Blog 123

O NOVO NORMAL DA HOTELARIA

o novo normal da hotelaria

O “novo normal” virou a expressão do momento no cenário mundial e caracteriza uma série de hábitos que todos precisam desenvolver em relação ao convívio com a Covid-19, até que a tão esperada vacina surja. Isso, claro, engloba a indústria do turismo, uma das mais afetadas pelo novo coronavírus e, naturalmente, o universo dos hotéis. Neste texto, saiba como já está funcionando o novo normal da hotelaria. 

Os protocolos para a reabertura dos hotéis

Não importa o tamanho do empreendimento hoteleiro. Tanto as grandes redes internacionais, quanto os incríveis resorts all inclusive, ou, ainda, uma pequena pousada do interior, absolutamente todos os players do mercado hoteleiro mundial precisam se adaptar aos protocolos sanitários de prevenção à Covid-19 para que a retomada de suas atividades aconteça.

Uso de máscara nas dependências comuns dos estabelecimentos, disponibilização de álcool para higienização de mãos e superfícies, medição de temperatura corporal diária de hóspedes e de funcionários e distanciamento social são as regras básicas.

Indo além, em grande parte da rede hoteleira de maior porte, os padrões de limpeza e higiene estão ainda mais intensificados, seguindo os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Além do básico, claro, os grandes hotéis adotaram a desinfecção de malas nas entradas, dispensers de álcool em todos os quartos, higienização das chaves e rigorosa limpeza de tudo o que é “tocável” pelo hóspede.

A nova rotina ainda inclui mudanças na hora das refeições. Hóspedes que estavam acostumados a descer para tomar café da manhã, almoço e jantar no restaurante do hotel, agora podem ser orientados a comer no próprio quarto e usando materiais descartáveis. 

Por sua vez, há hotéis que já liberaram o ambiente do buffet, mas com os alimentos pré-escolhidos pelos funcionários, embalados e já servidos em bandejas individuais. É o chamado regime de alimentação “Grab and Go”.

Tecnologias como o famoso aplicativo WhatsApp também fazem parte do novo normal da hotelaria. Os cardápios, que ficavam à disposição nos quartos e restaurantes, têm sido enviados aos hóspedes pelo WhatsApp ou disponibilizados por meio de um QR Code na recepção do hotel.

Tendências

O novo normal da hotelaria talvez se eternize e seja chamado, em breve, de apenas “normal”. Isso porque, mesmo depois do surgimento da vacina contra a Covid-19 e de sua distribuição em larga escala, profissionais do ramo hoteleiro acreditam que as rígidas políticas de higiene vieram para ficar. Além delas, outras duas principais tendências são apontadas por quem atua no setor:

Redução de contato pessoal

A partir de agora, a tendência é que os processos de check-in e check-out sejam feitos online. Esse processo acelera a entrada de hóspedes durante a chegada e a partida, evitando aglomerações na recepção e melhorando o serviço do hotel.

Mudanças nas estruturas dos espaços físicos

Vários hotéis estão adaptando e redesenhando a estrutura dos espaços físicos para contribuir com uma distância segura durante a estadia. Pontos de encontro como o lobby, comum em alguns hotéis, não estarão mais lá.

Ambientes também estão sendo readequados em restaurantes, com maior distância entre as mesas, modificação na modalidade de autoatendimento, ampliação e melhoria do delivery e take away, são algumas das principais mudanças.

Isso tudo sem nos esquecermos, claro, das significativas mudanças em espaços compartilhados como piscinas, saunas, spas e academias de ginástica. Redução do número de usuários por vez e higienização constante são boas heranças.

Tem alguma reserva programada e ficou com dúvidas sobre o novo normal da hotelaria? Deixe sua pergunta nos comentários. Será um prazer respondê-la!

Gostou? Compartilhe:

Comentários