Lugares para conhecer

Como aproveitar as Cataratas do Iguaçu ao máximo

A cidade de Foz do Iguaçu é o segundo destino turístico mais visitado por estrangeiros no Brasil. Essa popularidade não existe à toa: o município tem inúmeros atrativos, incluindo o Parque Nacional do Iguaçu, declarado patrimônio natural da humanidade pela UNESCO. É justamente lá que ficam localizadas as famosas Cataratas do Iguaçu

O conjunto de quedas d`água atrai cerca de 1 milhão de visitantes por ano, e foi, e foi eleito uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo, em uma votação organizada pela Fundação New7Wonders. A iniciativa contou com a participação de mais de 100 milhões de pessoas ao redor do globo. O processo foi iniciado em 2007, com mais de 28 candidatos, e teve seus sete eleitos divulgados no dia 11 de novembro de 2011. Para celebrar o feito, foi instaurado, na mesma data, o Cataratas Day.

Com cerca de 275 quedas d’água que se estendem por quase três quilômetros, as Cataratas do Iguaçu são consideradas polos de preservação das águas e do meio ambiente ao seu redor, e justamente por conta de sua imensa importância e diversidade natural, o destino foi inserido na lista das mais belas maravilhas do mundo. 

No Conexão123, você vai saber como aproveitar as Cataratas do Iguaçu ao máximo! Bora lá! 

Você vai ler sobre

Conheça as Cataratas do Iguaçu

As Cataratas do Iguaçu são um dos principais destinos turísticos do mundo, e ficam localizadas na divisa do estado do Paraná, no Brasil, com a Argentina. O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu é a melhor forma de desembarcar na cidade. O terminal fica a pouco mais de 13 km do centro do município.

Abrigado pelo Parque Nacional do Iguaçu, o rio Iguaçu tem 1.200 m de largura acima das cataratas, e abaixo apenas 65 m. A extensão total das quedas d’água no território brasileiro é de cerca de 800 m, e no lado argentino é de 1.900 m. A quantidade de saltos varia, atingindo um número superior a 100 nos períodos de média vazão e chegando a até 275, na época mais cheia. 

O maior volume de água nas cataratas ocorre entre os meses de outubro e março. Nessa época, por conta das chuvas, a vazão de água é intensa e, em alguns casos, pode criar empecilhos para os visitantes. Contudo, a depender do tempo, também pode ser um ótimo momento para apreciar a imensidão das águas do Iguaçu. 

Em outras épocas do ano, a vazão é menor, gerando mais tranquilidade para os turistas, que podem contemplar o delineado das quedas d’água. Ou seja, por lá a paisagem muda bastante ao longo das estações, mas permanece sempre exuberante. Não existe um momento ideal para visitar o parque, mas é sempre importante estar atento ao grau de pluviosidade.

Dicas para aproveitar as Cataratas do Iguaçu

Para contemplar as cataratas é necessário adquirir um ingresso para o Parque Nacional do Iguaçu, que custa R$ 67 para brasileiros, e é vendido exclusivamente pela internet. O complexo fica a 15 km do centro do município, localizado no extremo oeste paranaense.

No lugar, existem diversos passeios para os turistas se conectarem com a imensidão da natureza ao redor. Mas, antes, confira algumas dicas de segurança para curtir a atração com tranquilidade: 

  • O melhor horário para chegar ao parque na alta temporada é por volta das 9h. O Parque abre das 9h às 16h, de terça a domingo 
  • No parque há armários para guardar objetos de valor ou que não podem ser molhados, ao custo de R$ 15
  • Use roupas e calçados apropriados para a caminhada e de preferência que sequem com facilidade
  • Se não quiser se molhar, leve uma capa de chuva 
  • Não se esqueça de uma garrafinha de água, frutas e lanche
  • Use o protetor solar mesmo quando o tempo estiver nublado
  • Leve e passe repelente
Saiba como aproveitar as Cataratas do Iguaçu ao máximo | Turistas nas Cataratas do Iguaçu | Conexão123

As Cataratas do Iguaçu são visitadas por turistas dos mais diversos lugares do mundo durante o ano inteiro

Passeio da Trilha das Cataratas

As passagens para os ônibus que circulam dentro do Parque Nacional do Iguaçu estão incluídas no ingresso, e eles saem a todo momento do Centro de Visitantes, na entrada do complexo. Para chegar até o ponto de contemplação mais famoso do destino, é preciso pegar o veículo e descer na parada Trilha das Cataratas, mais precisamente a 3ª do circuito, para quem embarca no Centro de Visitantes. 

O trajeto tem aproximadamente 1,2 km. E durante o caminho os turistas se deparam com várias quedas secundárias e diversos mirantes para apreciá-las e tirar belíssimas fotos. 

No fim da trilha, você chega à Garganta do Diabo, onde pode descer por uma passarela de madeira até ficar pertinho das cataratas. A chuva de prata das águas é garantida, por isso, se não quiser se encharcar, vista uma capa e guarde bem os equipamentos eletrônicos.

Visitantes com necessidades especiais e/ou mobilidade reduzida podem ir até o fim da linha do ônibus, perto do restaurante Porto Canoas. Ali dá para descer de elevador até o nível mais baixo da passarela da Garganta do Diabo, a qual é completamente acessível. 

Dica extra: o elevador também é panorâmico e pode ser utilizado por todos os turistas que visitam o parque. A estrutura permite uma visão por ângulos diferenciados desta beleza natural. O tempo de descida é de aproximadamente 10 minutos. 

Macuco Safári

Para sua visita às cataratas ser completa, é imprescindível passear de bote, no leito do rio Iguaçu. Escolha entre o Macuco Safári (mais sereno, no lado brasileiro) e o Gran Aventura, do lado argentino. Porém, vale o aviso: a entrada no Parque Nacional Iguazú, no território dos hermanos, custa 2.500 pesos para brasileiros e outros residentes do Mercosul. Quem quiser fazer o passeio do Gran Aventura terá de desembolsar 14.000 pesos argentinos que podem ser pagos online.

Se o escolhido for o Macuco Safári, acrescente 2 a 3 horas à duração do seu passeio (uma estimativa que inclui o tempo que você deve ficar na fila de espera).

O passeio pode ser feito antes ou depois de visitar o mirante das cataratas. Os ônibus do parque deixam passageiros na parada Macuco Safári tanto na ida quanto na volta do circuito. Na ida, o Macuco Safári é a segunda parada (antes, portanto, da Trilha das Cataratas). O valor cobrado é de R$ 238,10 para adultos e R$ 119,05 para crianças e pessoas da terceira idade. 

A duração total do Macuco Safari é de 2h, dividida em três fases: a primeira é um trajeto de veículo elétrico, em que um guia explica sobre a diversidade da fauna e flora. O passeio continua com uma pequena caminhada por uma trilha de madeira de 600m até chegar ao deck, onde os turistas recebem os coletes salva-vidas para embarcar nos barcos que levam rio acima, passando pelas corredeiras até as Cataratas do Iguaçu. Próximo às quedas acontece uma parada para fotografias para em seguida finalizar o passeio com um delicioso banho nas Cataratas do Iguaçu.

Saiba como aproveitar as Cataratas do Iguaçu ao máximo | Macuco Safári | Conexão123

O passeio do Macuco Safári pode ser feito antes ou depois da visita às Cataratas. Os ônibus do parque deixam passageiros na parada Macuco Safári tanto na ida quanto na volta do circuito

Conheça restaurantes próximos das Cataratas do Iguaçu

A infraestrutura da cidade de Foz do Iguaçu evoluiu bastante em termos de bares e restaurantes. No parque, a praça de alimentação instalada ao final da passarela das cataratas ajuda a matar a fome dos visitantes. 

O restaurante Porto Canoas é o principal do complexo. Com estética rústica, misturando madeira e vidro, o lugar oferece aos visitantes, de um lado a exuberância da mata atlântica do Parque Nacional, e do outro o Rio Iguaçu e as Cataratas. 

O preço de uma refeição no local, por pessoa, sai em torno de R$60,00 e tem desconto para moradores da região. Com foco na culinária brasileira fina, o restaurante apresenta opções em buffet mediterrâneo e brasileiro, com ilhas de massas e grelhados.

Outro queridinho entre os estabelecimentos localizados dentro do parque é o Restaurante Itaipu, que possui um terraço com vista para as Cataratas e oferece culinária internacional argentina e brasileira, com valor médio de R$ 55. 

Também fora da reserva natural, as parrillas das churrascarias Puerto Iguazú são muito famosas. Inclusive, por estar tão perto da Argentina, que tal dar um pulinho em Buenos Aires e experimentar uma culinária deliciosa? Confira onde comer em Buenos Aires.

Para quem busca outras opções de alimentação na cidade de Foz do Iguaçu, separamos alguns restaurantes interessantes próximos do parque. A grande parte dos estabelecimentos dispõe de preços entre R$ 45 e R$ 90, sendo restaurantes libaneses, japoneses e, claro, pizzarias italianas. 

  • La Caverna
  • Bendito
  • Castelo Libanês
  • Luigia
  • Hokkai
  • Quinta da Oliva

E aí, gostou das nossas dicas de como aproveitar as Cataratas do Iguaçu? A melhor forma de conhecer esse destino surpreendente, se estiver saindo de outros estados do Brasil, é por via aérea. O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu é a principal porta de entrada para quem deseja curtir essa maravilha natural do mundo.

Conte com a 123milhas para garantir a sua passagem aérea, hotéis, seguro-viagem e muito mais!