Lugares para conhecer

Circuito das Águas Paulista reúne as cidades mais bonitas do estado

Algumas das cidades mais bonitas de São Paulo estão reunidas em uma rota especial do estado. Trata-se do Circuito das Águas Paulista, composto por nove municípios, cobertos de muito verde, situado na Serra da Mantiqueira

Neste texto, descubra tudo sobre os destinos que são grandes centros de lazer e possuem infraestrutura repleta de serviços e comodidades. Os lugares equipados por ótima rede hoteleira são comparados aos mais modernos pontos de visitação nos centros europeus!

 

Conheça as principais cidades do Circuito das Águas em São Paulo

Cachoeiras, fontes de água mineral, água e clima fazem parte da experiência nas consideradas estâncias hidrominerais. Atualmente, o Circuito das Águas Paulista abrange uma região com grande relevância também para a realização de eventos e convenções na área dos esportes e do ecoturismo. Fora isso, é o ambiente de verdadeiras cidades-spa

São diversos tratamentos e benefícios para a saúde e o bem-estar dos visitantes, com reconhecimento internacional e geração de economia. Listamos as principais cidades que fazem parte do Circuito das Águas em São Paulo, confira!

 

Águas de Lindóia

Conhecida como a “capital termal do Brasil”, Águas de Lindóia (SP) é a principal cidade na rota do Circuito das Águas de São Paulo. Está a apenas 160 km distante de São Paulo e mesmo assim consegue oferecer um ambiente muito calmo e longe do estresse no grande centro urbano.

Outro ponto forte do lugar é a ótima receptividade dos moradores. Além disso, a cidade conta com uma das maiores indústrias hoteleiras do país. Aproximadamente 30 hotéis modernos e com várias comodidades oferecem estadia para até 5 mil pessoas na localidade.

Águas de Lindóia também é incomparável quando o assunto é estrutura para realização de eventos. O lugar possui mais de 50 salas onde podem acontecer grandes congressos, convenções, feiras e simpósios. 

O charme inesquecível de Águas de Lindóia, em São Paulo
Créditos: Reprodução / Site Oficial Governo de São Paulo

Na parte das atrações, a cidade encanta com uma enorme quantidade de passeios ecológicos, mergulhos em piscinas de água mineral, entre outras atividades ligadas ao esporte. Tudo isso envolto por uma impactante paisagem natural e o charme de uma arquitetura inspirada em edificações europeias. 

A Praça Adhemar de Barros e o Balneário Municipal são espaços perfeitos para começar a desfrutar dos principais programas da cidade. Neste último, os destaques são os banhos de imersão ou argila, as massagens, as piscinas de água mineral e a ducha escocesa (banho em máquina de alta pressão). 

O lugar funciona de terça a domingo, das 9h às 17h. Não é cobrada entrada e você pode conferir os valores por cada serviço oferecido.

As piscinas do Balneário Municipal são uma opção para conhecer o poder medicinal de uma das águas mais puras do Brasil na cidade de Águas de Lindóia
Créditos: Reprodução / Site Oficial Balneário Municipal

Você ainda pode aproveitar uma emocionante trilha de jeep rumo ao Circuito das Montanhas partindo do centro de Águas de Lindóia. Passeios a cavalo e visitas à rancho e engenhos, como o Rancho São Nicolau e o Engenho do Barreiro, também são opções de lazer na cidade. 

Uma dica muito bacana para curtir no entorno do local é seguir até Morro Pelado e fazer um voo livre nas plataformas de salto a 1.400 metros de altitude. O ponto ainda tem muitos hotéis-fazenda, mirantes e uma vista de 360 graus para toda a região parte do circuito. 

Com tudo isso, não se esqueça! Antes de embarcar para o destino, certifique-se de que está levando roupas esportivas, protetor solar e câmera fotográfica. Os itens são indispensáveis para curtir esse local magnífico e cheio de benefícios para o seu bem-estar.

Contemple, no alto do Morro Pelado, em Águas de Lindóia, um dos panoramas mais deslumbrantes de todo o Circuito das Águas Paulista

 Amparo

Amparo (SP) é uma cidade de onde as águas brotam das rochas nas montanhas. As propriedades do recurso em abundância na região são indicadas para cura de asma, além de tratamento de disfunções no sistema nervoso, doenças de pele, bronquite, diabetes e colite. 

Desse modo, o lugar é um importante ponto do Circuito das Águas (SP). É muito procurado também por causa do seu núcleo central tombado, com a preservação de valiosas edificações arquitetônicas do século XIX.

A Casa do Artesanato faz parte de um complexo instalado às margens da Avenida Carlos Burgos, na área central de Amparo
Créditos: Reprodução / Site Oficial Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo

Conheça a bonita área de 442 km² de Amparo. O local fica a 135 km de São Paulo e é facilmente acessado de carro partindo do centro da capital paulista e seguindo pela Rodovia SP-360.

O clima ameno, com uma temperatura média de 24º graus, é mais um convite para descobrir os atrativos desta estância hidromineral em topografia montanhosa. 

Dentre os principais passeios, realize agradáveis caminhadas pela Praça Pádua Salles e o jardim público, Parque Alonso Ferreira de Camargo. Também aproveite para entender mais da história do município no Museu Bernardino de Campos e na Biblioteca Municipal “Carlos Ferreira”, no centro. 

Muito frequentado, o Pólo Astronômico de Amparo oferece uma experiência única de visualização do céu estrelado longe das luzes e poluição das cidades. O local está situado em uma área rural de quase 60.000 metros quadrados. Possui linda vista para os vales e morros da Serra da Mantiqueira, a 1 mil metros de altitude. 

O Pólo Astronômico de Amparo fica localizado na Estrada do Sertãozinho, sem número, Bairro do Sertãozinho
Créditos: Reprodução / Site Oficial Pólo Astronômico de Amparo

Com uma comunidade formada em maioria por imigrantes italianos, Amparo também é um destino com destaques gastronômicos. Prove muitas delícias em espaços como a Rovigo Pizzaria e a Vinícola Terrassos

As fazendas Benedetti e Atalaia também são excelentes pontos para encontrar opções da culinária local, como doces e pimentas, além de artesanato e bebidas. Não perca!

 

Holambra

A mais florida de todas as cidades do Brasil. Não é à toa que Holambra é conhecida como a capital das flores. O destino é o maior produtor de plantas ornamentais do país, responsável por 60% do abastecimento do mercado nacional e 40% da exportação brasileira no setor. 

Muito característico da cidade também é a semelhança com a Holanda, na Europa Ocidental. A arquitetura típica do município paulista lembra muito os cenários holandeses repletos de moinhos e estufas. 

O destino brasileiro começou a ser construído no fim da década de 1940. Hoje em dia, é uma das mais relevantes estâncias turísticas do país, integrante do Circuito das Águas Paulista

A cidade de Holambra, em São Paulo, possui aproximadamente 350 produtores de flores e plantas ornamentais

Em meio a uma paisagem encantadora, você vai encontrar muitos passeios, lugares para fazer compras, lindas hospedagens e opções na gastronomia. Uma das atrações que você não pode perder no destino é a réplica do moinho holandês, Povos Unidos. É considerado o maior de todos na América Latina, com 38,5 metros de altura e nove andares. 

O Sítio Arurá é mais um ponto que vale a pena conhecer em Holambra, principalmente, pela oportunidade de visualização de jacarés de papo-amarelo vivendo de forma livre. 

Você ainda deve visitar o Museu Histórico Cultural Clube Fazenda, bem como ir até o Rancho da Cachaça e degustar as bebidas artesanais produzidas no local.  

Ainda, um dos principais passeios turísticos em Holambra envolve dar uma passada nas estufas com a produção de flores que deixou o destino conhecido internacionalmente. Nas caminhadas pelas belas praças e lagos da cidade você também vai encontrar amostras dessa beleza colorida e rica em convívio com a natureza. 

O Moinho Povos Unidos fica na Alameda Maurício de Nassau, 249, centro de Holambra

Para chegar até a cidade de Holambra (SP), a melhor opção é desembarcar no Aeroporto de Guarulhos e seguir de ônibus ou carro pela Rodovia dos Bandeirantes, SP-348. Você levará aproximadamente duas horas de viagem até o local. 

 

Jaguariúna

Jaguariúna (SP) é um município paulista conhecido por abrigar um importante parque industrial, que reúne empresas de diferentes setores da economia brasileira. Mas, o lazer e o turismo também fazem parte da história do lugar, fundado em 1896. 

Dentre o que mais se destaca nas visitações estão tesouros históricos e naturais, várias praças, parques, áreas verdes, fazendas e sítios centenários. Uma das atrações principais, o tradicional passeio de trem “Maria Fumaça”, atrai visitantes interessados pela legítima locomotiva da Cia. Mogiana, fabricada em 1952. 

Para quem não sabe, Jaguariúna foi um importante distrito de Mogi Mirim. O local conquistou a independência em 1953 e atualmente é uma das cidades com a localização mais estratégica do estado. 

Está situada em uma região com acesso fácil para três estados brasileiros (Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná) e o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. Por isso, a cidade do “Rio das Onças Pretas”, como é o significado de Jaguariúna em tupi, é uma das mais relevantes de todo o Circuito das Águas Paulista

O trem turístico Maria Fumaça de Jaguariúna remete a época dos barões e dos grandes cafezais no estado de São Paulo. O bilhete custa R$ 160 por pessoa

Descubra, na antiga Estação Mogiana, um Museu da Ferroviária, além de um Centro Cultural repleto de restaurantes e bares com música ao vivo. A cidade também fica viva com as atrações no Parque dos Lagos e as apresentações no Teatro Municipal Dona Zenaide

O que não falta em Jaguariúna ainda é uma estrutura adequada para receber um grande número de visitantes. Entre outras coisas, a cidade possui rede hoteleira, restaurantes, supermercados, condomínios de luxo e chácaras de lazer.

Fora isso, no local, acontecem eventos de grande porte, como shows de artistas nacionais, rodeios e encontros de setores da produção industrial. Para os interessados na parte ambiental, Jaguariúna também é a cidade da Embrapa, pioneira nas pesquisas da economia agrícola sustentável. 

A cultural local de Jaguariúna é muito convidativa para agradáveis férias no interior

 

Lindóia

Ainda que parecida com Águas de Lindóia no nome e no fato de serem estâncias hidrominerais, a cidade de Lindóia (SP) é um lugar mais pacato, situado no coração do Circuito das Águas Paulista. Chama muita atenção pela boa infraestrutura nos setores de saneamento básico, educação, habitação, segurança e saúde.

A cidade de Lindóia possui grandes e belos lagos no interior de São Paulo
Créditos: Reprodução / Caminhos me Leve

Conheça o município a cerca de 157 km de distância da capital de São Paulo, 94 km de Campinas e a 69 km de Bragança Paulista. O local é cercado pela natureza exuberante da Serra da Mantiqueira e tem clima ameno e agradável, a 750 metros de altitude, aproximadamente. 

Além disso, faz fronteira com importantes pontos na rota turística das águas, como Águas de Lindóia, Itapira, Socorro e Serra Negra. O Rio do Peixe, que contorna a região, é uma paisagem de beleza imponente que identifica o destino. 

Dentre o que se pode fazer em Lindóia, escolha conhecer as águas termais com poder de cura extraídas do subsolo do território. O recurso de excelente qualidade é uma importante riqueza do local, representando 40% do volume consumido em todo o Brasil. 

A própria NASA, agência espacial estadunidense, adquiriu o produto lindoiense e o levou mais próximo da lua. Toda essa fama da água da cidade é representada pelo monumento da Garrafa, localizado no centro da cidade.

O garrafão com as águas de Lindóia é emblemático do produto de exportação mais famoso da cidade 
Créditos: Reprodução / Site Oficial Circuito das Águas Paulista

Mais pontos turísticos indispensáveis do município são o Grande Lago de Lindóia e o Recinto de Exposição e Lazer Antonio Toledo. A visita até o Cristo Redentor e o Morro do Mosquito também vão te proporcionar um passeio em meio à beleza natural do local. 

Neste último ponto, inclusive, há um importante corredor turístico com acesso à Trilha da Serra Negra. Por lá, é muito comum a prática de trekking da Estrada dos Mosquitos até o pico de quase 1.300 metros de altura. O local ainda serve para a contemplação da paisagem de toda a região. 

Quadriciclos e bicicletas também são bem-vindos para se chegar até o topo da Serra Negra, na região de Lindóia, em São Paulo
Créditos: Reprodução / Wikiloc

 

Monte Alegre do Sul

Ponto de parada às margens do Rio Camanducaia, a cidade de Monte Alegre do Sul (SP) é o espaço dos alambiques no trajeto do Circuito das Águas Paulista. O município foi formado por população proveniente de Bragança Paulista e de Amparo.

Possui história ligada à estação da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, que promoveu muito desenvolvimento para a região. De qualquer modo, o lugar atraiu muitas pessoas pela qualidade das águas do rio e a fertilidade do solo. 

Hoje em dia, é mais conhecida como uma estância turística produtora de deliciosos itens de aguardente. Conheça algumas cachaças envelhecidas nas adegas Camarguinho, Italiano, O Rancho e Peterlini. 

Na Cachaça Brisa da Serra você também vai encontrar o produto armazenado ou envelhecido e um dos melhores controles de acidez. O espaço fica no Distrito das Mostardas, Avenida  Dep. Narciso Pieroni, 588. 

A paisagem singela e hospitaleira de Monte Alegre do Sul, em São Paulo
Créditos: Reprodução / Site Oficial Circuito das Águas Paulista

Uma grande vantagem de visitar Monte Alegre do Sul atualmente é se deparar com um destino que tem roteiro especial do café. Nesse ponto, conheça fazendas cafezais, como a Cafezal em Flor e a Fazenda Santa Isabel. Ainda, visite espaços para degustação da bebida, como o Cantinho da Ni e o Nono Rouxinolli. 

Na parte do balneário, o local oferece serviços de banhos de imersão e espuma, hidromassagem, ducha escocesa e circular. Além disso, as saunas úmida e seca, duchas simples, massoterapia e mais estética fazem o relaxamento dos visitantes na cidade-spa. Aproveite!

A qualidade e a beleza das águas naturais também estão presentes nos lagos da cidade de Monte Alegre do Sul
Créditos: Reprodução / Site Oficial Circuito das Águas Paulista

O horário de funcionamento do Balneário Municipal é de quarta a sexta-feira, das 14h às 20h, e aos sábados, das 09h às 12h e das 14h às 19h. Em datas comemorativas e feriados, o estabelecimento possui horários de atendimento diferenciados. 

O preço de entrada é determinado por decreto municipal. Adultos maiores de 60 anos, servidores públicos municipais de Monte Alegre do Sul e munícipes com documento de comprovação tem 50% de desconto. Massagens e procedimentos estéticos são pagos à parte, diretamente aos profissionais realizadores dos serviços.

Mais Três cidades na rota do Circuito das Águas Paulista

Para completar o número de nove cidades do Circuito das Águas Paulista, mais três destinos surpreendem com atrações turísticas históricas, culturais e ligadas ao universo dos spas naturais. 

Pedreira (SP) é um lugar encantador com opções de turismo rural e ecológico. Fica a cerca de 155 km da capital do estado e tem clima temperado quase o ano todo. Encontre um diferenciado Zoo Bosque e um Museu Histórico e da Porcelana no centro do local. 

Desfrute também, é claro, dos passeios ao ar livre às margens do Rio Jaguari e entre as montanhas que o circundam. 

Um grande deslumbre na cidade de Pedreira são os bosques e ruas arborizados
Créditos: Reprodução / Site Oficial Circuito das Águas Paulista

No município de Serra Negra (SP), a vantagem é mesmo os serviços no Balneário Municipal, com diversos tipos de banhos e massagens. No ponto destaca-se os tratamentos de aquaterapia, reflexologia, redução de medidas e drenagem linfática. 

A cidade também não deixa por menos quando o assunto são passeios rurais ou com grande aventura. Faça um trajeto em veículo 4×4 por entre a beleza exuberante de Serra Negra. Experimente também as visitas de teleférico até o Mirante Cristo Redentor. Além das famosas subidas ao Mirante Alto da Serra

Um momento indescritível em Serra Negra é acompanhar os saltos de parapente a mais de 1.300 metros de altura
Créditos: Reprodução / Site Oficial Circuito das Águas Paulista

Já no município de Socorro (SP), na divisa com a cidade de Monte Sião, em Minas Gerais, você terá à disposição muitas opções para explorar o turismo de aventura. Conheça o Parque Aui Mauê, o Ecco Park, o Kango Jango e o Mountain Adventure!

Para atividades de pescaria a cidade é muito bem equipada com os melhores pesqueiros da região. Além do mais, não falta em Socorro casarões antigos, com estilo arquitetônico remanescente da época do Brasil Colônia. 

Passeio ideal para se aventurar no Circuito das Águas Paulista é a descida pelo rio em Socorro
Créditos: Reprodução / Site Oficial Circuito das Águas Paulista

E aí, qual a cidade você vai começar a conhecer no fantástico roteiro do Circuito das Águas Paulista? Seja qual for a sua escolha, a 123milhas te ajuda com as passagens aéreas mais baratas do Brasil. 

Continue descobrindo um universo de possibilidades com as dicas de viagem do Conexão123. Viajar é sempre uma boa ideia!