Todos

O que fazer em Blumenau, a cidade cervejeira

Blumenau é conhecida por sua cerveja, pela gastronomia e pela cultura alemã. O destino catarinense também preserva muita história, com suas inúmeras opções de museus e prédios históricos. A cidade é arborizada e mantém parques e áreas verdes. Confira os principais pontos turísticos e o que fazer em Blumenau. 

Sem dúvida, o sonho de todo apreciador de cerveja é ir à Europa para conhecer países produtores das melhores cervejas do mundo, como Alemanha, Bélgica e República Tcheca. A boa notícia é que sem sair do Brasil é possível degustar excelentes rótulos de stouts, bocks, weisses e pilsens, enquanto descobre belos destinos nacionais. O principal deles é Blumenau. 

 

Oktoberfest 

Inspirada na festa de Munique, na Alemanha, a Oktoberfest de Blumenau é a segunda maior do mundo, perdendo apenas para a versão original. Milhares de turistas vão à cidade em outubro para se divertir, comer e beber milhares de litros de chope. 

Quando é dada a largada da festa, são 18 dias de vários desfiles, com apresentações de carros alegóricos, música tradicional e dança tomam conta da cidade. As roupas típicas germânicas e trajes ousados colorem a Rua XV de Novembro e o Parque Vila Germânica. 

O evento, que acontece desde 1984, traz para os espectadores um pouco dos costumes e folclore alemão e contagia toda a cidade.

Oktoberfest reúne milhares de pessoas em Blumenau para tomar chope gelado e aproveitar várias atrações animadas.

 

Rua XV de Novembro

Essa é a rua mais famosa de Blumenau. Ela nem sempre se chamou Rua XV de Novembro. O seu primeiro nome era Wurststrasse, a “rua da linguiça” e você ainda encontra esse nome nas placas de sinalização. Embora hoje seja difícil encontrar a iguaria nela, é ali que se concentra o comércio da cidade. 

Palco do desfile da Oktoberfest, essa via é um dos pontos turísticos mais visitados do destino catarinense. Nos edifícios e casarões predominam arquitetura enxaimel, de estilo alemão. Ali estão localizados o prédio da Prefeitura, o Relógio de Flores, a Catedral São Paulo Apóstolo, a Fundação Cultural de Blumenau e o Teatro Carlos Gomes.

Na rua há lojas onde é possível comprar de tudo, especialmente artigos da Oktoberfest. Em outubro, durante a tradicional festa, a rua fica inteiramente decorada com temas da tradição alemã. Circulam centenas de pessoas fantasiadas com trajes típicos germânicos, chapéus que imitam canecas e taças de cerveja sempre cheias.

A Rua XV de Novembro concentra os principais pontos turísticos de Blumenau e é palco de desfiles da Oktoberfest.

 

Museu da Cerveja

Um dos grandes atrativos da cidade são as cervejas artesanais. Para quem escolheu o destino por esse motivo, comece a visita pelo Museu da Cerveja, no centro de Blumenau. Fundado em 1996, o espaço aproveita as antigas instalações da cervejaria Fieldman. 

Parte do acervo de rótulos antigos da bebida, inclusive, pertence à fábrica. O museu reúne chopeiras e canecos usados nas primeiras edições da Oktoberfest brasileira, realizada desde 1984. Peças de maquinários usadas para a  produção da “loira” também completam a exposição. 

Entre as atrações estão um vídeo curto que narra a história da cerveja e explica os processos utilizados pelos primeiros colonizadores. Esse é um passeio rápido e divertido. 

Crédito: Reprodução/ Prefeitura de Blumenau 
Legenda: Museu da Cerveja apresenta detalhes sobre a bebida e mostra a evolução do cenário cervejeiro em Santa Catarina.

O museu fica na Rua XV de Novembro, 160. Recebe visitantes de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Abre aos fins de semana e feriados, das 10h às 16h. A visita é gratuita. 

 

Parque Vila Germânica 

Provavelmente este é o local mais semelhante ao interior da Alemanha que você pode visitar sem precisar atravessar o oceano Atlântico. Com mais de 40 mil metros quadrados, o complexo tem casas em estilo germânico, grandes galpões, lojas, bares e restaurantes. 

Endereço da Oktoberfest, o espaço é um grande Centro de Convenções que recebe  eventos como a Sommerfest, o Festival Brasileiro da Cerveja, a Feira Brasileira da Cerveja e o Concurso Brasileiro da Cerveja. A programação anual ainda inclui a Páscoa em Blumenau e o Natal em Blumenau. 

Parque Vila Germânica é palco dos grandes festivais de Blumenau e é ponto certo da gastronomia na cidade.

A Vila Germânica fica aberta diariamente, durante o ano inteiro, à rua Alberto Stein, 199. Os horários de funcionamento dos bares e restaurantes vão das 11h às 23h, de segunda a domingo. Já as lojas abrem de 10h às 20h, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h. 

 

Escola Superior de Cerveja e Malte

A primeira faculdade de cerveja e malte da América Latina fica em Blumenau. Criada em 2014, é responsável pela formação de mão de obra na região. A instituição atrai cervejeiros do país inteiro e vizinhos, como Argentina e Uruguai, em busca de aprendizado na área.  

A escola promove passeios pelas suas dependências, desde os laboratórios até o processo de fabricação em uma fábrica. No espaço tem aulas, laboratório de degustação e Biergarten – área de convivência onde as pessoas se reúnem para beber cerveja na Alemanha. 

A instituição oferece workshop de degustação de cerveja para visitantes todos os sábados, com duração de uma hora. O minicurso aborda temas como a história da cerveja, as matérias-primas da bebida, as suas formas de classificação e estilos. Finaliza com um grande brinde e a degustação orientada de quatro rótulos de cervejas. A Escola Superior de Cerveja e Malte fica na rua Elsbeth Feddersen, 72, no bairro Salto Norte. 

A escola oferece cursos rápidos para se aprender a fazer cerveja em casa e de sommelier no verão.

 

Museu Família Colonial  

Situado em uma das casas mais antigas da época da colonização europeia do Vale do Itajaí, o Museu Família Colonial conta a história das pessoas que construíram a cidade. O espaço pertence à Edith Gaertner, sobrinha do fundador da cidade, Dr. Blumenau. 

São mais de 6 mil peças, que ajudam a entender o passado da região. Todos os cômodos continuam decorados com mobílias antigas, muito bem conservadas. Dá para conhecer exemplares de vestimentas e objetos do século XIX.  No fundo da casa existe um imenso jardim com árvores plantas na época. Além de um cemitério de gatos das famílias dos colonizadores. Vale a visita. 

A entrada custa R$ 5. O museu fica na Alameda Duque de Caxias, 78. Abre de segunda a domingo, das 10h às 16h.
Créditos: Reprodução / Click RBS

 

Catedral São Paulo Apóstolo

Construída em 1958, a catedral é um dos cartões-postais da cidade. Com torre de 45 metros de altura e três sinos, a arquitetura é moderna, com entalhes em madeira.  As paredes foram construídas com granito vermelho e vários vitrais espalhados por locais estratégicos. O efeito é encantador e valoriza ainda mais os detalhes do templo.

Durante as celebrações da Semana Santa e do Corpus Christi, na catedral são realizadas missas solenes, procissões e os fiéis montam tapetes de serragem. 

Localizada na rua XV de Novembro, 955, no Centro de Blumenau, a  Catedral São Paulo Apóstolo abre todos os dias, de 6h às 20h.

 

Parque Ramiro Ruediger

Com mais de 40 mil metros quadrados, o parque é o local ideal para a prática de esportes e caminhadas ao ar livre em Blumenau. Leve crianças e animais para brincar nos gramados. É bom lugar para passar a tarde e dar aquela relaxada depois de um longo trajeto.

O espaço conta com playgrounds, uma pista de cooper com mais de 700 metros, ginásio coberto, pista de skate e quadras poliesportivas. Aprecie o pôr-do-sol às margens de um lago com deck para admirar o belíssimo visual. Tem até chopeira para entrar no clima da cidade. 

O Parque Ramiro Ruediger é uma das principais áreas verdes para se exercitar e relaxar ao ar livre em Blumenau.

Fica na rua Alberto Stein, 199, no bairro Velha. O parque abre todos os dias, das 5h às 22h. A entrada é gratuita.

São muitas opções de passeios e atrações em Blumenau, viu só? E você ainda pode aproveitar a saborosa culinária local com influência alemã, como o típico marreco recheado. Venha saber mais o que comer em Blumenau com a 123milhas