Lugares para conhecer

Feriado de São Sebastião no Rio de Janeiro

Todo ano, em 20 de janeiro, o feriado do Dia de São Sebastião é comemorado na cidade do Rio de Janeiro. O santo da igreja católica é celebrado pelos cariocas por um motivo curioso: foi no aniversário de sua morte que os portugueses expulsaram de vez os franceses que dominavam a Baía de Guanabara, em 1567. 

De acordo com a história contada pelos católicos, o próprio São Sebastião apareceu e lutou ao lado dos portugueses, ajudando os colonos a conseguirem a vitória. Por esse motivo o santo se tornou padroeiro da cidade.

Por conta de sua importância histórica e cultural, a data marca feriado no RJ. Siga com a gente para descobrir o que é celebrado neste dia, e conferir os melhores programas para curtir a folga merecida!

Você vai ler sobre

Quem foi São Sebastião

Nascido no ano de 256 d.C., em Narbonne, na França, Sebastião mudou-se para a Itália quando tinha 19 anos. Integrou o exército italiano e se tornou o melhor soldado dos imperadores Diocleciano e Tácio Maximiano. 

Após converter-se ao cristianismo, passou a defender implacavelmente sua fé e seus irmãos durante a perseguição cristã no reinado de Diocleciano. Por isso foi condenado à morte por insubordinação e traição. 

Mesmo após ser amarrado em uma árvore e alvejado por inúmeras flechas, para a infelicidade do imperador, Sebastião não morreu. Uma viúva o resgatou e cuidou de seus ferimentos até que estivesse restabelecido, para que o soldado novamente enfrentasse Diocleciano. 

Feriado de São Sebastião no Rio de Janeiro | Estátua de São Sebastião - Padroeiro da cidade do Rio de Janeiro | Conexão123

São Sebastião – Padroeiro da cidade do Rio de Janeiro

Dessa vez, o imperador, ultrajado pela audácia do soldado, ordenou que Sebastião fosse chicoteado até a morte e que seu corpo fosse desprezado em um esgoto, para que não fosse encontrado nem idolatrado, já que havia sobrevivido à primeira punição.

Ele morreu em 20 de janeiro de 288 d.C., aos 38 anos de idade. Uma moça chamada Luciana encontrou seu corpo e, atendendo ao pedido que teve de Sebastião em sonho, o sepultou próximo às catacumbas dos apóstolos.

Sebastião passou a ser adorado como protetor do povo, contra a peste que assolou Roma, a guerra e a fome. Segundo a prática do costume afro-brasileiro, São Sebastião é distinguido como o Orixá Oxóssi: o caçador-rei das matas e da fartura. Ambos têm uma flecha como símbolo. 

Catedral de São Sebastião no Rio de Janeiro

Chamada também de Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, a igreja católica tem uma arquitetura ímpar, e foi erguida em 1964, após o estado de Guanabara ceder um terreno à Arquidiocese da época.

Após 15 anos de construção, foi inaugurada oficialmente em 1979, como a catedral da cidade, mas já estava aberta para missas desde 1972. Em estilo cônico, tem 75 m de altura externa e 64 m de altura interna; 106 m de diâmetro, vitrais coloridos que vão até sua cúpula e acomoda 20 mil pessoas em pé e 5 mil sentadas.

Está localizada na zona central do Rio, na Avenida Chile, 245, e fica aberta diariamente, das 7h às 17h. 

Feriado de São Sebastião no Rio de Janeiro | Catedral de São Sebastião no Rio de Janeiro | Conexão123

A arquitetura da Catedral de São Sebastião no Rio de Janeiro é encantadora e única

Costumes e tradições do dia

Completando seus 31 anos, agora em 2023, a corrida de São Sebastião é uma das tradições do feriado municipal no Rio de Janeiro e já faz parte do calendário de eventos da cidade por decreto. A corrida de rua ocorre no Aterro do Flamengo (Parque Brigadeiro Eduardo Gomes), dando a volta no parque e conta com quatro categorias de premiações:

  • Medalha para todos os inscritos na corrida
  • Troféu e prêmio para os três primeiros lugares no geral, masculino e feminino – 5K e 10K
  • Troféu para os três primeiros lugares nas faixas etárias – 10K
  • Troféu para os três primeiros lugares na categoria portadores de necessidades especiais – 10K

No dia 20 de janeiro também ocorre no Rio a procissão de São Sebastião, que nos últimos dois anos foi substituída por uma carreata, para evitar aglomerações devido à pandemia de covid-19. Declarada patrimônio cultural carioca desde 2014, a marcha conduz uma imagem do santo até a Catedral Metropolitana, onde é realizada uma missa em homenagem ao padroeiro do Rio de Janeiro.

Outras igrejas católicas do RJ também homenageiam o santo, e, para atender a todos os fiéis, quem não for à missa pode acompanhar a celebração pela Web TV Redentor, canal oficial da Arquidiocese do Rio e pela Rádio Catedral.

O que fazer no feriado de São Sebastião

Quer saber como aproveitar o feriado de São Sebastião? Aqui vão algumas opções para você curtir ao máximo o dia do padroeiro do Rio de Janeiro.

O Morro do Pão de Açúcar proporciona uma das vistas mais bonitas do RJ. Saindo da Praia Vermelha e passando pelo Morro da Urca, o passeio de bondinho que leva os visitantes até o topo é uma das atividades mais indicadas para apreciar o cenário do município. Que tal aproveitar o feriado para relembrar porque o Rio é a Cidade Maravilhosa? Ah, e os cariocas têm desconto no bilhete! Veja como adquirir.

Feriado de São Sebastião no Rio de Janeiro | Bondinho no Rio de Janeiro | Conexão123

O Bondinho do Pão de Açúcar é um dos cartões postais da Cidade Maravilhosa

Procurando um programa cultural? O Castelinho Arte Sesc, localizado no Flamengo, abriga exposições itinerantes de diversos artistas, abertas para apreciação de segunda a sábado, das 12h às 19h. O lugar ainda conta com um delicioso bistrô de alta gastronomia. 

Se preferir um barzinho, nossa dica fica por conta do Bafo da Prainha, um dos melhores bares do mundo. Está na região da Saúde e fica aberto de terça a sábado, das 12h à 0h, e aos domingos, das 12h às 22h. Você pode aproveitar o horário do almoço ou o jantar, quando acontece a “serenata ao contrário”, em que o boteco oferece uma apresentação musical na simpática varandinha do andar de cima.

Veja outras opções para aproveitar o feriadão no Rio:

  1. Rei do Mate na ALERJ: com uma vista de tirar o fôlego, essa filial do Rei do Mate está localizada no 20º andar da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e funciona de segunda a sexta, das 8h às 20h. 
  2. Parque Eduardo Guinle: localizado nas Laranjeiras, é uma ótima opção para um passeio calmo com belas paisagem e fica aberto 24h por dia.
  3. Mirante das Aparições: com uma trilha que passa por dentro da APA (Área de Proteção Ambiental), o mirante está ao lado da Igreja de São Sebastião e oferece um panorama de quase todos os pontos da cidade. 
  4. Bonde de Santa Teresa: a “alma do Rio de Janeiro”. Parte da Estação Carioca em direção à Estação Dois Irmãos. O passeio custa apenas R$ 20,00, de segunda a sexta, das 8h às 17h, e sábado, domingos e feriados, das 9h às 16h. 

A 123milhas acredita que viajar é pra todos e tem por missão oferecer a seus clientes os melhores preços para hotéis, pacotes de viagem, passagens e aluguel de carros. Partiu?!