Colunistas

Speakeasy: os bares secretos em Nova York

Por Marcello Oliveira

Na semana passada eu detalhei aqui três pontos extremamente turísticos e que estão em alta em Nova York para quem quer observar a cidade de cima. Nesta semana eu volto a falar de Nova York, mas trazendo de volta a essência de “dica exclusiva” que esta coluna tenta sempre trazer. O assunto de hoje é tão exclusivo que de certa forma pode cheirar até como algo ilegal. Mas não é, pelo menos não mais, em pleno 2022, quase 2023. Conheçam, então, os speakeasy: os bares secretos em Nova York.

Durante a era da Proibição nos Estados Unidos, que foi de 1920 até 1933, era ilegal vender e consumir bebidas alcoólicas então os mais ousados começaram a fazer de forma clandestina e muito escondida. Assim nasceu os Speakeasy. São bares ultra discretos, geralmente escondidos ou camuflados dentro de um estabelecimento comercial de fachada para disfarçar, sem propaganda nem nada. Ficam nos porões, exigem senha ou palavra chave para entrar e em muitos até hoje só pode entrar quem for convidado por alguém que já é frequentador antigo da casa. Alguns até hoje escondem as garrafas de cerveja em sacos de pão para ninguém ver a bebida e a servem em xícaras ou canecas de chás.

Esses lugares não apenas existem até hoje em Nova York, como mantiveram a essência original do “proibido”, fazendo seus clientes formarem fila todas as noites na entrada. Detalhe: são locais tradicionalmente frequentados por moradores da cidade e que turistas normalmente não têm acesso ou simplesmente não ficam sabendo da existência deste tipo de bar.

Além do aspecto clandestino, o que marca os speakeasy são a boa comida e a criativa decoração. São vários e vários pela Big Apple, mas destaco três deles para vocês.

The Back Room

Speakeasy: os bares secretos em Nova York

Este é um dos sobreviventes da era da Proibição, nos anos 1920. Funciona até hoje no mesmo lugar e naquela época era frequentado pelos gângsters. O menu de bebidas inclui uma boa variedade de drinks, mas todos são servidos em xícaras de chá.

Ele funciona em um porão e para acessar é preciso descer uma escada bem discreta e que pode assustar de início.

Speakeasy: os bares secretos em Nova York

Lá dentro, tudo a meia luz, como há 100 anos. Alguns dias há música ao vivo, sempre com a temática dos mais 1920.

La Esquina

Para chegar nele, você entra primeiro em uma simplória casa de Tacos, passa pela cozinha onde os funcionários estão trabalhando normalmente é só então você entra no salão do Speakeasy. Sempre cheio, ele se destaca pelos bons drinks e pelo cardápio baseado na gastronomia mexicana.

Speakeasy: os bares secretos em Nova York

Há ambiente com dj tocando durante a noite e outro mais tranquilo para quem quer apenas colocar o papo em dia com os amigos.

Please Don’t Tell (PDT)

Speakeasy: os bares secretos em Nova York

Este é um dos mais famosos de Nova York. A fachada é de uma casa especializada em hot dogs. De fato lá vende hot dog, mas também tem uma cabine telefônica que é na verdade a entrada do bar. Sim, você entra através de uma cabine telefônica, onde tem uma campainha que você deve tocar uma única vez, que é o código para que sua entrada seja autorizada.

Lá você pode cumprir duas tarefas de sua viagem a Nova York ao mesmo tempo: comer um legítimo hot dog nova-iorquino e curtir um dos mais recomendado speakeasy da cidade.