Lugares para conhecer

Tem que conhecer em Maceió

A magnífica Maceió, capital de Alagoas, é berço de um verdadeiro paraíso das águas no Brasil. As praias de Ponta Verde, Ipioca, Pajuçara, Paripueira, do Gunga e Maragogi estão entre as belezas quase inacreditáveis deste pedaço do país chamado de “Caribe Brasileiro”. E neste post, você vai saber tudo o que tem que conhecer em Maceió!

Além das maravilhas naturais, Maceió oferece muitas atrações com artistas locais e foi a primeira cidade do Brasil a receber o título de “Capital Americana da Cultura”, em 2002. Logo, as festas e festivais são uma experiência à parte na capital.

E se tem uma coisa que os maceioenses sabem fazer bem é celebrar! É lá que você encontra as festas e comemorações de Folguedos, Reisado, Quilombo e Zabumba. De um povo bom de dança e celebrações, é em Maceió que tem forró, folia de verão e um dos réveillons mais amados do país.

Ah! Isso sem falar nos muitos passeios que contam sobre a história alagoana. Morrendo de vontade de ir para lá? Vem que vamos te contar mais sobre os lugares que você tem que conhecer em Maceió!

Caribe brasileiro

As águas cristalinas do mar caribenho na América Central são um convite para visitantes do mundo inteiro. Mas se você quiser conhecer uma beleza idêntica, aqui mesmo no Brasil, é só desembarcar em Maceió!

A capital alagoana tem uma extensão territorial pequena, mas na parte litorânea é uma imensidão de belezas. Com um “sol quente” e poucas chuvas, a época mais estável do ano para visitar o local é de outubro a janeiro. A temporada de chuvas em Maceió começa em abril e termina em agosto. Programe-se!

Não dá pra deixar de conhecer as praias brasileiras mais azuizinhas de se ver. É de “doer” os olhos de tão bonito! Bora conhecer alguns pontos dessa região e o que você mais precisa saber sobre eles?

 

Em Maragogi, região metropolitana de Maceió, você encontra magníficas costas de corais.

Pajuçara

A praia de Pajuçara é uma das mais centrais e movimentadas de Maceió. Por causa das incríveis piscinas naturais próximas da costa, esse é um dos destinos mais maravilhosos da capital. A segurança também é uma qualidade do lugar, uma vez que a reputação por lá é de bom policiamento.

Passear de jangada e ser levado até os bancos de areia com aquários naturais no meio do mar ou simplesmente realizar um mergulho de Snorkel. Essas são algumas das opções do que fazer em Pajuçara.

A praia Pajuçara é um paraíso que une a beleza da praia com a praticidade do centro urbano, em Maceió.

Mas você também pode ir até à Feirinha de Artesanato da Pajuçara e relaxar em um dos bares e restaurantes da orla. Pode, ainda, passar pela praia de Ponta Verde, a quatro minutos dali. Sim, o mar tem a tonalidade turquesa e um farol que compõe um cenário apaixonante!

Vista aérea da praia de Ponta Verde, em Maceió

 

Ipioca

Ideal para quem busca por sossego, a praia de Ipioca fica a cerca de 25 quilômetros do centro de Maceió e é uma das mais desertas no litoral maceioense. Um ponto ótimo para levar crianças e idosos para aproveitar momentos relaxantes ao longo dos seus sete quilômetros de faixa de areia. É linda!

Nessa região estão localizados alguns beach clubs conhecidos da cidade. Além de uma variedade de hotéis dos mais incríveis de Alagoas, como o Ipioca Beach Village. Dessa forma, para desfrutar de uma paisagem fascinante e ainda experimentar comidas e bebidas de linha gourmet, você tem que conhecer esses espaços com entretenimento privativo de Ipioca.

Praia de Ipioca, em Maceió – Alagoas

E para quem gosta de história, compensa visitar a Igreja de Nossa Senhora do Ó. A edificação data de 1975 e tem estilo colonial, com um cruzeiro à frente. Trata-se de um projeto de conservação histórica de Alagoas, muito interessante de conhecer por revelar a identidade de uma arquitetura tradicional de Maceió.

A Igreja Nossa Senhora do Ó fica na região do Alto Ipioca, em Maceió.
Créditos: Divulgação / Iphan em Alagoa

 

Paripueira

Aproximadamente a sete quilômetros depois de Ipioca, as belas praias da região de Paripueira são paradas obrigatórias na capital. O local é onde fica parte da “Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais”. Dessa maneira, tanto a praia de Paripueira, quanto a praia Sonho Verde fazem parte do objetivo de conservar os recursos naturais de maneira sustentável na costa marítima do Brasil. Incrível, né?

O “mar de Caribe”, com a tonalidade azul-turquesa típica, aparece mais nos meses de verão.

Outra característica que destaca a região de Paripueira em Maceió é o mar quente e calmo. Para comer, um local bastante frequentado por lá é o Mar & Cia Bar. Mas também existem opções de quiosques e barracas onde você pode provar a gastronomia alagoana.

Na Barraca do Osvaldo a especialidade são os frutos do mar. Camarão crocante, agulhinha, filé de dourado. Um paraíso mesmo!

O ponto forte da gastronomia de Maceió são os peixes e frutos do mar

 

Praia Ilha da Crôa

Situada na região metropolitana de Maceió, Ilha da Crôa, em Barra de Santo Antônio, é um recanto que quase te faz esquecer da parte urbana da cidade. É comum que indiquem ainda no centro de Maceió algum hotel para ficar e conhecer
a maravilhosa paisagem da Ilha da Crôa.

Água semitransparente, faixa de areia branca e uma densa floresta de coqueiros na região. Literalmente um destino de sombra e água fresca no paraíso!

Para o passeio ficar ainda melhor só passando pela região litorânea de Carro Quebrado, a dois quilômetros dali. Você pode optar por ir de buggy, lancha ou ainda fazer uma caminhada a pé de cerca de 30 minutos entre uma praia e outra.

Ilha da Crôa é a praia mais procurada de Barra de Santo Antônio, Alagoas.

 

Maragogi

A cerca de duas horas e meia de carro do centro da capital de Alagoas está a deslumbrante Maragogi. Reserve pelo menos dois dias para conhecer esse paraíso. Localizada entre Maceió e Recife, esse cenário magnífico e delicioso é um dos mais procurados de toda a costa brasileira. E não é para menos!

Com longas praias e recifes de corais pertencentes à área de preservação marítima, em Maragogi, bancos de areia formam lagos de piscinas naturais pouco profundas. Sem contar que a água é do azul-maragogi, muito parecido ao do Caribe. Dessa forma, os visitantes aproveitam nessas chamadas “Galés de Maragogi” uma experiência daquelas para contar para os netos, sabe?

Só atente-se quanto à temporada de marés baixas na região, pois elas são o único período em que você conseguirá experimentar (sem perigo) as verdadeiras piscinas naturais de Maragogi. Para facilitar, consulte calendários com as tábuas de marés e também use algum praiômetro para te auxiliar em relação aos períodos de chuvas nas praias.

Os passeios de barco são ideais para chegar até às piscinas naturais de Maragogi.

Outro detalhe sobre Maragogi que você precisa saber é que as praias do litoral norte de lá, principalmente a partir de Barra Grande, são as melhores e as ideais para iniciar o trajeto nesse paraíso. Não perca a praia Ponta do Mangue, Caminho do Moisés e praia de Antunes.

Nessa área mais ao norte também é onde você pode conhecer o Maragogi Beach Park, com muitas opções de entretenimento e passeios para a família. De forma geral, o município de Maragogi concentra muitas pousadas e restaurantes “pé na areia”. A parte mais difícil, como você deve ter percebido, é conseguir ir embora!

*O Maragogi Beach Park está temporariamente fechado em obediência às medidas de prevenção à Covid-19.

Maragogi foi eleita pelo Ministério do Turismo como um dos destinos mais preferidos do Brasil.

 

Praia do Gunga

Viajando de carro a cerca de 40 minutos do centro de Maceió, passando pela praia do Francês, você chega até à belíssima praia do Gunga. O local que está no sentido oposto de Maragogi apresenta uma estrutura muito completa para a realização de passeios radicais de todos os tipos.

Buggy, quadriciclo, lancha, vôo de paramotor, fly board, helicóptero e algumas opções de passeio infantil. Banana boat, bolha aquática, roller, etc. Diversão garantida para todo mundo!

Uma dica para se locomover até pontos mais distantes do centro como este é utilizar o transporte de vans espalhados pela cidade.

Na rodovia em direção à praia do Gunga, em Maceió, você se depara com um belíssimo corredor de coqueiros

 

Festas e festivais

A cultura de Maceió pode ser bem traduzida pela forma como a população sabe fazer e curtir grandes festas e celebrações. Sendo assim, a capital de Alagoas tem a tradição de englobar uma variedade multicultural de festejos originários e ainda de reunir grandes nomes de destaque da cena artística e musical contemporânea.

Do primeiro ao último dia do ano, quem vai a Maceió tem que conhecer as festas maceioenses!

 

Maceió Forró e Folia

De característica mais folclórica, o Forró e Folia é uma programação para quem gosta de acompanhar concursos de quadrilhas juninas. Os maiores grupos de quadrilha e forró baião se apresentam e competem neste evento que é um dos mais tradicionais da região nordeste.

Dessa forma, se você procura o que fazer em Maceió em épocas mais frias, as danças coletivas de quadrilha, o colorido das bandeirolas e a comida típica de festa junina de Alagoas dão o tom para essa época do ano na capital. Pé de moleque, paçoquinha, canjica, mugunzá, baião de dois, etc. São delícias que não acabam mais!

Ver tudo isso de pertinho é uma das sensações que quase não dá para descrever. Está esperando o que para viver essa experiência magnífica em Maceió!?

O concurso Forró & Folia já teve cerca de 20 edições em Maceió.

 

Festival Maceió Verão

Como você já deve saber, o verão em Maceió é a época de alta temporada da cidade. Por isso, além das belezas e grande variedade de aproveitamento nas praias maceioenses, a cidade também se organiza para promover festivais e tornar esse cantinho do Brasil em um dos mais animados de todos!

Normalmente organizado pela prefeitura do município, o Festival Maceió Verão é
realizado em janeiro e faz parte do calendário cultural de Alagoas. Com atrações de destaque nacional, essa é uma festa que você tem que conhecer em Maceió!

O evento não é realizado na capital desde 2019, mas há projeções de que ele volte à programação normal em 2022 e encante novamente moradores e visitantes. Então, fique sempre de olho nas agendas culturais de Maceió e não perca as melhores comemorações que acontecem por lá durante o verão.

O clima forte do verão esquenta o volume de festas em Maceió.

 

Réveillon alagoano

Se a sua ideia é curtir um réveillon animado, com muitas opções de turismo e divertimento, você pode desembarcar em Maceió com tranquilidade. A cidade tem uma das maiores festas de virada de ano do Brasil e lidera a lista de destinos mais procurados nessa data.

Além dos grandiosos e estruturados Celebration, Absoluto e Paradise, outros eventos, gratuitos e de rua, acontecem na capital. Nesse sentido, há uma vasta programação que vai desde atrações musicais como Gusttavo Lima, Bell Marques, Léo Santana e Márcia Fellipe, até propostas mais alternativas como as apresentações de Duda Beat, Dennis Dj e bandas alagoanas pelas ruas e praias de Maceió.

E você pode chegar bem antes à capital alagoana que estará bem servido de diversão com as comemorações de pré-réveillon. Se durante o ano já não dá para perder uma visita à cidade, nessa época, então, não precisamos nem dizer, né!? Imperdível mesmo!

O Revéillon Celebration acontece na região da praia de Jacarecica, próxima a Pajuçara, em Maceió.

 

História alagoana

Como toda boa cidade com mais de 200 anos, Maceió tem um centro histórico imponente que guarda as memórias da capital de Alagoas de uma forma muito especial. Desenvolvida a partir da estruturação da sede, a história alagoana pode ser contemplada nos simbólicos museus, teatros e monumentos memoriais presentes nas ladeiras de Maceió. Vamos conhecer alguns pontos importantes?

 

Museu Palácio Floriano Peixoto

Antigo palácio do governo alagoano, o Museu Floriano Peixoto é também conhecido por Palácio dos Martírios e integra o “conjunto arquitetônico dos martírios”, patrimônio tombado do estado de Alagoas. O local possui um acervo mobiliário do século XIX e se destaca pela conservação de objetos decorativos históricos e telas de renomados pintores alagoanos, tais como Rosalvo Ribeiro e José Zumba. O lugar também concentra o “Espaço Aurélio Buarque de Hollanda” e o “Memorial Lêdo Ivo”.

O Museu Floriano Peixoto fica próximo à Igreja.
Créditos: Divulgação / Jaqueline Silva (Flickr)

 

Teatro Deodoro

Inaugurado em 1910, o Teatro Deodoro fica em um casarão colonial no centro de Maceió e abriga muitos espetáculos na cidade. O salão nobre é tão especial na história alagoana que já alojou a Biblioteca Pública e a Câmara de Vereadores de Maceió. O lugar também foi ambiente de bailes oficiais e banquetes de recepção do governo de Alagoas.

Hoje em dia, o Teatro Deodoro serve como palco para diferentes manifestações artísticas e apresentação de peças teatrais. O espaço ainda agrupa o Teatro Arena e o Complexo Deodoro, anexos complementares e de grande importância histórica para Alagoas. Dessa forma, um passeio cultural completo pode ser feito por lá!

O monumento Gogó da Ema fica na praça situada no mesmo local em que o coqueiro torto tombou.
Créditos: Divulgação / Prefeitura de Maceió.

 

Memorial Gogó da Ema

Uma simpática escultura na região de Ponta Verde, em Maceió, reproduz a imagem de um coqueiro torto que guardava semelhanças com o pescoço de uma ema. Por muito tempo essa palmeira peculiar foi um símbolo da cidade. Alguns contam que ela existiu aproximadamente de 1910 a 1955 e passou por muitos momentos de perigo até sua queda definitiva em razão do avanço do mar no continente.

Assim sendo, o monumento projetado pelo arquiteto Eurídice Lobo Rocha Leão presta uma homenagem a esse famoso coqueiro da capital alagoana. Além disso, ajuda a contar um pouco mais da história de Maceió e de seus curiosos cartões-postais. Vale a pena conhecer!

O monumento Gogó da Ema fica na praça situada no mesmo local em que o coqueiro torto tombou.
Créditos: Divulgação / Prefeitura de Maceió.

 

Artistas locais

Artesãos, bordadeiras, rendeiras, artistas de praia e uma infinidade de talentos são característica forte do grandioso artesanato de Maceió. A cidade, apesar de pequena, tem muitos espaços em que você pode encontrar e se maravilhar com a arte de rua alagoana. Mas, alguns desses espaços são os que mais reúnem artistas locais na capital.

 

Pontal da Barra

Conhecido como o “bairro das rendeiras”, Pontal da Barra é um recanto muito especial em Maceió onde, além de crianças e moradores sentados nas calçadas, você vai encontrar muitas bordadeiras trançando o famoso filé de costuras. A atividade é tão magnífica e importante que é considerada Patrimônio Imaterial de Alagoas.

O espaço também concentra muitas outras opções de lojas de artesanato e restaurantes para você curtir o pôr do sol mais lindo de Maceió!

A indicação, então, é se organizar para conseguir fazer compras e aproveitar o final da tarde tomando um caldinho de sururu à beira da lagoa.

Apesar de encontrado em outras feiras e comércio artesanal de Alagoas, no Pontal da Barra existem peças bastante exclusivas do famoso bordado filé.

 

Mercado da Produção de Maceió

O maior mercado de Maceió! Se você busca variedade de produtos, o lugar certo para ir na capital é o Mercado da Produção. Frutas, verduras, artesanato, tecidos e artigos medicinais, entre outras vantagens, como o contato com a diversidade dos pescados da região.

 

Artesanato dos Guerreiros da Arte

Com muitas barraquinhas e preço acessível, a feira de artesanatos Guerreiros da Arte é muito recomendada para adquirir lembrancinhas artesanais de Maceió. Lá também é um ponto indicado para se encontrar grande variedade de roupas moda praia. Não dá para não conhecer!

Um destaque dessa região são os próprios artesãos marcando presença na feira.

 

Foz do Rio São Francisco

E que tal conhecer a foz do Rio São Francisco quando estiver pela região da capital alagoana? O curso d’água é um dos mais importantes do Brasil, atravessando os estados de Minas Gerais e Bahia até chegar na fronteira de Pernambuco e Alagoas, a 135 quilômetros de Maceió.

A imagem do Velho Chico se encontrando com as águas do Atlântico na região de Piaçabuçu entre Sergipe e o sul de Alagoas é um desses lugares chamados de espetáculos na Terra! Por lá, você também pode conhecer as Dunas Douradas de Piaçabuçu, entre outras riquezas dessa região.

A nascente do Rio São Francisco fica na Serra da Canastra, em Minas Gerais.

Malas prontas para cair direto neste paraíso brasileiro? Uma cidade dinâmica, linda e inacreditável como essa merece a sua atenção. E a 123Milhas está pronta para te ajudar a tornar esse sonho em realidade. Conheça agora os lugares em que você tem que ficar em Maceió!