nova modalidade chega para ocupar esse lugar: a bleisure travel, mix de negócios (business) com lazer (pleasure). Além disso, com o aumento do home office, 34% das pessoas planejam estender o tempo no destino para aproveitar as experiências locais. O número é ainda maior entre os que pretendem viajar para o exterior (42%).

Qual o destino?

Os destinos brasileiros mais procurados são: São Paulo, Bahia, Rio de Janeiro e Santa Catarina. E, para 59%, o ideal é uma viagem com duração entre 4 a 10 dias.

Já para o exterior o desejo são os países das Américas do Sul, Norte e Central e Europa Ocidental. Dentre eles, 30% buscam por praias; 26% natureza e 23% grandes cidades. A duração nesse caso é de 6 a 15 dias, para 50% dos entrevistados.

Ainda estamos numa pandemia, que requer cuidados, mas com o avanço da vacinação e o desejo reprimido nos últimos anos com o isolamento, vemos uma grande aposta na retomada do turismo em 2022.

Para garantir viagens com segurança e muita economia, conte sempre com a 123milhas!