Lugares para conhecer

O que fazer em Buenos Aires

Buenos Aires é um caldeirão de culturas e cores, de boa comida, futebol, história e, claro, tango. A metrópole é tão pulsante que parece nunca dormir. O verão de calor intenso contrasta com o inverno frio e chuvoso. Conheça o roteiro completo com o que fazer em Buenos Aires: guia com passeios clássicos e lado B da capital argentina. 

A primavera é a melhor época para visitar Buenos Aires, quando o clima de setembro a dezembro está mais agradável e jacarandás enfileirados por várias ruas pintam a cidade de lilás. 

Buenos Aires é um destino ainda mais encantador quando as flores colorem a cidade

Cada bairro tem uma mistura diferente de culturas locais e nacionais. Por isso, se a sua viagem a Buenos Aires for curta, volte no destino mais vezes. Aproveite as ruas planas para caminhar ou andar de bicicleta. 

 

Museus 

Museu de Arte Latino-Americana (Malba)

Inaugurado em 2001, o Malba é um dos museus mais modernos da Argentina. O espaço reúne 220 obras, entre pinturas, esculturas, desenhos, gravuras, colagens, fotografias, vídeos e algumas obras interativas. Também recebe coleções temporárias, cursos, palestras, encontro com escritores e artistas. 

É na galeria do Malba que você encontrará uma das obras brasileiras mais valorizadas do mundo, o Abapuru, de Tarsila do Amaral. A peça inspirou Oswald de Andrade a escrever o Manifesto Antropofágico, um dos marcos do movimento modernista brasileiro. 

Com acervo de mais de 200 anos de arte latino-americana, é onde está exposto o auto-retrato de Frida Kahlo, trabalhos de artistas, como Di Cavalcanti, Botero e Portinari.

A conta é simples: se você tiver tempo de visitar apenas um museu em Buenos Aires, escolha o Malba. Conheça a programação do museu aqui

O museu Malba difunde a arte da América Latina a partir do século XX

A entrada custa 600 pesos de quinta a segunda-feira, cerca de R$ 30,00. Estudantes pagam meia. Toda quarta-feira o valor da entrada é reduzido: 300 pesos (R$ 15,00). O Malba fica na Av. Figueroa Alcorta, 3415. 

 

Navio Museu Fragata Ara Presidente Sarmiento 

Coloque o Fragata Ara Presidente Sarmiento na rota quando visitar o bairro de Puerto Madero, localizado atrás da Casa Rosada. Desça em direção a ele, compre um sorvete de doce de leite na Freddo e vá caminhando sem rumo. É fácil encontrar o que fazer em Puerto Madero.

Além de restaurantes e bares deliciosos, você vai conhecer a Buenos Aires moderna que nasceu de uma boa solução urbana para revitalizar essa área portuária que estava abandonada. Hoje concentra escritórios de multinacionais, lofts charmosos, prédios históricos e arranha-céus. Sem contar na linda Ponte da Mulher

O desenho da Puente de La Mujer é baseado em uma dançarina de tango

Depois de atravessar a ponte e tirar várias fotos por lá, é a vez de entrar no Navio Museu Fragata Ara Presidente Sarmiento. Esse é um navio atracado nas águas do Rio da Prata, e que foi transformado em museu flutuante. Os visitantes podem percorrer diferentes salas e espaços como a sala de refeição, a sala de máquinas, os quartos, a cobertura e outros salões. 

O navio realizou 37 viagens de instrução em vários países do mundo

A fragata fica próximo da Avenida Alicia Moreau de Justo, 980, em Puerto Madero. Abre todos os dias para visitação, das 10 às 19h, exceto em dias chuvosos. 

 

Livraria Ateneo Grand Splendid

Originalmente, a Livraria Ateneo fica em um edifício que era um grande teatro. Depois virou cinema até se tornar uma livraria e café. Esse é simplesmente um dos lugares mais bonitos de Buenos Aires. Não precisa ser um amante dos livros para ficar apaixonado pelo espaço. Está localizada na Avenida Santa Fé, 1860. 

Esse é um atrativo para você se deleitar com o esplendor das construções clássicas francesas, tomar café, comprar livro e ouvir piano na Livraria Ateneo

 

Museu da Evita Perón

Esse é o museu mais visitado da Argentina por conta da exposição da história da Evita. O acervo é rico em fotos, documentos, áudios e vídeos sobre a ex-primeira dama. 

O Museu da Evita Perón conta a trajetória dela desde a infância no interior até a morte, aos 33 anos. Destaca sua carreira musical e atuação política e social. Para guardar de lembrança, tem uma loja de souvenires. Para quem quer saber mais sobre a história dela, o local também mantém uma biblioteca especializada na vida dela. Abre de terça a domingo, das 11 às 19h.

 

Parques 

Bosques de Palermo

Sem dúvidas, Buenos Aires é uma metrópole para descobrir a pé, sentar na praça e tomar mate nos longos gramados. Um dos refúgios de fim de semana favoritos dos portenhos, o Parque Tres de Febrero, conhecido como Bosques de Palermo, é a mais importante área verde de Buenos Aires. Para quem gosta, aproveite para andar de bicicleta ou patins entre tantas árvores. 

É o lugar ideal para um piquenique e se juntar às famílias ou grupos de amigos esparramados na grama, jogando bola e tomando um tereré (mate com suco de frutas) em dias de sol.

Os Bosques de Palermo são um complexo verde bucólico ideal para relaxar e praticar atividades físicas

Localizados entre as Avenidas Libertador e Sarmiento, os bosques ficam em uma das áreas mais bonitas da cidade. Nesse complexo verde, assinado por vários arquitetos e paisagistas, existem vários parques públicos, lagos, Zoológico, Jardim Botânico, o Planetário Galileu Galilei, Hipódromo de Palermo e o Jardim Japonês.

O Planetário tem shows de luz e sons pelas tardes de terça a domingo

Reserva Ecológica Costanera Sur  

A Reserva Ecológica Costanera Sur é mais uma importante área verde da cidade. Ao lado dos arranha-céus, o parque de 350 hectares tem várias trilhas que podem ser percorridas a pé ou de bicicleta. Basta caminhar até o final de Puerto Madero para encontrar o atrativo natural.  

Durante o passeio, é bem provável que você encontre diferentes espécies de aves, répteis e pequenos mamíferos, nas florestas e costa do Rio da Prata. Se a fome apertar, há várias barraquinhas com comida de rua, como carrinhos de panchos (o cachorro-quente hermano) e hamburguesas.

Se quiser se aventurar por um programa diferente, faça a caminhada da lua cheia pela reserva. Os passeios são grátis. Para garantir a vaga, é preciso ligar para o telefone (54 11) 4931-6092 e marcar a visita. Abre das 10h às 18h.

A entrada da Reserva Ecológica Costanera Sur fica na avenida de mesmo nome do parque em Puerto Madero

 

Cementerio de la Recoleta

Esse é um passeio clássico em Buenos Aires. Fica em um dos mais tradicionais e belos bairros da capital argentina, Recoleta. É garantido que você irá gostar de passar algumas horas ali – nem precisa gostar de arte tumular para isso. As histórias, a aura do lugar, os jardins e obras arquitetônicas do cemitério fazem do atrativo um dos imperdíveis na cidade.  É obrigatório ver o túmulo da primeira-dama mais famosa da Argentina, Eva Perón. 

O Cementerio de La Recoleta é considerado um museu a céu aberto porque abriga muitas obras de arte e é onde estão os restos mortais de personalidades importantes da política, cultura, arte e ciência

O lugar abre todos os dias, das 7h às 17h45. A visita é de graça e a administração do cemitério oferece tours guiados, que também são gratuitos. Tudo bem se você quiser dar um passeio sozinho pelas galerias. Mas, pelo menos uma vez, acompanhe o guia. Vale muito a pena. 

O túmulo da Eva Perón é o local mais visitado em Buenos Aires

Nos arredores do famoso cemitério estão bons bares, restaurantes e sorveterias e uma das regiões mais vibrantes da cidade. Perto dali, na Avenida Santa Fé 1860, está a Livraria El Ateneo, uma das mais belas do mundo.

Esqueça mapas e o tempo. As ruazinhas superchamosas do bairro Recoleta merecem que você se perca por elas e encontre um programa que seja o seu perfil. 

 

Cementerio de la Chacarita 

Esse cemitério é menos lotado e, para muitos, até mais interessante. Trata-se de uma necrópole do século XIX situada no subúrbio de Buenos Aires, construída por causa do grande número de mortes acarretadas por uma epidemia de febre amarela. 

É o maior destino e reúne as estátuas e mausoléus dos ícones do tango mais aclamados da Argentina. Dirija-se ao mausoléu de Carlos Gardel em homenagem a um dos fundadores do tango. No local tem uma estátua do cantor vestido de terno. É tradição deixar um cigarro aceso em uma das mãos dela. 

O túmulo mais visitado do Cementerio de la Chacarita é o do tangueiro Carlos Gardel, que fica na na Rua 33 do cemitério

 

Assista a um espetáculo artístico ou musical

A agenda cultural robusta de Buenos Aires elimina a possibilidade da sua estadia cair na mesmice. Essa é a vantagem de visitar uma cidade cosmopolita como a capital portenha: sempre há algo diferente para se fazer. 

Corre a fama que na cidade tem tantos espetáculos teatrais como Nova York e Paris. É impressionante a quantidade de obras em cartaz ao ano, divididas em quase 200 espaços onde recebem três tipos de circuitos de encenações.

A modalidade oficial é formada pelas salas dependentes do governo Argentino e de Buenos Aires, onde são apresentadas obras clássicas de grandes autores ou versões inovadoras do teatro universal. Basta procurar pela programação do Teatro General San Martin, Teatro Colón e Teatro Nacional Cervantes. Todos eles foram declarados como Monumento Histórico Nacional e se destacam também pela arquitetura. 

O Teatro Colón  é um elegante espaço das artes, considerado um dos teatros líricos mais importantes do mundo

Se você gosta de bom humor e obras mais leves, assista a peças teatrais do circuito comercial que acontecem no entorno da Avenida Corrientes – considerada a Broadway argentina. Para citar alguns dessa categoria estão o Lola Membrives, Nacional, Astral, Complejo Teatral La Plaza, Metropolitan, Gran Rex e Ópera. 

A Avenida Corrientes concentra grande número de teatros e bares em Buenos Aires

Nesse circuito dá para ver comédias musicais a stand up, apresentações infantis, espetáculos de tango e dramas. No outro extremo estão os espetáculos inovadores e de vanguarda. Esse é o circuito independente, também chamado de alternativo ou off Corrientes. 

As peças são contracenadas na região do Abasto, como o Teatro Beckett, El camarín de las musas, Espacio Callejón e Club Cultural Matienzo.  Também há salas em San Telmo e Palermo. 

El camarín de las musas é um espaço com café e palco que artistas emergentes ou consagrados contracenam 

 

Teatro Avenida

Aberto ao público em 1908, a tradição do Teatro Avenida começou a se consolidar por receber companhias espanholas de zarzuela (uma espécie de ópera espanhola), teatro e ópera. 

Hoje atrai visitantes por conta da arquitetura e  por ser palco de representações  líricas, ópera e zarzuela e concertos de música erudita. O espaço tem capacidade para 1200 espectadores. É um ícone da tradicional e espanhola Avenida de Mayo.

O Teatro Avenida é uma das preciosidades da arquitetura dos tempos gloriosos de Buenos Aires Crédito: La Guia de Buenos Aires

 

Shows e festas portenhas 

Nem só de tango vive Buenos Aires – vai muito, muito além do ritmo de Carlos Gardel e Astor Piazzolla. A cidade é um grande centro de rock n´roll, jazz e blues. O estádio Luna Park é uma das mais emblemáticas casas de shows portenhas e eventos esportivos. 

Os argentinos são conhecidos no mundo inteiro por ser um público bastante apaixonados nos shows

No Teatro Vorterix acontecem alguns dos melhores shows da cidade, principalmente rock. Os boliches – nome que os portenhos dão para as baladas – esquentam a noite no Niceto Club. São festas moderninhas ao som de DJs e shows de bandas alternativas de todos os cantos do mundo, do soul ao funk, do hip hop ao reggae. 

Quem aprecia grupo de percussão de qualidade, uma boa opção é o La Bomba de Tiempo, que se apresenta toda segunda-feira, às 20h, no Konex

Uma boa opção de clube de jazz é o Thelonious Jazz Club, batizado em homenagem a um dos maiores pianistas de todos os tempos. Recebe grandes músicos locais e internacionais

 

Peñas folclóricas 

Muitos consideram as peñas folclóricas a verdadeira manifestação musical argentina por conta da origem indígena dos Mapuche – mais até que o tango. É muito tradicional nas províncias de Salta e Jujuy. Mas você pode curtir o espetáculo de música do norte da Argentina. 

Termo derivado de peñalolén, a peña  significa “reunião entre irmãos”, ou melhor, entre hermanos. E é isso mesmo: uma noite regada a vinho ou cerveja, música típica e amigos reunidos. La Peña de Chuspita é um programa muito recomendado na cidade. 

Se tiver mais tempo por Buenos Aires ou quiser uma experiência fora do óbvio, veja shows de peña nos espaços La Peña del Colorado, La Casa de los Chillado Biaus e Las Trastienda Club.  

 

Agenda Cultural de Buenos Aires

Se você já tomou a decisão de inserir pelo menos uma apresentação cultural no seu roteiro, agora precisa entender onde encontrar o caminho das pedras para o que rola de melhor em Buenos Aires. Invista um tempo para vasculhar o que se adequa mais ao seu perfil. 

O Agenda Cultural é o site do governo de Buenos Aires responsável por reunir diferentes atrações na cidade, desde programação cultural até cursos, atividades esportivas, eventos ligados à saúde e bem-estar, oficinas e concursos. Possui app para celular.

Programação de eventos e atrações em museus, bibliotecas e palácios nacionais estão no outro site oficial do governo Cultura.gob. Há indicações para muitas exposições e mostras sobre diferentes temas. 

Famosa nas mais importantes capitais mundiais, a Time Out também mostra tudo o que rola na cidade, desde atrações turísticas, shows, restaurantes e bares. Também tem aplicativo para celular.

 

Tierra Santa

Esse é um parque temático que conta a história bíblica da vida de Jesus Cristo, desde seu nascimento até a ressurreição. São sete hectares localizados na zona da Costanera Norte de Buenos Aires, perto do Aeroparque Jorge Newbery. Tierra Santa é baseado em um modelo gigante da cidade de Jerusalém. 

A atração está dividida em quatro setores. O primeiro deles é o “A Criação”, onde acontecem shows, com 15 minutos de duração, que descrevem a origem da vida na Terra. Além do “Presépio”, a “Última Ceia” e a “Ressureição”. Esse é o grande destaque do parque: uma figura de Cristo de 18 metros de altura sobe uma montanha a cada 30 minutos. A música e os efeitos especiais criam uma atmosfera ideal para recriar o momento. 

O parque temático Tierra Santa de Buenos Aires foi o primeiro a ser criado no mundo

Os visitantes ainda podem visitar o muro das lamentações, um templo romano e testemunhar a criação do mundo de acordo com o Antigo Testamento. Em toda a área, os atores retratam os habitantes de Jerusalém do período, inclusive de diferentes culturas, como judaica, romana e árabe. 

Os visitantes acompanham vários espetáculos musicais e de marionetes no parque Tierra Santa

Separe pelo menos duas horas para percorrer o parque. Entre os atrativos, você pode experimentar comida armênia e árabe, além de pizza, nos três restaurantes do complexo. O parque temático Tierra Santa fica na avenida Rafael Obligado 5790, na Costanera Norte. O ingresso custa dois mil pesos, cerca de R$ 93,00. 

Compras em Buenos Aires

Feira de San Telmo 

É domingo? Faça um passeio pela tradicional Feira da Plaza Dorrego, mais conhecida como Feira de San Telmo. Ao longo de vários quarteirões quase 300 barracas vendem de tudo – antiguidades, pinturas, souvenires, roupas, retratos, pulseiras, livros, mates, artesanato e muito mais.  

Na Calle Defensa também há vários antiquários, lojas de roupas, decoração e prataria. Para almoçar, tomar sorvete ou uma cerveja gelada, vá até a praça de San Telmo. Muita música de artistas de rua, orquestras e dançarinos de tango animam o dia. Fica muito cheio a tarde, então, a dica é visitar a feirinha entre 10 e 14 horas. 

A Feira de San Telmo é destino obrigatório em Buenos Aires no domingo

 

Feira de Caminito 

O Mercado de Caminito é um museu a céu aberto emoldurado por casas e restaurantes com fachadas coloridas no bairro La Boca. É um centro dedicado à exposição do trabalho de artistas locais. 

Mais de 100 artesãos oferecem seus produtos feitos com couro, madeira, metais, tecidos, cerâmica, vitrofusão, fileteado, cerâmica manual e outros materiais. Funciona diariamente das 11 às 18 horas (inverno) e das 11 às 20 horas (verão). A vibe fica completa nos finais de semana, quando há mais barracas de artistas nas ruas e muitos dançarinos de tango. 

 

Feira de Mataderos

Esse é um passeio para quem fica mais de quatro dias em Buenos Aires e quer conhecer a cultura popular Argentina. É um autêntico mercado gaúcho completo: várias barracas ganham as ruas no bairro de Mataderos, a 45 minutos de ônibus do centro da capital. 

A programação inclui competições de cavalgadas e danças folclóricas. Além de entrar no modo de vida do argentino, esse é um lugar para você comer empanadas e locro (ensopado de carne e muito milho). Saborear o tradicional assado argentino, queijos e muitos embutidos. Caso o espírito do gaúcho tome conta de você, compre um poncho por lá. 

A Feira de Mataderos funciona aos domingos de março a dezembro; sábados de janeiro a março

 

Compras em Palermo 

Buenos Aires é um daqueles lugares que dá vontade de encher a mala de peças de design transado, sapatos e roupas ao estilo portenho – além da Calle Florida, no centro da capital argentina, esse é um ótimo endereço para comprar peças de couro. Uma excelente opção é passar, no mínimo, um dia em Palermo. 

Na parte chamada de Palermo Viejo, desfrute de cada loja e passeie de café em café. Aqui estão ateliês de artistas argentinos interessantes e o gueto gastronômico de Palermo SoHo. 

Palermo é um ótimo centro de moda, artigos para casa e decoração moderna

 

Calle Florida e Galerias Pacífico 

No centro de Buenos Aires tem uma grande rua de compras. É a Calle Florida, uma via fechada para tráfego de carros, mas com trânsito intenso de pedestres. Esse é um clássico da capital argentina. É onde ficam casas de câmbio e muitas pessoas  vendendo passeios e shows de tango mais caros. 

Durante o caminho você encontrará muitas lojas de casacos de couro, souvenirs, lanchinhos e de tecnologia. A famosa Galerias Pacífico fica ali. Esse é um shopping que funciona dentro de um prédio da época glamourosa de Buenos Aires e que tem lojas de grife. 

Situada na Calle Florida, Galerias Pacífico conta com lojas chiquérrimas de Buenos Aires

A capital da Argentina é um destino para conhecer de verdade. A quantidade de atrações é tão grande que eleva o destino ao topo das cidades mais procuradas por turistas brasileiros no exterior. Não existe tempo ruim para ir lá. Para melhorar, esse é um dos destinos mais baratos na América do Sul

Se possível, coloque Buenos Aires na rota de quando você marcar uma viagem para Bariloche no inverno ou para Ushuaia. Além de todos esses atrativos enumerados no guia, a capital argentina é um destino para saborear boas carnes, muita massa, sorvetes e ficar feliz com uma leve dose de álcool. Saiba onde comer em Buenos Aires  aqui.