Blog 123

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE O CORONAVÍRUS ANTES DE VIAJAR

tire suas dúvidas sobre o coronavírus antes de viajar

O planeta está em alerta para a epidemia do chamado novo coronavírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a doença é uma emergência de saúde pública de interesse internacional. São milhões de infecções mundo afora, com mais de setenta mil mortes. Conforme a lista de casos vai sendo atualizada, cresce também o temor das pessoas ao redor do globo, principalmente entre aquelas que estão com voos internacionais marcados. Se você encontra-se nessa situação, neste artigo tire suas dúvidas sobre o coronavírus antes de viajar.

Como o coronavírus é transmitido?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

gotículas de saliva;

espirro;

tosse;

catarro;

contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

O coronavírus apresenta uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe e, portanto, o risco de maior circulação mundial é menor. No entanto, o novo coronavírus pode ser transmitido de pessoa para pessoa antes mesmo do indivíduo infectado começar a manifestar os sintomas.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico dos coronavírus é basicamente clínico, com avaliação do profissional de saúde e análise dos sintomas.

Para confirmar a presença do vírus, podem ser feitos exames de sangue, fezes e/ou secreções nasais, por meio de testes sorológicos, PCR e cultura viral.

Em casos mais graves, que são raros, pode ser necessária a internação do paciente. O diagnóstico e exames são feitos pelo profissional de saúde, de acordo com a situação de cada caso.

Como é feito o tratamento?

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do novo coronavírus, é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo:

uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos);

uso de umidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garganta e tosse.

Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento.

Quais são os sintomas do novo coronavírus?

Os sinais e sintomas clínicos do novo coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado.

Os principais sintomas são:

febre;

tosse;

dificuldade para respirar.

Como prevenir?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

utilização de máscaras em locais públicos de grande circulação de pessoas, como aeroportos;

evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de doenças respiratórias;

realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou ter estado em locais públicos;

utilizar lenço descartável para higiene nasal;

cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

manter os ambientes bem ventilados.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Como é definido um caso suspeito de coronavírus?

Para ser considerado um caso suspeito do novo coronavírus, o paciente precisa possuir o critério clínico, que é febre acompanhada de sintomas respiratórios, além de atender a uma das duas situações:

ter viajado nos últimos 14 dias antes do início dos sintomas para área de transmissão local (Wuhan, na China);

ou

ter tido contato próximo com um caso suspeito ou confirmado.

Nos aeroportos de todo o Brasil, foram reforçadas as orientações para notificação imediata de casos suspeitos do novo coronavírus, além da intensificação da limpeza e desinfecção nos terminais.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também está divulgando alertas sonoros sobre a doença em todos os aeroportos do país. Para ouvir a mensagem, clique aqui: http://portal.anvisa.gov.br/coronavirus

Apesar de ainda não existir nenhum caso confirmado do novo coronavírus no Brasil, é importante que você tire suas dúvidas antes de viajar e tome as precauções necessárias para preservar a sua saúde.

Gostou? Compartilhe:

Comentários