Lugares para conhecer

Tem que conhecer em Uberlândia

Uberlândia, carinhosamente chamada de Udi pelos moradores, é uma cidade cheia de história e cultura. Localizada no Triângulo Mineiro, é uma viagem que foge dos roteiros tradicionais, mas tem muito a oferecer. Com muitos museus, parques, belas arquiteturas e festas juninas, definitivamente vai te presentear com ótimos passeios. Vem com a gente descobrir tudo o que você tem que conhecer em Uberlândia! 

Museu Municipal de Uberlândia

O Museu Municipal de Uberlândia, localizado no Palácio dos Leões, é um convite para conhecer melhor a cidade. O projeto conceitual foi definido como histórico/antropológico, já que o acervo conta com objetos de uso cotidiano. Em outras palavras, retrata os aspectos da vida dos moradores e revela hábitos da comunidade. 

O Museu Municipal de Uberlândia fica no Palácio dos Leões. Créditos: Prefeitura de Uberlândia

Este museu possui exposições permanentes e itinerantes, e projetos pedagógicos temporários. As visitas acontecem de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h e das 14h às 16h. A entrada é gratuita. 

O acervo do museu retrata a comunidade de Uberlândia. Créditos: Prefeitura de Uberlândia

Museu Universitário de Arte

O Museu Universitário de Arte (MUnA) é vinculado ao curso de Belas Artes da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), cujo acervo vem de doações de artistas e instituições. O museu viabiliza o intercâmbio entre as produções artísticas e as pesquisas e projetos de extensão. Além disso, visa divulgar e preservar o acervo da universidade. 

O museu também promove cursos, palestras, oficinas, exibições de ciclos de cinema e eventos culturais. 

O MUnA fica localizado em um casarão histórico. Créditos: Museu Universitário de Arte

Museu do Índio

O Museu do Índio, assim como o MUnA, está ligado à UFU. O acervo conta com 2.500 itens da cultura indígena, como cerâmica, trançados, artefatos lúdicos, etc. Também há acervo fotográfico, publicações da área e notícias sobre a questão indígena brasileira. O museu tem como missão proteger e difundir os bens culturais da comunidade indígena. 

As portas estão abertas de segunda a sexta-feira, das 8h às 12 e das 13h30 às 17h30. 

É uma ótima oportunidade para conhecer melhor a história dos povos indígenas da região. 

Acervo do museu tem objetos relacionados à cultura indígena. Créditos: Museu do Índio

Mercado Municipal de Uberlândia

O Mercado Municipal é parada obrigatória. Créditos: Prefeitura de Uberlândia

O Mercado Municipal de Uberlândia é parada obrigatória! É um dos melhores lugares para experimentar os quitutes típicos da cidade. Doce de leite, goiabada, doces de frutas cristalizadas e geleias que vão agradar seu paladar e ainda são uma ótima opção para presentear pessoas queridas. Os queijos, o café e a cachaça também são deliciosos. 

A combinação de goiabada com queijo, também conhecida como Romeu e Julieta, é muito popular

Os vendedores dos quiosques são preparados para embalar corretamente os produtos. Dessa forma, você poderá transportar sem dificuldades. 

Por lá, existe uma variedade de artesanatos locais. Bonecas de pano, pinturas, objetos de cerâmica, bordados, crochê, colchas de cama e caixas decorativas são exemplos de itens disponíveis. Além de lembrancinhas de viagem, também é um bom lugar para comprar brinquedos lúdicos para crianças. 

Você encontra brinquedos lúdicos no Mercado Municipal

Parque do Sabiá

O Parque do Sabiá é muito frequentado por moradores e turistas. Com uma bela natureza e pista de cooper com mais de cinco quilômetros de extensão, é o melhor lugar da cidade para fazer caminhadas. Também é ótimo para jogar futebol, vôlei e brincar no grande gramado. 

O Parque do Sabiá é um dos passeios favoritos das crianças

Além disso, há um zoológico com dezenas de animais e um aquário com 36 tanques no complexo do parque. É o passeio favorito das crianças. 

Parque Municipal Victorio Siquierolli

O Parque Municipal Victorio Siquierolli tem aproximadamente 23 hectares e é um lugar para conhecer a legítima vegetação do cerrado. Árvores com troncos retorcidos e frutas como pequi, mangaba e bocaiúva são alguns exemplos do que você encontra por lá. 

Com trilha de caminhada, brinquedos para crianças, casinha de pau a pique e o Museu de Biodiversidade do Cerrado, é um passeio bem legal para quem gosta de aprender mais e estar em contato com a natureza. Sem dúvida, é uma das atrações que você tem que conhecer em Uberlândia.

Visite o Parque Municipal Victorio Siquierolli para conhecer a vegetação legítima do cerrado. Créditos: Governo de Minas

Praça Clarimundo Carneiro

A Praça Clarimundo Carneiro é um conjunto arquitetônico composto por um coreto, o Palácio dos Leões e a praça propriamente dita. Hoje chamado de Palácio dos Leões, o edifício já foi  sede da prefeitura e da Câmara Municipal. Atualmente, o espaço é o Museu Municipal. 

A praça abriga o Palácio dos Leões e um coreto. Créditos: Prefeitura de Uberlândia

Localizado na região central da cidade, o conjunto foi tombado como patrimônio histórico cultural em 1985.  A bela arquitetura é um dos destaques deste ponto turístico. O palácio e o coreto são elementos lindíssimos para quem gosta de observar construções. De quebra, ainda rendem boas fotos. 

Praça Tubal Vilelo

Uma das principais praças da cidade é a Tubal Vilela. Além de ser uma zona muito comercial, também é palco de atividades culturais, tradições e manifestações. A elaboração do local foi muito bem feita, e conta com diversos bancos, banheiros públicos, estacionamento, espelhos d’água e fonte sonora luminosa. Bem arborizada, é um dos melhores lugares para relaxar ou bater um papo.

Praça e Igreja do Rosário

O prédio religioso mais antigo de Udi é a Igreja do Rosário, localizada na praça, oficialmente chamada Rui Barbosa. Porém, pela popularidade da igreja, o local é mais conhecido como a Praça do Rosário. 

Ela tem grande relevância cultural por abrigar a Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. O valor histórico também é muito importante, pois foi erguida por descendentes de escravos. O espaço representa a diversidade e a troca cultural. 

A praça ficou mais conhecida como Rosário por abrigar a Igreja. Créditos: Prefeitura de Uberlândia

Igreja do Espírito Santo do Cerrado

Esta igreja é uma grande atração arquitetônica que você tem que conhecer em Uberlândia. Projetada pela arquiteta Lina Bo Bardi, que também planejou o Museu de Arte de São Paulo (MASP), a Igreja do Espírito Santo do Cerrado tem uma história muito interessante. Foram os próprios moradores, incluindo crianças, que ajudaram na construção. Os materiais usados eram locais e simples, como tijolo de barro, e a maioria veio de doações. 

A Igreja foi tombada em 1997. Créditos: Governo de Minas

É a única obra de Lina Bo Bardi em Minas Gerais, e uma das poucas em cidades interioranas. Esta igreja é um símbolo de simplicidade e convida ao recolhimento e aconchego.  

O projeto tem três edificações circulares, sendo a igreja propriamente dita, uma residência religiosa e centro comunitário. A igreja foi tombada como patrimônio pela em 1997, pela sua importância arquitetônica.

Teatro Municipal Oscar Niemeyer

Um dos mais belos pontos turísticos de arquitetura que você tem que conhecer em Uberlândia é o Teatro Municipal Oscar Niemeyer. Foi projetado em 1989 pelo célebre arquiteto que leva o nome do lugar. Entretanto, as obras demoraram 14 anos, e ele só foi inaugurado em 2012. Segundo a Prefeitura, surgiu a necessidade de regularizar o empreendimento com o Ministério da Cultura. Como resultado, a construção demorou mais que o previsto.

O teatro tem 5 mil metros quadrados de área construída e três pavimentos. O destaque é o palco da sala de espetáculos, com 17 metros de largura, 7 de altura e 14 de profundidade. 

Como todos os projetos de Niemeyer, este edifício é de tirar o fôlego. Bonito e único, não há quem não se encante. 

O teatro tem 5 mil metros quadrados de área construída. Créditos: Governo de Minas

Cachoeira do Sucupira

Esta atração é para quem ama estar em contato com a natureza. A Cachoeira do Sucupira fica na zona rural de Uberlândia, a 17 quilômetros do centro da cidade. Com uma queda d’água de 15 metros e águas claras, é um lugar delicioso para passar o dia. A correnteza é fraca e há áreas mais rasas, ótimo para crianças pequenas aproveitarem tranquilamente. Além da água, a natureza chama atenção pela bela mata ao redor. 

Não há quiosques e lanchonetes por perto, então lembre-se de levar um lanche e bastante água.

A Cachoeira do Sucupira é um refúgio em Uberlândia. Créditos: Governo de Minas

Avenida Rondon Pacheco

A principal avenida de Uberlândia é a Rondon Pacheco. Com 7 quilômetros de extensão, ela passa por dez bairros da cidade e é conhecida como o Corredor Gastronômico de Uberlândia. Ao longo da avenida, há diversos restaurantes, pizzarias, hamburguerias, churrascarias, bares e sorveterias. Também é onde você encontra muitas casas noturnas, farmácias, postos de gasolina, academias e centros comerciais. Ou seja, tem de tudo por lá! 

Festas Juninas

Bandeirinhas coloridas enfeitam as festas juninas

As festas juninas são importantíssimas e muito tradicionais em Uberlândia! Acontecem durante todo o mês de junho, e se estendem até julho, quando viram as festas julinas. Há três festas principais, que são homenagens a santos. Santo Antônio é em 13 de junho. São João Batista em 24 de junho. E, São Pedro, em 29 de junho. Contudo, vários eventos acontecem nesses dois meses. 

Igrejas e comunidades organizam as festividades, com barracas de comidas, brincadeiras e quadrilha. As mais conhecidas são do bairro Umuarama, da Ação Moradia e a do Mercado Municipal.

Os quitutes envolvem alimentos à base de amendoim, milho e mandioca, como canjica, pipoca, pé de moleque, paçoca, bolo de fubá, caldos e doces com coco. 

Com direito a decoração de bandeirinhas, fogueira, roupas típicas e a famosa celebração do casamento caipira, a festança é longa e cheia de alegria. Para participar de uma boa festa junina, tem que ir para Uberlândia

Congado de Uberlândia

A Festa do Congado é patrimônio histórico e cultural

A Festa do Congado reúne tradições em louvor a Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, que acontecem entre agosto e outubro de todos os anos. A festa veio da necessidade dos povos africanos de manifestar sua religião, pois era proibido durante o Brasil Colonial. Por volta de 1874, alguns escravos da região se reuniram e veneraram a padroeira, pedindo para libertá-los. Com o tempo, essas manifestações foram aumentando até que a festa foi instituída. 

Os fiéis começam os preparativos em agosto, realizando leilões, novenas e ensaios. Os desfiles, procissão e a coroação de Nossa Senhora do Rosário acontecem no segundo domingo de outubro, que é o dia oficial de festas.  Esta celebração é patrimônio histórico e cultural de Uberlândia. 

Gostou do “tour” pelos pontos turísticos e pela história de Udi? Agora você já sabe o que tem que conhecer em Uberlândia! Aproveite para descobrir as melhores opções de hospedagem com a 123Milhas para sua viagem ficar ainda melhor!