Lugares para conhecer

Conheça três cachoeiras próximas a Salvador

Visitar uma cachoeira é se conectar com a natureza e tirar um tempinho para relaxar enquanto escuta o barulho das águas. É sentir as águas limpando seu corpo e relaxando, enquanto você curte na presença da família, dos amigos ou até sozinho! 

Como nem só de água salgada vivem os aventureiros, conheça três cachoeiras perto de Salvador e agende seu próximo passeio com base nas dicas do Conexão123

Você vai ler sobre

Cachoeira do Urubu

A Cachoeira do Urubu é um recanto de paz localizado no povoado de Oliveira dos Campinhos, em Santo Amaro, a cerca de 80 km de Salvador, capital do estado da Bahia

Com uma queda de cerca de 50 m de altura, ela é considerada a maior da região e tem uma beleza de tirar o fôlego. Para acessar a cachoeira, é necessário percorrer uma trilha de 5 km de extensão, somando 10 km de ida e volta, de dificuldade moderada. 

Durante o trajeto, você precisa passar por dentro de um rio, mas não se preocupe! Não é preciso saber nadar, pois ele é raso. Caso o nível da água suba, a rota até a Cachoeira do Urubu é substituída por outra.

É recomendado o uso de tênis, pois a trilha é um tanto escorregadia. Não se esqueça também de levar repelente, protetor solar, uma garrafinha de água e roupa de banho. 

O passeio custa em média R$ 80 por pessoa e conta com guias e transporte em veículo de turismo. A programação inclui também a Cachoeira Véu de Noiva e os cânions do Rio Sergi. 

Conheça três cachoeiras próximas a Salvador | Cachoeira do Urubu | Conexão123

A Cachoeira do Urubu, em Salvador, é um ótimo passeio para fazer na cidade

Cachoeira do Lobão

Essa dica é especial para os fãs de ciclismo. Na cidade de Lauro de Freitas, a cerca de 30 km de Salvador, fica a Cachoeira do Lobão, perfeita para um banho em águas refrescantes e incrível para renovar as energias. De bike, o percurso dura, em média, 2 horas. 

Cercada pelo bioma nativo e com uma pequena queda d’água, que forma um poço ideal para um mergulho em meio à natureza, a Cachoeira do Lobão fica localizada na Via Parafuso, sentido Salvador. 

O ponto turístico é ótimo para os aventureiros de plantão e apaixonados pelo cicloturismo e ecoturismo. Afinal, durante todo o passeio, os visitantes vão ficar ao lado da fauna e flora típicas do bioma da Mata Atlântica, predominante na área. Aposte em alguns itens essenciais para que o acesso ao local seja agradável e seguro:

  • Tênis confortável
  • Repelente
  • Protetor solar
  • Garrafinha de água
  • Roupa de banho

Para acessar a cachoeira de bike, após passar pela rodovia, é preciso seguir por uma trilha considerada de intensidade moderada para aqueles minimamente acostumados a pedalar, com aproximadamente 60 km no total (ida e volta) e pouco desnível, ao redor da mata. Prepare a sua bicicleta e anote o endereço: Portão, Lauro de Freitas.

Cachoeira da Dona Zilda

Localizada na Praia de Imbassaí, na Bahia, a Cachoeira da Dona Zilda faz parte do município de Mata de São João, a cerca de 70 km do centro de Salvador. Durante o trajeto, que pode ser feito de carro, transfer ou ônibus, você pode aproveitar para admirar as belezas do litoral baiano e tirar lindas fotos. 

A cachoeira é muito tranquila e indicada para a família toda! O ambiente agradável gera entretenimento para a criançada, que entra em contato com a natureza enquanto se refresca nas piscinas naturais que se formam embaixo da queda. 

Conheça três cachoeiras próximas a Salvador | Cachoeira da Dona Zilda | Conexão123

A Cachoeira da Dona Zilda é perfeita para a família toda

Para acessar a Dona Zilda não é necessário fazer trilha, tornando-a mais legal para quem vai visitá-la com crianças pequenas. Mas, mesmo assim, não deixe de levar alimentos práticos, água, roupas de banho, repelente e tênis confortáveis. 

Por estar em uma propriedade privada, é necessário pagar um valor simbólico, de em média R$ 5 por pessoa, sendo possível aproveitar o passeio entre as 8h e às 16h. Existe ainda um estacionamento gratuito para visitantes bem na frente da entrada da cachoeira.

Parque São Bartolomeu

Reserva da Mata Atlântica, com fauna e flora diversa e preservada, o Parque São Bartolomeu, localizado na Rua Oito de Novembro, 78 – Pirajá, a aproximadamente 20 km do centro de Salvador, é um espaço de cultos de religiões de matrizes africanas e tem grande importância para a região. 

Logo na entrada do parque, uma frase especifica a doutrina do local: “aqui não se pega e não se leva nada que está no chão”. É bastante comum encontrar pessoas deixando oferendas ou saudando os orixás das matas e cachoeiras. 

Mas falando em quedas d’água, elas são as estrelas do local e carregam a ancestralidade do povo baiano em suas denominações. São 5 cachoeiras no total, e 3 delas são conhecidas por nomes de entidades do Candomblé da Umbanda: Nanã, Oxum e Oxumarê, sendo esta última a única própria para banho.

Além da importância religiosa, nas florestas do Parque São Bartolomeu viveram povos tupinambás, e posteriormente ali também abrigou a sede do Quilombo do Urubu, para as pessoas escravizadas que haviam fugido dos engenhos de açúcar.

A entrada principal do lugar fica no Centro de Referência, na Avenida Suburbana, e o acesso é gratuito. Agências de turismo locais agendam trilhas coletivas periodicamente, com datas e horários definidos previamente. O trajeto é tranquilo e leve, porém calce um tênis confortável, para que a experiência seja mais segura, e não esqueça o protetor solar. 

Reserve um tempinho na agenda para visitar as cachoeiras próximas a Salvador durante a sua viagem à capital baiana. Aproveite as condições imperdíveis da 123milhas, como passagem aérea, aluguel de carro, hospedagem e muito mais, e faça um passeio inesquecível!