Lugares para conhecer

O que fazer em Ouro Preto (MG): pontos turísticos e passeios

Tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, Ouro Preto é uma cidade localizada num vale profundo entre as montanhas da Serra do Espinhaço, em Minas Gerais, a aproximadamente 100 km de Belo Horizonte, capital do estado.

Com um conjunto arquitetônico fascinante, o centro histórico da região conta com inúmeras igrejas, casarões do período colonial, museus e ruazinhas charmosas para você visitar. Há muito o que fazer em Ouro Preto: pontos turísticos e passeios que preenchem qualquer roteiro com muita informação e cultura.

Saiba como visitar cada uma das principais atrações do município e comece a estruturar a sua viagem com base nas indicações do Conexão123.

Você vai ler sobre

Principais atrações de Ouro Preto

Ouro Preto é o destino perfeito para quem gosta de viajar no tempo e conhecer monumentos que narram o passado, a história e as tradições locais. As mais de 18 igrejas são algumas das principais atrações turísticas da região, além de cartões-postais lindíssimos, que fomentam o turismo religioso. Não deixe de inserir no seu roteiro os cinco templos mais visitados: 

  • Igreja de São Francisco de Assis
  • Igreja Nossa Senhora do Pilar
  • Matriz de Nossa Senhora da Conceição
  • Igreja Nossa Senhora do Carmo
  • Igreja Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia

A cidade também conta com museus importantes para a história nacional, como o Museu da Inconfidência e o Museu do Aleijadinho. A Praça Tiradentes é a melhor localização para quem deseja estar próximo dos pontos turísticos de Ouro Preto. Tente buscar por hotéis e pousadas nos arredores dessa região.

O local, inclusive, foi palco de um dos momentos mais marcantes da Inconfidência Mineira, pois foi lá que a cabeça do mártir da independência, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, foi exposta em 1792, após sua condenação à morte pela Coroa Portuguesa.

Os parques, mirantes e as minas de ouro de Ouro Preto são outros passeios imperdíveis se o seu objetivo for se aproximar da natureza e ainda conhecer mais sobre o passado da mineração, e como era feito o processo de extração do ouro escuro durante os séculos XVII e XVIII. 

Agora que você já possui um panorama geral do turismo, que tal se aprofundar um pouco mais nos lugares para conhecer em Ouro Preto

O que fazer em Ouro Preto: pontos turísticos e passeios | Praça Tiradentes | Conexão123

A Praça Tiradentes homenageia Joaquim José da Silva Xavier, mártir da Inconfidência Mineira

O que fazer em Ouro Preto: pontos turísticos

Os pontos turísticos de Ouro Preto são um presente para os amantes da história nacional. A cidade conta com o maior conjunto homogêneo de arquitetura barroca do Brasil e foi construída pelas mãos de escravos e artistas. Sua inspiração veio dos modelos europeus. 

Considerada Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Patrimônio Cultural da Humanidade, Ouro Preto é uma joia situada nas montanhas de Minas Gerais que merece uma visita meticulosa com foco total nos detalhes. 

Igreja São Francisco de Assis

Construída em 1766, a Igreja São Francisco de Assis foi projetada por Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, em estilo barroco e adornos rococó, e declarada em 2009 como uma das 7 maravilhas de origem portuguesa do mundo. 

Quando adentrar o templo, não se esqueça de olhar para cima. O teto do monumento foi elaborado por Mestre Ataíde, pintor que nasceu em Mariana, cidade vizinha a cerca de 14 km de Ouro Preto. O afresco é um dos pontos altos do passeio e chama a atenção de todos por sua riqueza de detalhes.

Vale passar alguns minutos apenas admirando a obra que levou mais de 10 anos para ser concluída, já que não é permitido fotografar o interior do templo. O altar-mor, os painéis e os quadros laterais também são obras do Mestre Ataíde. 

Se quiser se aprofundar mais na história da igreja, a indicação é contratar um guia de viagem, que irá te explicar todos os pormenores que fazem parte da edificação de um dos pontos turísticos mais visitados de Ouro Preto. O preço da entrada por pessoa é de R$ 5. 

Após o passeio, aproveite para dar um pulinho na tradicional feira de artesanato em pedra de sabão, um mineral típico da região. O comércio se espalha pelo Largo de Coimbra, onde cerca de 50 expositores exibem suas peças e objetos feitos à mão.   

O que fazer em Ouro Preto: pontos turísticos e passeios | Igreja São Francisco de Assis | Conexão123

Conheça a Igreja São Francisco de Assis edificada por Aleijadinho e pintada por Mestre Ataíde

Museu da Inconfidência 

Edificado em 1846, o prédio que hoje abriga o centro cultural já foi a Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, tendo se transformado no Museu da Inconfidência apenas em 1944. Atualmente o estabelecimento é um dos lugares mais visitados de Ouro Preto. Com um rico acervo, o espaço reúne objetos significativos e documentos coloniais, como:

  • Autos da Devassa da Inconfidência Mineira
  • Mobiliário
  • Utensílios de cozinhas
  • Retratos imperiais 
  • Coleção de arte sacra dos séculos XVIII e XIX

O Salão Panteão dos Inconfidentes abriga os restos mortais de 13 dos 24 revoltosos sentenciados pela Coroa Portuguesa. Os que não tiveram as suas ossadas localizadas são homenageados com lápides vazias, como é o caso de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, um dos nomes mais conhecidos do movimento da Inconfidência Mineira. 

Duas das salas do museu são dedicadas às esculturas de Aleijadinho e às pinturas de Mestre Ataíde, importantes artistas mineiros que colaboraram com a edificação de Ouro Preto. O espaço também recebe exposições temporárias de arte contemporânea, que ocorrem no auditório chamado de anexo 1. 

O anexo 2 comporta o setor administrativo, o laboratório de conservação e restauração, as áreas técnicas e de serviços gerais. No terceiro e último anexo está a Casa do Pilar, onde ficam guardados alguns arquivos históricos, o setor da musicologia e uma biblioteca muito rica e diversificada. 

As vendas dos ingressos são feitas online ou com as agências de turismo locais. O funcionamento do Museu da Inconfidência, localizado na Praça Tiradentes, 139, no centro histórico de Ouro Preto, é de terça a sexta, das 10h às 18h. Aos sábados, das 10h às 16h, e aos domingos, das 9h às 14h.  

Basílica de Nossa Senhora do Pilar

Você sabia que a segunda igreja com mais ouro no Brasil está localizada em Ouro Preto? A Basílica de Nossa Senhora do Pilar, grande representante do estilo barroco brasileiro, possui altares e adornos feitos em ouro e prata. Foram utilizados, em média, mais de 400 kg de ouro maciço na construção desta obra. 

No subsolo da Igreja, você encontra o Museu de Arte Sacra, inaugurado em 2000, que reúne bens selecionados, classificados em 8 categorias:

  • Prata em Minas Gerais
  • Objetos Litúrgicos e Irmandades Religiosas
  • Iconografia Religiosa
  • Aleijadinho
  • Nossa Senhora do Pilar
  • Triunfo Eucarístico
  • Quaresma e Semana Santa
  • Pintura Religiosa e Sacristia

No total, são mais de 400 peças, distribuídas em oito vitrines temáticas, produzidas entre os séculos XVII e XIX, dos períodos Maneirista, Barroco, Rococó e Neoclássico, que abrangem a história da antiga Vila Rica, como era chamada Ouro Preto durante o período áureo da mineração de ouro.

A visitação guiada é de terça a domingo, das 9h às 10h45 e das 12h às 16h45. Já as missas acontecem de segunda a sexta, às 7h, aos sábados, às 19h30, e aos domingos, às 19h. A Basílica de Nossa Senhora do Pilar fica na Praça Monsenhor João Castilho Barbosa, s/n, a aproximadamente 450 m da Casa dos Contos, outro importante ponto turístico de Ouro Preto

O que fazer em Ouro Preto: pontos turísticos e passeios | Basílica de Nossa Senhora do Pilar | Conexão123

A beleza da Basílica de Nossa Senhora do Pilar encanta os turistas

O que fazer em Ouro Preto: passeios

Entre os muitos lugares para conhecer em Ouro Preto, existem alguns passeios que são obrigatórios e precisam estar nos roteiros de quem desembarca nestas terras. Explore o turismo histórico local e viaje rumo ao conhecimento de uma das cidades mais visitadas de Minas Gerais. 

Minas do Palácio Velho

A exploração no Palácio Velho, assim como nas outras Minas de Ouro Preto, ocorreu no século XVIII. Localizadas aos pés do Morro de Tapanhoacanga, elas fazem parte dos primeiros núcleos de mineração de ouro do estado. 

A visitação turística foi inaugurada recentemente e adaptada à função há alguns anos atrás. O turista possui acesso aos 108 m subterrâneos e 80 m de galerias que exibem as condições degradantes dos trabalhadores escravizados e mostram a genialidade das escavações. 

As minas são todas ventiladas e oferecem infraestrutura para suporte do visitante, com demarcações de onde pisar que auxiliam o acesso a determinadas partes da caverna. No interior, é possível ver a profundidade das minas, o que desperta a curiosidade e faz querer entender como os escavadores se movimentavam ali dentro, já que o espaço é restrito. 

Em uma das partes da mina, é possível observar uma pequena queda d’água que atualmente não é própria para banho. As visitações são feitas em grupos e a duração do passeio é de cerca de 40 minutos. Os preços variam entre R$ 30 e   R$ 50, e para fechar uma excursão, é necessário entrar em contato com uma agência de turismo local. 

O que fazer em Ouro Preto: pontos turísticos e passeios | Minas do Palácio Velho | Conexão123

O passeio pelas minas do Palácio Velho reservam histórias contadas pelos guias de turismo

Cachoeiras dos Pocinhos e Escorrega

Em Lavras Novas, um dos distritos de Ouro Preto, estão duas das cachoeiras que devem estar no seu roteiro de passeios. Para chegar às quedas, é necessário fazer uma trilha de nível médio, por entres cristalinas nascentes onde você pode aproveitar para dar um mergulho refrescante. 

No decorrer do trajeto, que passa por lugares lindos como a Gruta Lapa da Alzira e o Cânion da Bica, os guias explicam para os turistas um pouco sobre a história do distrito e como ele se desenvolveu com o passar do tempo. O preço individual é de R$ 70 e a duração total do passeio é de 2 horas e 30 minutos. 

Caso queira percorrer o trajeto por conta própria, você precisa ir até o fim da Rua do Chá e dali pegar a trilha de 800 m de extensão. O indicado é que o caminho seja feito na companhia de um instrutor, pois as bifurcações podem causar uma certa confusão. Porém, existem placas sinalizando a localização dos poços e das quedas. 

Trem de passageiros – Ouro Preto e Mariana

Que tal um passeio carregado de história? Foi revitalizada uma antiga ferrovia, construída em 1883, com 18 km de extensão, que liga Ouro Preto a Mariana. Foram restauradas quatro estações do percurso, além de vagões e locomotivas, que tiveram suas características originais preservadas. 

O trajeto, hoje voltado para o turismo, encanta visitantes do Brasil e do mundo com as suas belezas naturais e as ricas tradições que remontam o passado da linha férrea. 

A natureza quase intacta que varia entre a Mata Atlântica e o Cerrado, além da arquitetura barroca dos monumentos históricos de mais de 300 anos, sobressaem-se aos olhos dos viajantes que aproveitam para curtir as paisagens a bordo da locomotiva.

Em Ouro Preto ou Mariana, as vendas dos ingressos são feitas nas bilheterias das estações e se encerram 10 minutos antes da partida do trem. Elas ficam abertas de quarta a domingo, das 8h30 às 17h, mas os passeios ocorrem de sexta a domingo, das 10h às 14h30. É válido consultar o calendário disponível no site oficial do Trem de Passageiros. 

O que fazer em Ouro Preto: eventos

Ouro Preto respira arte e cultura. A história do local é contada a cada igreja, museu e monumentos que se espalham pelas ruas e praças da região. Além disso, o município é reduto de grandes eventos que fomentam o turismo local. Saiba mais sobre  a CineOP e o Festival de Inverno de Ouro Preto, que acontecem anualmente na cidade mineira. 

CineOP

Desde 2006, Ouro Preto é palco de um dos mais importantes eventos dedicados à sétima arte no Brasil. A Mostra de Cinema de Ouro Preto, ou CineOP, como é carinhosamente apelidada, surgiu com o objetivo de promover a preservação do audiovisual e tratar o cinema como patrimônio. 

Durante cerca de cinco dias de evento, a cidade é tomada por mostras, oficinas e debates sobre cinema. Além, é claro, de exibições gratuitas de diversos tipos de filmes. Curtas, médias e longas metragens são apresentados no Cine Vila Rica e também na praça Tiradentes, em projeções a céu aberto que conferem um clima superaconchegante ao espaço.

Geralmente, o evento acontece em junho, e movimenta bastante o turismo local.

Festival de Inverno de Ouro Preto

A Universidade Federal de Ouro Preto organiza, anualmente, um grande festival de inverno nas cidades em que seus campi se espalham. São elas: Mariana, João Monlevade, e claro, Ouro Preto. O evento é organizado em parceria com as prefeituras de cada município.

A grande festa conjunta tem atrações que costumam envolver música, oficinas, espetáculos de teatro, debates, mostras, exposições e outras variadas formas de arte. As apresentações ocorrem em espaços públicos e de forma gratuita, nos bairros e distritos das três cidades.

Julho é o mês em que o festival costuma ocorrer, com duração de aproximadamente 15 dias e muita participação dos artistas locais.

Expanda sua bagagem cultural e embarque rumo a Ouro Preto, em Minas Gerais. A 123milhas oferece as melhores condições de passagem e hospedagem, além de seguro e aluguel de carros, para que a sua viagem seja perfeita do início ao fim.

                           

RESPOSTAS123

Conheça os pontos turísticos da Praça Tiradentes se for passar apenas um dia em Ouro Preto:

  • Museu da Inconfidência
  • Igreja São Francisco de Assis
  • Feirinha de artesanato do Largo de Coimbra

Aproveite e visite os lugares para comer da cidade!

Explore as cachoeiras, quedas d’águas e poços de Ouro Preto caso queira se aventurar em meio à natureza sem pagar nada.