Lugares para comer

Onde comer em Buenos Aires

Depois de desembarcar em Buenos Aires, comer uma boa parrilla entra para o topo da lista de desejo de muitos brasileiros. Massas leves, pizzas, sorvetes, doce de leite, pães e empanadas também não podem faltar. Por isso, listamos endereços famosos e fora do circuito turístico portenho para você saber onde comer em Buenos Aires

Ir à Argentina e não comer parrilla é como conhecer Roma e não ver o Coliseu. O argentino chega a comer 89,9 quilos de carne bovina por ano, segundo relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). 

Mas engana-se quem pensa que basta entrar em um restaurante da capital argentina para comer carne deliciosa. Esse é um grande mito. É preciso saber escolher o corte, o modo de preparo do churrasco argentino e a carne ser macia – normalmente é quando vem de um animal que foi abatido jovem. Atendido a esses quesitos, a chance é grande de provar um delicioso churrasco dos hermanos. 

Vários bons restaurantes estão localizados nos bairros de Puerto Madero e Palermo, nomes famosos como La Cabrera, La Carniceria, Cabañas Las Lilas e Don Julio. Eles são realmente bons. Mas nem sempre é preciso ambiente decorado e muita apresentação. 

Se o que importa é o sabor da carne, nessa lista entram as parrillas roots, frequentadas e amadas pelos moradores. Argentina também é o destino certo para matar a sua sede e deixar o álcool alegrar a sua noite porteña. O país é reconhecido pela produção de vinhos bons e baratos, além de boa cerveja artesanal e o autêntico fernet, bebida amarga que mistura mais de 40 ervas numa base de aguardente de vinho.

 

Churrasco argentino 

Don Julio 

Entra ano, sai ano, o restaurante Don Julio encabeça o ranking dos melhores restaurantes da América Latina, colecionando prêmios da gastronomia. Ele serve a autêntica parrilla portenha no descolado bairro de Palermo, em Buenos Aires. Um dos grandes segredos é a carne super macia e o tempero. 

 

Parrilla El Tano 

Esse é um típico restaurante familiar em Buenos Aires. Famoso pela fartura e variedade de carnes, a Parrilla El Tano é uma ótima opção para quem quer comer bem e não pagar demais para comer churrasco. Preços a partir de 1.500 pesos argentinos. 

Chorizo, lombo com queijo, matambre a la pizza é um dos tipos de cortes preparados no Parrilla El Tano

A churrascaria fica na avenida General Güemes, 567, Avellaneda. Abre todos os dias a partir de meio-dia. 

 

Los Talas del Entrerriano  

Que tal comer clássicos argentinos, como o assado de tira (1.900 pesos), morcilla (850 pesos argentinos) e chouriço (1.500 pesos) no Los Talas? Esse restaurante rústico recebe todo de tipo de público, de executivos a grandes famílias, atrás do sabor da parrilla argentina feita nas antigas fazendas. 

Um dos principais jornais da Argentina, El Clarín, escolheu Los Talas del Enterriano como uma das melhores parrillas do país

Várias peças inteiras são assadas no fogão de chão, como leitão e costelas bovinas. Como fica mais afastado do centro de Buenos Aires, é uma boa escolha para quem fica mais de quatro dias na capital. Está localizado na Avenida Brigadier de Rosas,1391, José León Suárez. 

 

Sattva Conciencia Vegetariana

Buenos Aires também é um destino ideal para quem é vegetariano. Sim, você leu correto. A capital do churrasco conta com vários restaurantes saudáveis e supersaborosos para quem não come carne. Um deles é o Sattva Conciencia Vegetariana. 

Peça a salada batizada com o nome da casa. Feita de arroz yamani, folhas verdes, repolho, cenoura, frutas secas e queijo (650 pesos ou R$ 30,00). Outro bom prato é o Omelete de Papas y Azul, que leva ovo, batatas assadas, queijo azul e salada (600 pesos ou R$ 28,00). 

O Sattva Conciencia Vegetariana oferece várias opções de pratos vegetarianos 

No menu tem pão caseiro, café, chá, hambúrgueres e pizzas veganas. Fica na rua Montevidéo, 446, no centro de Buenos Aires, próximo à estação de metrô Uruguay. 

 

Bebidas

Fernet

De gosto amargo e normalmente acompanhado de Coca-Cola e muito gelo, o Fernet é a bebida nacional da Argentina. Criado originalmente em Milão no século XIX, é produzido a partir da maceração de 40 ervas em barris de carvalho. A bebida era tomada como remédio para aliviar a digestão. 

Com a chegada de muitos imigrantes italianos no país de Maradona, a bebida ganhou força na Argentina. O rótulo mais aceito é a Fernet Branca. 

Experimente a bebida argentina Fernet

 

Tereré

Quando a temperatura esquenta na Argentina é bem comum ver o mate puro dar lugar para o tereré. Essa é uma bebida servida fria, criada da mistura de ervas, suco de frutas e gelo. Muito consumido no Paraguai, também é popular em Buenos Aires. 

Argentinos compartilham tereré entre adultos e crianças

 

Cerveja artesanal

Cervecería Antares  

A fábrica da Cervecería Antares é a mais famosa do guia, originada em Mar del Plata. Possui vários tipos de cervejas especiais à venda. Mas tem bar próprio que funciona em vários bairros portenhos, como Palermo e San Telmo. O ambiente é agradável e cardápio diversificado. 

Um dos destaques são as Papas Fritas Antares e as hamburguesas

Abre de domingo a quarta-feiras de 17h às 2h da madrugada. E, de quinta a sábado, de meio-dia às 2h. Há unidades nas ruas Bolívar com Venezuela, 1706; Vicente López, 1681; Pedro Goyena, 1064. Garrafas de cervejas a partir de 100 pesos argentinos. 

Cervecería On Tap  

O espaço serve mais de 20 cervejas artesanais argentinas. Quando está com fila na porta, as pessoas bebem em pé. Prove os hambúrgueres do tipo gourmet servidos no local, grandes e deliciosos. O combo de hambúrguer com cerveja sai a 190 pesos (cerca de R$ 9,00) no happy hour, de terça a domingo, até 20h30.

O cardápio do On Tap mescla vários tipos de cervejas, sanduíches, lula frita e muita batata 

Tem dois locais na cidade: no bairro Palermo, fica na rua Costa Rica, 5527. Já em Recoleta está na rua Azcuenaga, 1781. 

 

Crônico Bar 

Com cadeiras ao ar livre e na calçada de Palermo, esse é um clássico bar argentino embalado por rock n’ roll. Serve diversas cervejas artesanais, pizzas, hambúrgueres e as clássicas batatas fritas com cheddar e bacon. 

Experimente locro (espécie de feijoada argentina feita com milho em vez de feijão) harmonizado com cerveja

É um bom lugar para comer barato em Buenos Aires durante dias de promoções e happy hour. Se quiser assistir a jogos de futebol, corra para lá. Sempre tem TV ligada em dias de jogo. Fica na rua Jorge Luis Borges, 1646, na Plaza Serrano.  

 

La Biela

Buenos Aires é a cidade dos bons cafés. Mas há um que você precisa ir. O Café La Biela é um marco da capital argentina, com mais de 150 anos. Era o local preferido dos aclamados escritores Borges e Casares. 

Tanto que duas estátuas em tamanho real em homenagem aos dois estão na mesa favorita deles para tomar café e comer delícias à base de doce de leite, como medialunas. Preços a partir de 600 pesos argentinos. 

Panquecas com doce de leite, medialunas e muito café fizeram a fama do La Biela, café predileto dos escritores argentinos Borges e Casares

Localizado na avenida Quintana, 600, no bairro Recoleta, funciona de segunda a domingo, das 7h às 2h da madrugada. 

 

Bar Isabel

Se a sua viagem para Buenos Aires engloba passar de quarta a sábado na capital argentina, é preciso badalar à noite portenha no Bar Isabel. O cardápio inclui comida japonesa, tiras de polvo e lagostins empanados com molho de maracujá. 

O menu de drinques resgatou receitas espanholas do final do século XIX e criações próprias, como o “Surfing Bastard”. A decoração é baseada na Nova York dos anos 1970. Preços a partir de 300 pesos argentinos (R$ 14,00). O Bar Isabel fica na rua Uriarte, 1664. 

Bar Isabel é conhecido pela variedade de coquetéis e a estrela da casa: Burrata Mediterrânea

E depois de conhecer os melhores restaurantes para comer bem na capital portenha, veja onde ficar em Buenos Aires.