Chapada dos Guimarães

Chapada dos Guimarães

O Brasil é um país repleto de riquezas naturais fascinantes, porém quando se fala em viajar, a maioria das pessoas pensa logo em algum destino com praias ou frio.

 Entretanto, nosso país está repleto de lugares presenteados com incríveis belezas naturais, como é o caso dos destinos na região centro-oeste do Brasil, em especial a Chapada dos Guimarães, no interior do Mato Grosso.

Chapada dos Guimarães: conheça esse destino incrível no interior do Mato Grosso | Cachoeira na Chapada dos Guimarães | Conexão123

Uma das belas cachoeira na Chapada dos Guimarães

 

Por isso, embarque conosco nesse destino impressionante e conheça toda beleza nativa desse lugar. 

 

Você vai ler sobre: 

 

Chapada dos Guimarães 

Assim como outros municípios interioranos, a Chapada dos Guimarães abriga peculiaridades incríveis que encantam seus visitantes. 

Conhecido por suas nascentes, cachoeiras, cânions e corredeiras, além da fauna e flora riquíssimas, o lugar é capaz de proporcionar um contato mais próximo com a natureza em sua forma mais crua, sem tantas intervenções humanas.

Chapada dos Guimarães: conheça esse destino incrível no interior do Mato Grosso | Chapada dos Guimarães

Chapada dos Guimarães

 

Perfeito para quem gosta de se aventurar em passeios radicais, estar mais perto da natureza ou simplesmente descansar em meio a belas paisagens nativas, os pontos turísticos na Chapada dos Guimarães é um destino ideal para quem gosta de sair do óbvio e desfrutar da oportunidade de conhecer novos lugares.

Então, se você quer se encantar com um dos lugares mais bonitos e exóticos do Brasil, confira nosso guia de turismo na Chapada dos Guimarães e inclua esse destino nas suas próximas viagens.

Situado a 70 km da capital, é possível chegar à Chapada dos Guimarães pelo próprio aeroporto de Cuiabá, onde o turista pode seguir de carro até a cidade. O traslado é de aproximadamente 01h:30 seguindo pela BR-251 e depois pela MT-020.

Para facilitar o seu processo de traslado, a 123milhas oferece serviços de aluguel de carros para o destino. De forma simples e rápida, você escolhe o local, a data de sua viagem e o veículo que deseja dirigir. 

Com uma população estimada em quase 20 mil habitantes, Chapada dos Guimarães é o segundo município mais alto de Mato Grosso e graças a uma área de 6.250 km², foi considerado o maior do mundo em extensão territorial. 

O clima que predomina na Chapada é o tropical, ou seja, é certeza que você irá aproveitar temperaturas na faixa dos 20º C. A primavera na região é marcada pelo início do período de chuvas, que vai até abril, onde começa o verão.

A partir do outono até o inverno a temperatura esfria gradativamente, gerando temperaturas mais amenas, um pouco mais quentes durante o dia e frio à noite.

 

Viagem para a Chapada dos Guimarães

O principal ponto turístico da região é o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, onde é possível se conectar com a natureza através de cachoeiras, cavernas, lagoas e trilhas em meio à vasta mata nativa de cerrado, vegetação que predomina no centro-oeste brasileiro.

O parque fica localizado no km 50 da BR-251, a cerca de 13 km do centro do município. Com uma área total de 30 mil hectares, está aberto para visitações todos os dias.

Os espaços que podem ser explorados para turismo no parque são:

  • 60 nascentes;
  • 50 sítios arqueológicos e paleontológicos;
  • Cerca de 150 km de paredões de arenito;
  • Aproximadamente 480 cachoeiras.
Chapada dos Guimarães: conheça esse destino incrível no interior do Mato Grosso | Cachoeira véu da noiva Chapada dos Guimarães | Conexão123

Cachoeira véu da noiva na Chapada dos Guimarães

 

Entre todos esses passeios, alguns são considerados parada obrigatória para os turistas que visitam o parque. Um deles é o circuito das cachoeiras, um dos mais procurados e apreciados por quem conhece o local. Confira algumas das cachoeiras mais belas do lugar:

  • Cachoeira Véu de Noiva: 80 metros de queda livre marcam o cartão postal da Chapada dos Guimarães, que cercada pelos paredões de arenito dão um visual espetacular da natureza crua.

É possível aproveitar esse espetáculo natural após percorrer uma trilha ecológica e curtir as deliciosas águas que descem pela cachoeira ou por cima, através de um mirante próximo, que rende fotos incríveis da vista.

  • Cachoeirinha: outra entre o rol de mais procuradas da Chapada dos Guimarães, a cachoeira conta com uma queda d’água de 20m de altura e um poço com pouca profundidade, ou seja, ideal para as crianças e idosos.

Localizada a 1 km da Cachoeira Véu de Noiva, é perfeitamente viável conhecer as duas cachoeiras no mesmo passeio.

  • Cachoeira da Prainha: com uma queda d'água menor entre as demais cachoeiras do circuito, a Cachoeira da Prainha compensa com uma das maiores piscinas naturais do parque, que inclui uma pequena praia, formada pelo encontro da água com a areia nas margens do rio.

Por isso, embora seja menor em queda d’água, é grande em beleza e uma das mais apreciadas entre os turistas, que podem relaxar nas águas doces da prainha.

Vale salientar que todos os passeios são feitos com o auxílio dos guias, que ajudam os visitantes a aproveitar o melhor do circuito.

Apesar dos destaques serem essas cachoeiras, outros pontos turísticos na Chapada dos Guimarães também fazem parte do circuito e valem muito a visita, como o percurso até a Casa de Pedra, uma caverna formada de arenito que no passado foi usada como refúgio para índios, bandeirantes e tropeiros que passaram pela região.

As trilhas ecológicas ainda levam os turistas até paredões e grutas que se escondem na Chapada dos Guimarães, como a Gruta da Lagoa Azul, um lago natural que quando iluminado pelo sol ganha tons azulados em suas águas.

Da parte superior da Chapada é possível apreciar toda paisagem, que rende uma vista incrível e belas fotos como recordação. Araras vermelhas e outras espécies costumam aparecer em meio à mata nativa para “cumprimentar” os visitantes.

 

Turismo na Chapada dos Guimarães: melhor época para viajar

Graças ao seu clima predominantemente tropical, a Chapada dos Guimarães é um destino que pode ser visitado o ano inteiro, porém, se você deseja ter mais segurança de quando programar sua viagem e evitar os períodos de chuva, leve em consideração algumas mudanças climáticas.

Destino incrível no interior do Mato Grosso | Gruta da Lagoa azul | Conexão123

Visita a Gruta da Lagoa Azul Chapada dos Guimarães

 

Isso porque como se trata de um destino que está à mercê da natureza, essas variações podem influenciar os passeios e até a paisagem da Chapada.

Um bom exemplo é que nos meses de abril a setembro o clima esquenta no interior do Mato Grosso, com temperaturas que podem chegar aos 39º C.

Nesses meses as cachoeiras estão com sua capacidade máxima, pois é um período de cheia na região, que também enfrenta algumas chuvas esparsas, mas nada que atrapalhe as experiências do turista.

Junho é o mês mais frio da cidade, com temperaturas que vão de 20º C a 30º C, o que caracteriza um período de seca na Chapada, com volume de água dos rios e cachoeiras bastante reduzido.

Nos períodos mais frios, a neblina costuma tomar conta da paisagem, o que acaba mudando um pouco a vista dos mirantes, porém nada que diminua a beleza dos lugares ou impeça que possam ser explorados.

Por causa de seu clima predominantemente quente, o ideal para quem viaja para a Chapada dos Guimarães é levar roupas leves e frescas para o dia e peças mais quentinhas para usar a noite.

Para garantir sua viagem com o melhor preço, conte com a 123milhas.

RESPOSTAS123

As chuvas na região costumam ser esparsas e geralmente não atrapalham os passeios turísticos, porém se o ideal é consultar os pontos que deseja conhecer, para assegurar que a chuva não atrapalhe o passeio.