Lugares para conhecer

Tem que conhecer em Congonhas

Com um dos complexos arquitetônicos religiosos mais famosos do mundo, Congonhas é um destino único para entender a riqueza barroca e as maiores obras de Aleijadinho no Brasil. Além disso, a cidade tem belezas naturais apaixonantes e uma expressiva materialidade histórica distribuída entre os edifícios, praças, ruas e museu. Curioso para saber quais são os pontos mais interessantes desse cantinho mineiro? Descubra com a gente o que você tem que conhecer em Congonhas!

Centro de Congonhas

Antes de mais nada, o centro da cidade de Congonhas é uma área que você vai encontrar um comércio muito estruturado, além de boas opções de hospedagem.

A maior parte dos pontos turísticos está localizada nessa região do centro, mas como as ruas costumam ser íngremes recomenda-se que você planeje bem o seu trajeto para não perder tempo com caminhadas desnecessárias.

Casas coloridas e de arquitetura colonial trazem muito charme para as ladeiras de Congonhas

Uma dica quando estiver pelo centro da cidade é conhecer o Museu da Imagem e Memória de Congonhas. A cerca de 450 metros do famoso Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, com as estátuas dos 12 profetas de Aleijadinho”, esse espaço guarda importantes esculturas barrocas e um pouco da história do município.

Simplicidade por fora e riqueza histórica por dentro definem o Museu da Imagem e Memória de Congonhas

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição data do século XVIII e é um dos símbolos do barroco mineiro em Congonhas. As duas torres em estilo jesuítico no alto da Praça Sete de Setembro chamam bastante a atenção, além da fachada principal com obras esculpidas em pedra sabão por Aleijadinho!

Sobre isso, a decoração na porta de entrada da igreja é uma representação da Arca de Noé e a Pomba Imaculada. Essa foi uma maneira encontrada pelo artista para narrar sobre o dilúvio e o pecado bíblico.

No interior do espaço, também impressiona os altares e o grande número de imagens de santos. Assim se pode ver várias fases do estilo barroco em uma das mais belas igrejas de Minas Gerais.

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição é prova da fé e sensibilidade dos artistas barrocos mineiros

Centro Cultural da Romaria

Construído no início da década de 1930, a Romaria é um surpreendente conjunto arquitetônico na “Alameda das Palmeiras”, em Congonhas. Inicialmente utilizado como pousada durante a Festa do Jubileu foi desativado para fins de hospedagem em meados de 1960.

Hoje, o espaço remanescente da Romaria abriga uma imensa estrutura destinada à parte administrativa e turística da cidade: Salão Nobre e Oficina de Arte, loja de souvenir, auditório com 60 lugares, Museu Sacro e Museu da Memória. Além disso, uma das alas que formam a construção oval do Centro Cultural da Romaria é extensão do Gabinete do Prefeito.

Na entrada do espaço Romaria você encontra um posto de informações turísticas

Apesar de não haver nenhum serviço oficial de visitação no espaço, a entrada é gratuita e vale a pena conhecer em Congonhas!

O enorme pátio no centro do lugar se sobressai na vista aérea da cidade de Congonhas
Créditos: Reprodução / Jornal O Tempo

Museu de Congonhas

O Museu de Congonhas é uma das estruturas arquitetônicas mais modernas da cidade. O acervo do local é dedicado a abordar a arte e a cultura em Minas Gerais. Sobretudo, o espaço apresenta trabalhos importantes da carreira de Aleijadinho e tem o objetivo de preservar a memória da arte sacra no estado.

A modernidade do Museu de Congonhas se destaca entre as casas coloniais da Alameda Cidade de Matosinhos de Portugal

O local tem três andares com sala de exposições que, entre outras coisas, exibem réplicas das igrejas congonhenses e das esculturas dos profetas de Aleijadinho. Também existem biblioteca, auditório, ateliê, espaço educativo, cafeteria, anfiteatro ao ar livre e áreas administrativas no local.

Aproveite a localização próxima do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos para saborear pratos típicos que você tem que comer em Congonhas nos restaurantes ao redor!

O acervo do Museu de Congonhas conta com uma rica coleção de santos católicos

O horário de funcionamento do Museu de Congonhas é de terça a domingo, das 9h às 17h, com ingresso a R$10. Às quartas-feiras a entrada é gratuita e a visitação acontece das 13h às 21h. Para agendamentos e outras informações, entre em contato com o espaço.

Parque Ecológico da Cachoeira

Bem localizado, a 9 quilômetros da área central de Congonhas, o Parque Ecológico da Cachoeira é um local perfeito para investir um dia de lazer e entretenimento ao ar livre na cidade.

Com uma bela queda d’água, o local conta com 10 piscinas para o público se refrescar e também oferece quadras, campo de futebol, restaurante, estacionamento, lanchonete e espaço para piquenique e camping.

A entrada para o parque custa R$8 de terça a sexta-feira, R$10 aos sábados e R$20 nos domingos. O horário de funcionamento é das 8h às 18h. O espaço de camping pode ser utilizado 24 horas pelo valor de R$25.

O Parque da Cachoeira recebe muitos congonhenses e turistas durante o verão
Créditos: Divulgação / Prefeitura de Congonhas

Que tal esses pontos de visitação na Cidade dos Profetas? Não perca mais tempo para conhecer as belezas desse lugar com a 123Milhas. Agora é só escolher a hospedagem ideal que você tem que ficar em Congonhas!