Lugares para conhecer

Carnaval no Rio de Janeiro: saiba como aproveitar

Ao som de sambas-enredos e marchinhas, a cidade do Rio de Janeiro recebe milhões de foliões em fevereiro, para curtir a maior festa popular do país. Com blocos de rua, espalhados pelas avenidas da capital fluminense, e grandiosos desfiles de escolas de samba, na Marquês de Sapucaí, o Carnaval no Rio de Janeiro é uma celebração única. Venha com o Conexão123 descobrir como aproveitar a folia!

Você vai ler sobre

História do Carnaval no Rio de Janeiro 

A origem do Carnaval no Rio de Janeiro deu-se com a incorporação de costumes dos colonizadores portugueses, que trouxeram a festa para o Brasil, por volta do século XVII. Uma das manifestações do evento era o entrudo, em que pessoas fantasiadas dançavam e jogavam limões-de-cheiro, farinha ou água nos demais.

Por volta de 1840, a folia nas ruas foi proibida, e a alta sociedade carioca começou a realizar bailes como os que aconteciam na Europa, regados a muita bebida, comida e ritmos tipicamente europeus, como a valsa e a quadrilha. Com o passar do tempo, a identidade brasileira foi sendo incorporada à festa, com a influência da cultura indígena e africana.

A primeira escola de samba carioca, Deixa Falar, foi fundada no ano de 1928, no bairro de Estácio, centro do Rio de Janeiro. Outras agremiações surgiram e, anos depois, começou uma espécie de competição entre elas, que ocorria na Praça Onze. No ano de 1935, as escolas de samba do Rio de Janeiro passaram a ser reconhecidas, entraram na programação oficial do Carnaval da cidade e começaram a desfilar na Avenida Rio Branco. 

Em 1962, o Departamento de Turismo da cidade construiu arquibancadas para que o público assistisse a festa, e implantou a venda de ingressos. Vinte e dois anos depois, o sambódromo carioca foi inaugurado. O espaço, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, possui 85 mil metros quadrados. As disputas do grupo especial e dos grupos de acesso das escolas de samba cariocas acontecem no mesmo lugar desde então.

Carnaval no Rio de Janeiro: saiba como aproveitar | Sambódromo da Marquês de Sapucaí | Conexão123

O Sambódromo da Marquês de Sapucaí é conhecida como a passarela do samba

Principais atrações do Carnaval no Rio de Janeiro 

A principal atração que atrai os foliões ao Carnaval do Rio de Janeiro são os desfiles das escolas de samba, que acontecem na Marquês de Sapucaí. Os integrantes passam o ano inteiro preparando fantasias e carros alegóricos, e as escolas dão o seu melhor para oferecer um espetáculo inesquecível. Os blocos de rua completam a festa, levando muita música e animação às avenidas cariocas.

Se você está pensando em curtir o Carnaval na Cidade Maravilhosa, não deixe de conferir onde se hospedar!

Bora descobrir como é o Carnaval no Rio de Janeiro?

O sambódromo 

A Marquês de Sapucaí, conhecida como o sambódromo do Rio de Janeiro, tornou-se palco dos desfiles. Todo ano, milhares de passistas, cantores e músicos das escolas de samba fazem do Carnaval um espetáculo de carros alegóricos, fantasias e batucadas.

As apresentações são deslumbrantes, e cada escola tem até 85 minutos para exibir todo o esforço e trabalho do ano. O domingo e a segunda-feira de Carnaval são os dias que recebem os desfiles mais importantes, quando as doze melhores escolas de samba competem pelo título de campeã. 

Os quesitos julgados são:

  • Harmonia
  • Mestre-sala e porta-bandeira
  • Conjunto
  • Evolução
  • Comissão de frente
  • Fantasias
  • Alegoria
  • Enredo
  • Bateria
  • Samba-Enredo

Samba-enredo, como o próprio nome sugere, é um samba que narra uma história, que a escola apresenta na avenida. Temas como a defesa dos povos indígenas, homenagens a artistas, louvação aos orixás e exaltação da negritude são comumente abordados nas composições. O gênero surgiu na cidade do Rio de Janeiro no ano de 1930 e na mesma década já se popularizou nas quadras das agremiações. 

Entre as principais escolas de samba do Rio de Janeiro, estão:

  • Império Serrano
  • Viradouro
  • Portela
  • Salgueiro
  • Grande Rio
  • Imperatriz Leopoldinense 
  • Mangueira
  • Beija-Flor

Grande Rio foi a campeã do carnaval 2022 do Rio, o primeiro título da história do tricolor. A escola também manteve a nota máxima nos demais quesitos, fantasia, harmonia, bateria, samba-enredo, alegoria e adereços, enredo e mestre sala e porta-bandeira.

Principais atrações do Carnaval no Rio de Janeiro | Desfile da escola de samba Beija-Flor  | Conexão123

Rio Carnaval 2022 – Desfile da escola de samba Beija-Flor | Foto: Divulgação

Os desfiles no sambódromo são bem organizados, com cada integrante cumprindo seu papel. E o fato de as escolas apresentarem um tema diferente a cada ano e, consequentemente, fantasias, coreografias e cenografia torna o Carnaval mais interessante. Por essas e outras esse é um dos eventos mais divertidos de serem assistidos. 

Para ver os desfiles é necessário comprar ingresso, no entanto, você pode ter uma prévia grátis nos dias de ensaio, realizados aos fins de semana antes do Carnaval.

Os valores do ingresso são divididos em categorias: 

  • Arquibancadas – Oferecem uma ótima visão aérea dos desfiles e seus assentos são grandes. Os ingressos para as arquibancadas não são numerados, exceto o setor 9, o setor turístico, que além de ter melhor estrutura, oferece a comodidade e o conforto de se ter um lugar marcado por toda a noite.  O preço na arquibancada normal é a partir de $80. Enquanto na arquibancada do setor 9 os valores vão de R$ 291 a R$ 720 por pessoa.
  • Cadeiras numeradas – Disponíveis somente no setor 12 do Sambódromo, organizadas como em um teatro aberto, em filas de frente para o desfile. Ideal para aqueles que querem garantir um lugar fixo, marcado e sentado. O preço é de R$ 301 para o desfile das campeãs por pessoa.
  • Frisas – Localizadas ao nível do chão, o mais perto possível da pista, em quatro filas, de A a D. Cada frisa acomoda até 6 pessoas dentro de um pequeno espaço. O preço é a partir de R$ 2121 por pessoa.
  • Frisas Cobertas – Ideais para quem procura mais conforto para ver os desfiles e não quer arriscar se molhar nas chuvas frequentes de verão. Equipadas com um super ventilador, cada Frisa acomoda até 12 pessoas num sofá em fora de “U”, com assentos acolchoados e carregadores de celular. O preço é a partir de R$ 2581 por pessoa. 
  • Folia Tropical – Ideal para quem gosta de festejar, que quer desfrutar do desfile e se divertir ao mesmo tempo. Localizado no setor 6, oferece open bar, buffet, DJs, shows, atrações e transporte ida e volta do Leblon e Barra da Tijuca. O preço é a partir de R$ 1390 por pessoa. 
  • Super Folia – Camarote VIP do Sapucaí. É a opção de privacidade, comodidade e luxo com a diversão do Folia Tropical. Open bar de bebidas importadas, super buffet por toda a noite, transporte e atendimento diferenciado. O preço é a partir de R$ 2090 por pessoa. 

Blocos de rua 

Os blocos de rua, atualmente, estão restritos a seus respectivos bairros. Cada grupo tem uma música-tema, com uma banda que toca suas músicas. Adicionar marchinhas e sambas-enredos antigos ao repertório é uma prática comum para gerar mais interesse no grupo. Os blocos de rua do Carnaval do Rio de Janeiro são livres e gratuitos, e costumam ocorrer em trios elétricos bem equipados. 

Entre os blocos e bandas mais populares do Rio, podemos destacar:

  • Monobloco

Iniciado em 2003, na Praia do Leblon, esse grupo possui cerca de 120 músicos. Eles têm o privilégio de fechar os desfiles de blocos na Cidade Maravilhosa, encerrando a folia no domingo após o Carnaval. Neste ano, acontece no dia 26 de fevereiro, às 7h, iniciando na Rua Primeiro de Março e finalizando na Av. Presidente Antônio Carlos.. Este bloco mistura vários estilos musicais, incluindo samba, xote, jongo e música pop. Muitos jovens se reúnem na Lapa para assistir aos ensaios. 

  • Simpatia é quase amor

O bloco, que desfila pelas ruas de Ipanema, surgiu em 1985, em meio à campanha “Diretas Já”. Foi batizado em homenagem ao personagem Esmeraldo Simpatia é Quase Amor, criado pelo artista Aldir Blanc. As cores do bloco são o amarelo e o lilás, inspiradas no remédio Engov, para evitar ressaca.  Pagode, marchinhas e sambas enredo fazem parte desse bloco!

  • Banda de Ipanema

Desfila também pelas ruas de Ipanema, sendo um dos mais famosos do Rio. É considerado o bloco carnavalesco mais democrático da cidade, pois consegue arrastar pessoas de todas as idades e classes sociais. Com muito samba, marchinha e axé para todos se divertirem! 

  • Suvaco do Cristo

Desfila no bairro do Jardim Botânico, bem onde incidiria uma linha reta traçada a partir das axilas da estátua do Cristo Redentor, no morro do Corcovado. De acordo com os integrantes do bloco, o nome teria sido inspirado em Tom Jobim, que dizia que em sua casa tudo mofava porque ele vivia no sovaco do Cristo. O bloco além das tradicionais marchinhas, também toca muito samba, axé e pagode.

Carnaval no Rio de Janeiro: saiba como aproveitar | Bloco de rua - Suvaco do Cristo | Conexão123

Bloco de rua Suvaco do Cristo no Rio de Janeiro

  • Cordão do Bola Preta 

Fundado em 1918, desfila no centro do Rio. É um dos mais tradicionais blocos de Carnaval do Rio de Janeiro. Com um vasto repertório de marchinhas, ele atrai uma quantidade imensa de pessoas para as ruas onde desfila. O uniforme “oficial” pode ser qualquer roupa branca com bolinhas pretas, mas há quem prefira se fantasiar. 

Dicas para curtir o Carnaval no Rio de Janeiro 

  1. O que levar na mala: Para pular o Carnaval nos blocos de rua do Rio de Janeiro, não é necessário levar muita coisa. Coloque na mala apenas roupas leves, sapatos confortáveis e adereços para compor as suas fantasias. Chapéus e óculos escuros são indispensáveis. Se tiver um leque para se abanar, leve porque com certeza você irá usá-lo. Você se lembra da música “Rio 40 graus”? Pois é! 
  2. Carregue consigo apenas os documentos necessários, se possível escolha uma pochete ou uma doleira. Evite levar o celular!  
  3. Como escolher os blocos: baixe um aplicativo com a agenda deles. Para quem viaja com as crianças, os blocos do Aterro são os mais indicados. 
  4. Marque um ponto de encontro para caso alguém do grupo se perder.
  5. Sempre bom reforçar: Não aceite bebidas de estranhos! Saia correndo diante de qualquer sinal de briga. 
  6. Durante o Carnaval, evite alimentos de procedência duvidosa, principalmente aqueles que ficam expostos nas barraquinhas sem qualquer refrigeração. Abuse da água de coco, sucos e isotônicos para se hidratar, já que o sol escaldante faz a gente suar muito, podendo causar um mal-estar.
  7. A melhor opção para se deslocar no Carnaval no Rio de Janeiro é o metrô. Ele vai te levar para todos os lugares onde tem bloco, que são essencialmente o centro da cidade e a Zona Sul. Se você pegar o metrô no fim da tarde, até a noite, ainda vai ver muita gente fantasiada. 

Programação do Carnaval 2023 no Rio de Janeiro 

Agora o que todos estavam esperando: quando começa o Carnaval no Rio de Janeiro? 

O maior evento do calendário carioca acontece em fevereiro, entre os dias 17 e 25.

Para quem não sabe, as escolas de samba do Rio de Janeiro possuem algumas divisões. Desfilam no sambódromo apenas as agremiações do Grupo Especial (primeira divisão) e Série Ouro (segunda divisão, conhecida como Grupo de Acesso). Já o desfile da terceira divisão, organizado pela LIESB, acontece na Intendente Magalhães, na Zona Norte do Rio, é conhecido como “Carnaval do Povo”, por ser gratuito. 

Antes de comprar o seu ingresso, dê uma olhada em todos os detalhes da programação:

  • Grupo de Acesso: 17/02 (sexta-feira) e 18/02 (sábado). 
  • Grupo Especial: 19/02 (domingo) e 20/02 (segunda-feira). 
  • Desfile das campeãs dos dois grupos: 25/02 (sábado). 

Confira agora a programação dos blocos de Carnaval:

  • Monobloco: Geralmente com concentração na Rua Primeiro de Março, no domingo de Carnaval, a partir das 7h da manhã. 
  • Simpatia é Quase Amor: Famoso por seu grito de guerra “Alô, burguesia de Ipanema”, ele traz todo ano uma mensagem de paz, amor e alegria para o Carnaval carioca. Seu desfile ocorre no sábado anterior ao Carnaval e no domingo de Carnaval, por volta das 16h. A concentração é na praça General Osório, onde há uma estação de metrô, ao som de muito samba e marchinhas. 
  • Banda de Ipanema: Programado para os dias 18 e 21 de fevereiro, com os desfiles tradicionais, e no dia 20, com a celebração para as crianças na praça Nossa Senhora da Paz. O horário ainda não foi confirmado.
  • Suvaco do Cristo: Se apresentará no dia 12 de fevereiro no Jardim Botânico. O horário ainda não foi confirmado.
  • Cordão do Bola Preta: Acontece todo sábado de Carnaval, das 9h às 14h, na Rio Branco. 

Gostou do Carnaval no Rio de Janeiro? Não perca tempo e faça sua reserva com antecedência! A 123milhas oferece aos clientes os melhores preços para hotéis, pacotes de viagem, passagens e aluguel de carros. Partiu carnaval?