Guia turístico

Estado da Bahia: conheça história, dicas e muito mais

Estado do nordeste brasileiro, a Bahia traz paisagens para todos os gostos, desde a costa tropical à aridez do Sertão. Com atrações históricas e culturais, além das praias, a região é famosa pelos variados destinos turísticos, como o bairro Pelourinho, em Salvador. Conheça mais sobre o território baiano e monte seu roteiro de viagem!

 

Você vai ler sobre

 

Estado da Bahia

Em 564 mil km² de extensão territorial, o mapa da Bahia reúne 417 municípios, entre sertão e litoral. A população da Bahia conta com cerca de 15 milhões de pessoas, de acordo com estimativa de 2021, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). 

A paisagem natural agrega praias, cachoeiras, cavernas, grutas, paredões de rochas, vales, mata cerrada, ilhas fluviais e marítimas, além de patrimônios históricos. Os pontos turísticos garantem uma estadia com diversas opções de lazer e turismo. O Conexão123 reuniu alguns destinos para você montar seu roteiro de viagem pelas cidades da Bahia.

Conheça o estado da Bahia: história, dicas e muito mais | Mapa da Bahia | Conexão123

O estado da Bahia reúne 417 municípios para conhecer e explorar

 

Capital do estado da Bahia

A capital da Bahia Salvador tem cerca de três milhões de habitantes, conforme dados estimados do IBGE (2021). A cidade é considerada um dos points do Carnaval brasileiro. A festa popular local já entrou para o Guinness Book (2005) com o maior bloco carnavalesco de rua do mundo. O destino carrega muitas histórias entre bairros e ruas, com aspectos arquitetônicos da época Brasil colônia. 

O município foi fundado em 1554, e até 1763 era a capital do país, justamente pela localização próxima ao mar. Atualmente, a região recebe turistas nacionais e internacionais para explorar detalhes da cultura baiana. Aliás, a influência portuguesa ainda é bastante presente em Salvador, por isso, visitar este destino é sentir-se, literalmente, em ares portugueses. 

Conheça o estado da Bahia: história, dicas e muito mais | Salvador | Conexão123

O Elevador Lacerda, em Salvador, é símbolo da cidade e um dos cartões postais da Bahia

Outra curiosidade é que a capital da Bahia tem o maior percentual de negros do Brasil e agrega o maior número de descendentes africanos do mundo. Antes de seguirmos com a rica história baiana, listamos alguns pontos de turismo para você conhecer em Salvador:

  • Praia do Forte;
  • Elevador Lacerda, construído em 1873;
  • Igreja de São Francisco;
  • Igreja do Convento do Carmo;
  • Museu de Arte da Bahia.

Temos muito mais para explorar! Você ainda pode fazer uma viagem gastronômica com lugares onde comer em Salvador!

 

Principais cidades do estado da Bahia

O quarto estado mais populoso do Brasil conta com moradores, predominantemente, em áreas urbanas e tem miscigenação de brancos, índios e negros. Além de Salvador, as cidades baianas com mais de 100 mil habitantes são: Feira de Santana, Vitória da Conquista, Camaçari, Juazeiro, Itabuna, Lauro de Freitas, Teixeira de Freitas, Ilhéus, Barreiras, Jequié, Alagoinhas, Porto Seguro, Simões Filho, Paulo Afonso, Eunápolis e Santo Antônio de Jesus.

Entre paisagens naturais, culturais e históricas, o estado oferece diversas oportunidades para “turistar”. Aos aventureiros de plantão, vale conferir onde ir na Chapada Diamantina, o destino é principal para o ecoturismo com morros, grutas, cavernas, paredões rochosos e muito mais! Já os apaixonados pelas fotos na Bahia, o Arquipélago de Abrolhos, ao sul do território, é formado por cinco ilhas vulcânicas e garante vistas de tirar o fôlego. 

Conheça o estado da Bahia: história, dicas e muito mais | Arquipélago de Abrolhos, na Bahia | Conexão123

Localizado a cerca de 70 km de Caravelas-BA, o Arquipélago de Abrolhos é composto por cinco ilhas vulcânicas

 

História do estado da Bahia

A história da Bahia traz como foco a colonização portuguesa, por ter sido o primeiro estado a ser colonizado. O desembarque dos europeus ocorreu na costa da atual cidade de Porto Seguro, em 22 de abril de 1500. E em 1534, os colonizadores começaram a desbravar o território interiorano baiano para criar cinco capitanias hereditárias, que, mais tarde, foram entregues a grandes influentes de Portugal da época. 

Do início da colonização até meados de 1700, a Bahia consolidou-se como o centro político e econômico do Brasil. Riquezas como pau-brasil e cana-de-açúcar  eram as produções de destaque no período colonial. Porém a mudança da capital do país para o Rio de Janeiro, fez o estado, assim como outras regiões do nordeste, perder boa parte do protagonismo no cenário brasileiro. 

Vimos o quanto a Bahia traz histórias para os moradores e também turistas. Mas não paramos por aqui! Você sabia que em julho de 1823, a Bahia tornou-se independente? A conquista deu-se após uma série de conflitos contra a coroa portuguesa, que insistia em permanecer em solo baiano, mesmo depois da Proclamação da Independência do Brasil um ano antes.

O estado baiano carrega importantes movimentos sociais e muita riqueza para quem nasce na Bahia. Entre as revoltas ocorridas na região, a dos Alfaiates, processo da Conjuração Baiana (1798), teve um marco, a criação da bandeira da Bahia. As cores vermelha e branca, em conjunto com um quadrado azul e um triângulo ao centro, fazem referência à bandeira dos Estados Unidos da América, que havia se tornado independente em 1776. 

Por isso, visitar o território poderá, além de colocar o pé na areia e vislumbrar o pôr de sol, contribuir com o conhecimento do viajante. 

 

Personagens e personalidades do estado da Bahia

Já vimos o quão rica é a cultura da Bahia, pelos inúmeros acontecimentos, durante e depois do período colonial. O estado oferece um extenso acervo de construções arquitetônicas e religiosas, manifestações artísticas e musicais, e, claro, a variedade gastronômica. 

Além dos bairros e ruas, um estado recebe também grande contribuição das pessoas que nascem e vivem em cada canto. Nomes da música brasileira tem origem em terras baianas, como: João Gilberto, considerado o pai da bossa nova; Raul Seixas, compositor, filósofo, poeta e cantor; Ivete Sangalo, indicada com uma das personalidades mais influentes do Brasil pelo Instituto Ipsos; e Gilberto Gil, um dos criadores do Movimento Tropicalista nos anos 60. 

A formação de um território é complexa, mas também repleta de momentos únicos, conquistas especiais e personagens ilustres. Em solo baiano, você poderá fazer um intercâmbio cultural, que tal?  

 

Geografia do estado da Bahia

A Bahia faz divisa com Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Piauí, Tocantins, Goiás, Minas Gerais e Espírito Santo. O relevo da Bahia é formado por planícies, próximas ao litoral que é banhado pelo oceano Atlântico, planaltos e depressões nas regiões do interior, com presença comum de chapadas e chapadões.

O ponto mais alto do estado é o Pico do Barbado com, aproximadamente, 2 mil m de altitude. Já a hidrografia da Bahia tem como principal rio o São Francisco, que nasce em Minas Gerais, mas passa por todo território baiano. As águas ainda influenciam, consideravelmente, o clima, a vegetação e as atividades econômicas do local, vamos falar mais sobre este aspecto em breve. Aliás, os rios Paraguaçu e Contas também merecem destaque.

O clima na Bahia tem predominância tropical, com duas estações bem definidas, verão mais quente e inverno mais ameno. Vale ressaltar que há variações dependendo do local onde você estiver. Por exemplo, nas regiões de formações de relevo existe contribuição do tropical de altitude, que propicia temperaturas mais amenas. Destaca-se também o sertão baiano com o tropical semiárido, que tem como característica sensação térmica mais elevada e pouco índice de chuva.

Conheça história, dicas e muito mais | Chapada Diamantina | Conexão123

A Chapada Diamantina está situada no centro do estado da Bahia e propicia aos visitantes a oportunidade do ecoturismo

 

Cultura do estado da Bahia

A cultura regional recebeu a miscigenação de povos, agregado ao processo de colonização e influências da língua e religião. O Carnaval, a principal festa, proporciona aos foliões trios elétricos, invenção dos baianos. A festa carrega mais uma curiosidade. Em 1979, foi criada a escola de tambores afro-brasileiro, Olodum, em Salvador. Os integrantes ficaram conhecidos mundialmente e, em 1996, gravaram parte do clipe da música “They Don’t Care About Us”, de Michael Jackson.

Outro ponto importante trata-se das comidas típicas da Bahia, o acarajé é o exemplo de produto enraizado em terras baianas, entre outros como: abará, vatapá, caruru e moqueca. 

Cá entre nós, viajar ao maior estado nordestino é uma verdadeira imersão à gastronomia da Bahia. São muitas opções para provar. Afinal, o que comer na Bahia?

Conheça história, dicas e muito mais | Acarajé | Conexão123

Prato típico regional, o acarajé realça os sabores baianos e pode ser servido quente ou frio

 

Para além do clima carnavalesco, outras festividades integram o calendário anual.  Veja algumas festas para incluir em seu roteiro de viagem:

  • Festas religiosas
  • Festas Juninas
  • Vaquejadas

Para o guia dos viajantes que apreciam a história local, alguns pontos turísticos podem ser incluídos no seu roteiro. 

  • Farol da Barra em Salvador
  • Farol do Morro de São Paulo
  • Canavieiras na Vila Imperial
  • Memorial das Baianas
  • Monumento ao Zumbi dos Palmares

Conheça outros atrativos no Turismo na Bahia: Guia de Viagem. 

 

Economia do estado da Bahia

A principal economia do nordeste, a Bahia possui um bom nível de industrialização e é economicamente diversificada. Grande parte das exportações concentram-se em produtos agrícolas e minerais. Em 2021, o PIB totalizou R$ 347,9 bilhões.

Outro aspecto importante é a divisão por regiões, ao sul agrega-se a produção de cacau. No oeste baiano há lavouras de algodão e soja. Nas margens do Rio São Francisco predomina-se o cultivo irrigado de frutas. Na pecuária, a criação de bovinos é destaque. Já o extrativismo traz magnesita, talco e petróleo. 

O turismo é uma atividade econômica que merece apreço. O estado oferece diversas atividades turísticas em passeios urbanos, festivais ou em lugares naturais, como as praias. Os comércios locais são opções para turistar e fazer compras na Bahia, e você ainda pode levar de lembrança um pedaço baiano na bagagem. 

Por isso, vale a pena dar uma olhada na aba o que conhecer. A hospedagem é mais um ponto fundamental ao montar seu roteiro de viagem, então confira também onde se hospedar na Bahia. 

Os aeroportos da Bahia, em Salvador, Ilhéus, Porto Seguro, Vitória da Conquista e Barreiras recebem voos oriundos de outros estados brasileiros, e contribuem também para a rotatividade econômica da região.

Depois de tantos detalhes sobre o estado baiano, o que você está esperando para embarcar rumo às terras do axé? 

Viajar é pra todos. Conte com a 123milhas!

 

Respostas123

1: Quais são as culturas do estado da Bahia?             

Pratos típicos, festivais tradicionais, religiões, povos e muito mais integram a cultura da Bahia, que proporciona uma imersão aos viajantes. As principais manifestações são: carnaval de Salvador, a festa da Independência da Bahia, as festas juninas no interior, a lavagem do Bonfim, a Festa de Santa Bárbara, a Festa de São Sebastião, entre outras. Outro aspecto é a imponência das construções arquitetônicas que receberam forte influência portuguesa.         

2: Quais os espaços culturais do estado da Bahia?      

Oportunidades para o turismo não faltam. Listamos alguns espaços culturais para você compor o roteiro de viagem:

  • Espaço Xisto Bahia
  • Museu de Arte Moderna da Bahia – MAM 
  • Cine-Teatro Solar Boa Vista
  • Museu de Arte da Bahia – MAB               

Mas não fique apenas nestas sugestões, vivencie muito mais!                         

3: Comidas típicas da Bahia: confira a gastronomia da cidade!

  • Moqueca Baiana
  • Acarajé
  • Beiju ou tapioca
  • Vatapá
  • Arroz de Hauça
  • Mungunzá
  • Mininico de carneiro
  • Torta Búlgara
  • Casquinha de siri
  • Rabada 
  • Cocada

Poderíamos listar todas, mas a Bahia tem uma infinidade de opções gastronômicas. Vale a visita e a imersão!