Guia turístico

Santarém: encontro dos rios Amazonas e Tapajós

No encontro dos rios Amazonas e Tapajós está a cidade de Santarém, um dos destinos mais procurados no Pará. Também conhecida como Pérola dos Tapajós, chama a atenção pelos mais de 100 km de praia, com areia branca e águas cristalinas. O paraíso das praias de água doce

Foi fundada em 1661 e é considerada uma das cidades mais antigas da região do Amazonas. O destino guarda várias tradições e histórias dos índios Tapajós e oferece aos visitantes a oportunidade de conhecer novos costumes. A vocação para o ecoturismo se une ao turismo cultural e garante férias inesquecíveis e com muitas opções de lazer. 

Visite as praias fluviais em Santarém.

 

Floresta Nacional dos Tapajós

A Floresta Nacional dos Tapajós é parada obrigatória em Santarém! São 527 mil hectares de área preservada com praias, lagos, trilhas e a vasta fauna e flora da Floresta Amazônica

Inclua a Floresta Nacional dos Tapajós, também conhecida como Flona, no seu roteiro.

Dentro da Flona, existem 23 comunidades e três aldeias indígenas, totalizando aproximadamente quatro mil moradores. As famílias realizam atividades como extração de látex e óleo de copaíba, comercialização de frutas, produção de polpas e licores, dentre outras. Algumas permitem que os visitantes conheçam o território e, assim, você pode almoçar, conversar com pessoas e comprar os produtos locais. Uma ótima ideia para praticar o turismo sustentável. Saiba mais sobre as tribos aqui

A entrada na Flona é gratuita, mas você deve pagar pelo serviço de um guia, caso queira fazer trilhas e visitar alguma comunidade. O passeio custa a partir de R$ 40 por pessoa e varia conforme o passeio, o horário e número de pessoas do grupo. Existe a possibilidade de passar a noite dentro da unidade de preservação, o que também requer o acompanhamento de uma pessoa credenciada. Confira aqui os valores e o contato dos profissionais. 

A floresta fica aberta das 8h às 18h durante o ano todo, mas a dica é ir de julho a dezembro. Nesse período há menos chuvas e surgem as praias fluviais. 

 

O que fazer à noite em Santarém

Ao final da tarde, o maior movimento é no calçadão da Orla Fluvial de Santarém, às margens do rio Tapajós. Como a temperatura fica um pouco mais baixa, as pessoas aproveitam para caminhar, curtir a paisagem e beber drinks bem gelados.

É na orla que você pode ver o pôr do sol mais bonito da região. Experiência imperdível! 

A Pérola dos Tapajós tem um lindo pôr do sol.

 

Alter do Chão 

Alter do Chão é um dos passeios mais populares na região Norte e entrou na lista dos melhores destinos de praia do Brasil pelo jornal britânico The Guardian. É considerado como um distrito de Santarém e fica a 34 km de distância, num percurso feito por estrada. 

As praias fluviais, como as de Ponta Grande, do Pindobal e da Ponta das Pedras, são alguns dos pontos turísticos mais requisitados, além da famosa Ilha do Amor

Para quem gosta de turismo de aventura, Alter do Chão não pode estar fora do roteiro. Atividades como arvorismo, trilhas e rapel garantem a emoção para quem quer um dia mais radical. 

A Ilha do Amor é um dos locais mais visitados pelos turistas.

Confira aqui mais informações sobre Alter do Chão e saiba como chegar até lá com tranquilidade.  

 

Círio de Nossa Senhora da Conceição

Santarém também tem espaço no turismo religioso com o Círio de Nossa Senhora da Conceição, realizado desde 1919. A celebração se dá no último domingo de novembro e se destaca pelas diversas romarias. 

Há peregrinações de crianças, jovens, idosos, além do Ciclo Romaria e da Moto Romaria, dentre outras. Outra muito conhecida é a Caminhada da Fé, saindo de Mojuí até a Pérola do Tapajós, num percurso de 37 km. 

A Catedral de Nossa Senhora da Conceição é a principal igreja de Santarém

 

Como chegar a Santarém

A melhor maneira de chegar a Santarém é de avião. O Aeroporto Maestro Wilson Fonseca fica a 15 km do centro da cidade e recebe voos diários de Belém. Você pode embarcar na sua cidade para a capital paraense e de lá pegar uma conexão até o destino final. O trajeto aéreo dura cerca de 1h20. Também é possível encontrar voos saindo de Manaus e Brasília. Confira passagens aéreas aqui. 

Chegue mais rápido a Santarém de avião.

A segunda opção para chegar a Santarém é de barco, já que a cidade faz parte da rota fluvial das capitais do Pará e do Amazonas. Há embarcações que saem diariamente de ambas as cidades e a viagem dura aproximadamente dois dias. A volta é mais demorada por estar contra a correnteza e leva cerca de três dias. 

É possível chegar a Santarém de barco.

 

Melhor época para visitar Santarém

Para conseguir aproveitar as praias fluviais, é necessário ir durante a vazante, isto é, quando o nível dos rios baixa. Esse período vai de agosto a janeiro. 

A cheia ocorre no resto do ano e tem seu pico em abril e julho. Nessa época, as praias desaparecem, mas a alta permite atividades aquáticas. A Floresta Encantada, por exemplo, é um passeio de canoa no Lago Verde, que pode ser feito apenas no inverno. Formam-se vários igarapés na região, ou seja, pequenos cursos d’água no meio da mata. Como são estreitos, só é possível passar em embarcações pequenas. A sensação é de estar fazendo uma trilha no meio da floresta. 

O passeio da Floresta Encantada ocorre apenas nas cheias dos rios.

Deu vontade de viajar? Vem com a 123milhas conhecer mais a cidade e descubra lugares imperdíveis em Santarém!