Todos

Onde ir em Fernando de Noronha: um dos destinos mais cobiçados do Brasil

O mágico arquipélago vulcânico de Fernando de Noronha, no estado de Pernambuco, conquista pela beleza das praias e paisagens de suas ilhas. Mas é a vida aquática que faz desse conjunto de ilhas um paraíso sem igual no mundo. Você vai ver de pertinho arraias, golfinhos e até tubarões. Venha com a 123milhas e saiba onde ir em Fernando de Noronha!

Aproveitar as praias, percorrer trilhas, fazer passeios de barco, mergulhar, surfar, tomar banho de mar e relaxar são as principais atividades para fazer em Noronha.

Para além das águas deslumbrantes, Noronha conta com uma antiga base militar hoje em ruínas. A fortificação oferece vista para o pôr do sol

Conhecido como um lugar caro, exige que o visitante se programe financeiramente para aproveitar diversas atividades no arquipélago. O local vale cada centavo! Então, confira onde ir em Fernando de Noronha, seguindo as dicas da 123milhas.

 

Praias

O mar de água cristalina e o visual estonteante estão por toda parte de Fernando de Noronha. O destino supera as expectativas dos visitantes. O arquipélago conta com 21 praias, lugares maravilhosos que combinam vida marinha e paisagem paradisíaca.

Primeiro, Noronha é dividido em duas costas, que são o Mar de Dentro e o Mar de Fora. As praias mais deslumbrantes fazem parte do Mar de Dentro, região voltada para o continente e onde o sol se põe. Enquanto o Mar de Fora está voltado para o oceano e é onde estão as praias de ondas mais agitadas.

O pôr do sol em Fernando de Noronha é um atrativo à parte.

 

Santuário ecológico

Um santuário ecológico com vários ecossistemas protegidos. Assim é o arquipélago de Fernando de Noronha, que tem sua região dividida entre a Área de Preservação Ambiental e o Parque Nacional Marinho. Para proteger seu ecossistema e animais, existe uma limitação quanto ao número de visitantes em Noronha de até 85 mil pessoas por ano.

Peixes de várias cores e tamanhos surpreendem turistas durante mergulho nas praias de Noronha.

 

Fique atento! É preciso pagar uma taxa de preservação ambiental para entrar em Noronha. O valor a ser pago depende dos dias de permanência no destino. O pagamento pode ser feito no aeroporto ou no site oficial do arquipélago.
Também é preciso comprar o ingresso do Parque Nacional Marinho para ter acesso às belíssimas praias da Baía do Sancho e do Sueste. Compre a entrada aqui.

 

Tartarugas

Quem viaja para Fernando de Noronha encontra com frequentadoras superespeciais do arquipélago: as tartarugas-marinhas. Tanto é que lá abriga uma das unidades do Projeto Tamar no Brasil, com a finalidade de monitorar e proteger a espécie. A sede recebe cerca de 50 mil visitantes ao ano.

A Praia do Leão é a principal delas para desova das tartarugas da ilha. Então, é preciso ter cuidado ao caminhar pela areia nessa localidade. É possível acompanhar a abertura de ninhos ou passar a noite monitorando a desova. O Tamar também oferece palestras gratuitas com temas variados sobre animais, como golfinhos, arraias e tubarões.

Visitantes podem passar a noite na praia monitorando a desova, fenômeno chamado tartarugada.

 

Trilhas

Leve sapatos confortáveis na mala para Noronha. Várias trilhas pelo Parque Nacional são inesquecíveis áreas verdes com vida marinha e piscinas naturais. até a sede do Projeto Tamar, na Vila do Boldró, para comprar a entrada no parque e agendar o horário para realizar uma das trilhas.

O passeio mais disputado é na trilha da Praia do Atalaia. As caminhadas mais longas e difíceis são as mais fáceis de conseguir o ingresso. Porém, elas exigem o acompanhamento de um guia local, como acontece nas Trilhas Pontinha Caieira e de Capim Açu.

Se você vai ficar cinco ou menos dias em Noronha, a dica é agendar a trilha assim que chegar. Ou esqueça do passeio porque é muito concorrido. Troque por outro.

A trilha da Praia do Atalaia leva a uma impressionante piscina natural para mergulho de observação da vida marinha.

 

Passeio de barco

Quer se maravilhar com a beleza da natureza de Noronha? Sem dúvida, passear de barco no arquipélago é obrigatório. Prepare-se para fotografar cenários e animais incríveis! As lanchas e escunas partem das ilhas secundárias rodeadas de pedras. A chance é alta de observar golfinhos rotadores capazes de dar até sete giros num único pulo. 

O barco passa pelo Mar de Dentro e percorre a Baía dos Golfinhos. Na Baía do Sancho, os visitantes mergulham em um mar encantador, com várias tonalidades de azul e 169 espécies de peixes. Dá para alugar o equipamento de snorkeling e ver a vida marinha direitinho.

Passeios de escuna ou de lancha exploram Noronha, com paradas para banho e almoço entre praias e ilhas.

 

Quando ir para Fernando de Noronha

Não tem tempo ruim que inviabilize a viagem para Fernando de Noronha, arquipélago que pode ser aproveitado o ano inteiro por conta do calor e do sol marcantes por lá. Mas para quem quer aproveitar a temporada de mergulho, a melhor época para visitar é de agosto a outubro. Boa época para quem quer tranquilidade.

Em Noronha, a alta temporada acontece entre novembro e março. Esse é o período de muita balada e surfe por conta das ondas gigantes. O esporte acontece principalmente em janeiro, mês em que ocorrem campeonatos na Praia Cacimba do Padre. É nesse período que o mar agitado também pode cancelar passeios de barco e trilhas, além de diminuir a visibilidade da vida marinha debaixo d’água.

A festa do réveillon é muito concorrida em Noronha, disparando os preços do destino. Ainda assim, o arquipélago fica muito movimentado e é um ótimo período para quem quer curtir a agitação do local. Já os meses entre março e julho são os mais chuvosos. Mas não significa que você vai pegar chuva o tempo inteiro.

 

Gastronomia

Fernando de Noronha não decepciona à mesa. O arquipélago também oferece restaurantes onde se pode desfrutar desde a culinária regional mais simples até os pratos mais requintados. Há várias casas de pescados e frutos do mar. Badalada como é, Noronha também conta com ótimas opções de bares tanto durante o dia como à noite.

Frutos do mar são as estrelas dos restaurantes do arquipélago.

 

Vila dos Remédios

É certo que, de alguma maneira, você também vai incluir o centro histórico na sua visita à Noronha. Percorrer as ruas de pedra da Vila dos Remédios pode ser um momento muito agradável entre os passeios nesse paraíso brasileiro. Repare nos detalhes arquitetônicos das construções e faça caminhadas de tênis, principalmente, se o dia for de chuva.

Por lá, dá para comprar peças de artesanato e várias lembrancinhas da cidade. Entrar num excelente restaurante ou bar para passar o fim de tarde e a noite. Sem contar que na hora que precisar de algum tipo de serviço, é para lá que o turista precisa se deslocar. Aproveite para conhecer a Igreja Nossa Senhora da Penha e o Forte Nossa Senhora dos Remédios.

Vista panorâmica da Vila dos Remédios

Entre tantos passeios é fundamental descobrir o que mais você tem que conhecer neste destino. Saiba o que fazer em Fernando de Noronha e curta o visual do arquipélago que apresenta belas paisagens antes mesmo da aterrissagem!