Notícias

Programação especial marca os 111 anos do Theatro Municipal de São Paulo

No dia 12 de setembro, o Theatro Municipal de São Paulo completa 111 anos. Uma programação especial, que inclui apresentações de ópera e concertos, toma conta do prédio e dos arredores para celebrar a data.

As atrações animam a capital paulista até o dia 18 de setembro e possuem ingressos gratuitos ou a preços populares. 

Quer saber a agenda completa dos eventos no teatro municipal paulistano? Confira com a plataforma de incentivo a experiências de viagens Conexão123!

Você vai ler sobre

Theatro Municipal de SP foi palco da Semana de Arte Moderna 

Um dos espaços culturais mais emblemáticos da capital paulista, o Theatro Municipal de SP foi inaugurado em 12 de setembro de 1911, com toda a pompa exigida para esse tipo de ocasião. Cerca de 20 mil pessoas se aglomeraram nas imediações da edificação para admirar o mais novo cartão-postal de São Paulo. Devido à inauguração, foi registrado o primeiro congestionamento da jovem metrópole. 

Imponente, a construção foi projetada pelo escritório do famoso arquiteto Ramos de Azevedo e foi inspirada na Ópera de Paris. As fachadas apresentam estilo eclético, uma combinação das escolas renascentista e barroca com art nouveau, muito em voga na Europa naquela época.

Programação especial marca os 111 anos do Theatro Municipal de São Paulo | Interior do teatro | Conexão123

O Theatro Municipal de São Paulo levou nove anos para ser construído | Foto: Divulgação

Em 1922, o teatro municipal de São Paulo foi palco de um evento histórico. Considerada o marco inicial do Modernismo no Brasil, a Semana de Arte Moderna, que ocorreu no local entre os dias 13 e 18 de fevereiro daquele ano, causou frisson na sociedade da capital por conta de seu tom contestatório. 

Esse movimento tinha como premissa fundamental valorizar os símbolos nacionais e criar uma nova estética que rompesse com as influências dominantes, marcadamente europeias. Destacaram-se artistas como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Heitor Villa-Lobos, entre outros.

O edifício do Theatro Municipal de SP faz parte do Patrimônio Histórico do estado desde 1981, quando foi tombado pelo Condephaat, e já passou por duas reformas ao longo dos anos, para manutenção e recuperação da estrutura e fachadas e modernização dos sistemas de luz e som. 

Curiosidades sobre o Theatro Municipal de SP

O teatro levou nove anos para ser construído. O elevador do fosso, onde fica a orquestra, consegue suportar até uma tonelada! As curiosidades sobre o teatro municipal são várias e ajudam a entender a importância desse patrimônio cultural de São Paulo e um dos pontos turísticos preferidos dos paulistanos. Abaixo, listamos mais algumas:

  • O lustre da sala de concertos tem sete mil cristais, 220 lâmpadas e pesa 1,5 tonelada
  • A cúpula localizada no telhado tem as mesmas dimensões do palco (476 m²) e um raio de aproximadamente 12 metros. O espaço é reservado para ensaios
  • O órgão na lateral do palco tem 5.827 tubos
  • São seis esculturas de bronze na fachada principal do teatro, duas esculturas em arenito e quatro bustos de mármore branco distribuídos nas fachadas laterais

Theatro Municipal de SP: programação completa dos 111 anos 

Os shows em comemoração ao aniversário do prédio acontecem na Praça das Artes (Avenida São João, 281, Sé) e no próprio Theatro Municipal de SP (Praça Ramos de Azevedo, s/nº, Sé) e os ingressos podem ser adquiridos online.

  • Dia 13, terça-feira, 20h, no Theatro Municipal

Um dos programas mais pitorescos das celebrações será uma ópera na famosa escadaria do Theatro Municipal de SP. “Domitila”, de João Guilherme Ripper, é um espetáculo curto, formado por apenas um ato, inspirado nas cartas trocadas entre Dom Pedro I e a Marquesa de Santos.

Chamada de miniópera monólogo, a obra explora as sonoridades do piano, do violoncelo e do clarinete. Os ingressos custam R$ 50 (inteira).

Programação especial marca os 111 anos do Theatro Municipal de São Paulo | Escadarias do teatro | Conexão123

Entre as atrações, uma ópera será encenada na famosa escadaria do teatro

  • Dia 14, quarta-feira, às 20h, na Praça das Artes

O espetáculo “Esta noite se improvisa!” convida os espectadores a se tornarem os personagens principais. Basicamente, o palco ficará aberto para todos que quiserem mostrar seu talento ao mundo. Música, dança, teatro, poesia e discotecagem serão bem-vindos.

  • Dia 15, quinta-feira, às 20h, Sala do Conservatória da Praça das Artes

O Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo, grupo criado em 1935 por Mário de Andrade para difundir a música de câmara e estimular os compositores brasileiros, se apresenta numa noite especial com o show “Latino-Americano”. 

A proposta é mostrar a identidade nacional e latino-americana por meio da música de Villa-Lobos e de nomes como Alberto Ginastera, que representa a Argentina; e Leo Brouwer, de Cuba. Os ingressos custam R$ 30.

  • Dia 17, sábado, às 17h, na Praça das Artes

Com regência de Thiago Tavares e Mateus Colares como solista no oboé, a Camerata da Orquestra Experimental de Repertório apresenta um concerto que envolve uma composição de Ludwig August Lebrun e outra de Georges Bizet.

Os ingressos são gratuitos e devem ser reservados por este link aqui a partir do dia 15 de setembro, ao meio-dia. O limite é de dois tickets por CPF.

  • Dias 17, sexta-feira, e 18, sábado, às 17h 

Encerrando a programação, o Theatro Municipal de São Paulo será o cenário do concerto “Cantata: André Mehmari e Coral Paulistano”, com composições do pianista Mehmari criadas a partir dos textos do poeta simbolista brasileiro Cruz e Sousa (1861-1898). A regência é de Maíra Ferreira. Os ingressos custam entre R$ 10 e R$ 30.

Quer conferir de perto essas e outras atrações em São Paulo? A 123milhas acredita que viajar é pra todos e tem por missão oferecer a seus clientes os melhores preços em passagem aérea, pacote de viagem, seguro-viagem e aluguel de carros.